.

10. Jogadores da Inglaterra ganham Xbox One de consolação após serem eliminados da Copa

9. “The Sims 4″ não terá piscinas (!), bebês nem modo de criação de padrões

8. Roube como um artista: dicas de criatividade

7. Pitbull roubou música dos anos 70 para fazer “Timber”

6. NY tem shows de graça no verão; veja como funciona

5. Google oferece cursos gratuitos de programação para mulheres

4. Qual notícia bizarra da Copa você é?

3. Verde e amarelo não precisam ser combinados só na Copa

2. Madonna vai abrir duas academias no Brasil

1. Sufoco na Copa, sucesso no Twitter: jogo do Brasil bate o recorde de postagens na rede

 

 

Você também poderá gostar de:

Postado por Fernanda Pineda

Tags: , ,

Keira Knightley é uma daquelas atrizes que me passam uma aura de coisa antiga, vai ver pela quantidade de filmes de época que ela fez: “Orgulho e Preconceito”, “A Duquesa”, “Rei Arthur”, “Anna Karenina” e até a franquia “Piradas do Caribe”, que obviamente não se passa na atualidade.

.

Keira Knightley: *de volta para o futuro*, tocando e cantando!

Depois de vê-la no denso (e contemporâneo) “Apenas Uma Noite”, fiquei surpresa ao descobrir que ela não só vai atuar como também cantar numa comédia romântica das mais contemporâneas: “Begin Again”. Na história, Keira é uma jovem compositora abandonada pelo namorado músico assim que ele consegue um contrato com uma grande gravadora. Sua doce vingança vem quando ela consegue apoio de um produtor para gravar seu próprio álbum. O filme estreia em julho nos Estados Unidos e chega 18 de setembro ao Brasil, ainda sem título em português.

Antes que tudo isso aconteça, a produtora já soltou o lyric vídeo de uma das músicas que Keira canta no filme, “Tell Me If You Wanna Go Home” e não é que a voz da atriz é uma delicinha de ouvir? Certamente fará tanto sucesso quanto a música “Cups”, que Anna Kendrick tocou e cantou em “Pitch Perfect – A Escolha Perfeita”.

.

.

No trailer dá pra ver o rockstar bonitão que deixa a mocinha pra trás, Adam Levine, do Maroon 5, e também o produtor que dá uma força para ela, vivido por Mark Ruffalo.

.

.

O álbum com a trilha sonora do filme já está à venda no Itunes e pelo menos mais quatro músicas são previstas com a voz da atriz. Será que ela vai querer seguir com a música?

 

Você também poderá gostar de:

Postado por Fernanda Pineda

Tags: , , ,

Música boa e terapia de casal no palco: sim e sim

Um set de 43 músicas com o casal mais poderoso do showbizz dividindo o palco, o microfone e se revezando em performances arrebatadoras: é essa a promessa de “On The Run”, a turnê conjunta de Beyoncé e Jay Z.

Os Carters estrearam em Miami nesta quarta-feira o mega show que começa a viajar nos próximos dias e é claro que o entretenimento atingiu o próximo nível através dos figurinos. A sra. Carter deixou a vibe “mamãe” que dominava os últimos shows de sua turnê solo e levou ao palco looks dos mais absurdos e ousados, tudo criação de casas como Versace, Alexander Wang e Diesel. O maridão também foi grifado e apareceu em alguns momentos com sua já famosa camiseta da Rodarte.

.

Os looks mais importantes são em sua maioria Versace, exceto pelo último macacão, de couro com capuz, assinado por Alexander Wang, e o conjunto jeans rasgadinho, que é da Diesel. E há também um tal macacão com ~as vergonhas~ de fora para a apresentação de “Partition”, mas precisamos de mais fotos para refletir sobre a questão (e que grande questão! hue!).

Entre as dezenas de músicas que rolaram, o set de estreia trouxe “’03 Bonnie & Clyde”,  “Upgrade U”, “Crazy In Love”, “99 Problems”, “Holy Grail”, “If I Were a Boy”, “Single Ladies” e, obviamente, “Drunk In Love”.

Quem esteve no show, diz que a coisa toda parece uma grande terapia de casal super sexy e recheada de hits. Ah, esses Carters! Sabem direitinho o que mostrar e quando mostrar. Menos no elevador, é claro.

PLEASE COME TO BRAZIL!!!1111

fotos: Reprodução/Getty Images

Você também poderá gostar de:

Postado por Fernanda Pineda

Tags: , , , ,

Acordou se sentindo… Básica? Não é culpa (só) sua. Os contornos desse movimento foram aparecendo aos poucos: parecia anos 90, depois parecia minimalismo, mas de repente parecia outra coisa que nada tinha a ver com o espaço-tempo e um gazilhão de looks “básicos” foram tomando conta dos sites de street style. O buraco é mais embaixo. Deu no NY Times: a moda agora é ignorar a moda.

.

A overdose de informação e seus efeitos interessantes… Depois de nos conectarmos ao extremo e engolirmos todo e qualquer tipo de informação, fomos buscar nossas raízes usando a armadura do hipster. Buscamos a nossa individualidade com roupas de outra pessoa vendidas num brechó, compramos roupas novas que pareciam roupas vindas de um brechó, ressucitamos vinis, a barba do vovô e muitas outras histórias que nos dessem noção do valor real das coisas. Resolvemos pedalar até o trabalho – e quem não pôde pedalar até lá sonha em um dia poder pedalar até lá.

Quando usar barba e camisa xadrez deixou de ser um diferencial para virar uniforme, a coisa mudou de figura. Agora há quem rejeite tudo isso por um único motivo: acreditar que não é preciso desse circo todo de informação para se destacar. A expressão máxima do estilo seria, por exemplo, Steve Jobs e seu guarda-roupa de Cebolinha recheado com a mesma blusa preta de gola alta usada por anos e anos despretensiosamente.

.

Steve Jobs e o pai casual: muita semelhança

“Normcore” é a palavra para falar desse comportamento que, à bem da verdade, nunca foi moda: se vestir sem se importar com nada além do conforto. É como o seu pai se vestiria para te buscar no meio da noite numa festa, ou como um turista mistura tênis esportivos super confortáveis com uma jaqueta corta-vento colorida e uma mochila. Mas é claro: na moda, a questão ganha tons diferentes e tudo é planejado para parecer que não foi planejado. É confortável, mas não confortável demais. É o seu pai indo te buscar na festa depois de ler a Vogue.

.

Os cools do Brooklyn, as celebridades cool e outras nem tanto, como Leo DiCaprio: “normcore”

Se a intenção era aparentar um “acordei assim”, o tiro sai pela culatra e temos aí uma das tendências mais bobas de moda e comportamento que já vimos nos últimos anos – isso até ela virar padrão e todo mundo achar legal e enjoar, vide o que rolou com os hipsters do nosso bairro. Porém, depois do circo em torno do xadrez, da it bag, do color blocking, do choque de estampas, dos maxi bolsas, dos tênis com salto, dos tênis sem salto, das mini bolsas… Como discordar de quem quer usar moletom?

Demorei a entender essa tendência, mas ela é simplesmente uma resposta à descoberta de que quando todo mundo é único, ninguém é. Agora só tenho uma dúvida: sem o circo na roupa, quem segura “o look” só com a personalidade? .

Você também poderá gostar de:

Postado por Fernanda Pineda

Tags: , ,

.

10. A primeira imagem manipulada no Photoshop

9. Os polêmicos 30 segundos do clipe não lançado de “Do What You Want” da Lady Gaga

8. Push-up liner: o novo delineador da Benefit que une pincel e caneta

7. Nintendo aposta na integração entre brinquedos e games para enfrentar crise

6. O estilo da atriz Lena Headey, de “Game of Thrones”

5. Irmãos Wachowski preparam série nova para o Netflix

4. Excesso de selfie está relacionado à falta de sexo

3. Quantidade grande de gols prejudica projeto de reflorestamento na Bahia (!)

2. Coro anti-Dilma e coxinha de ossobuco: a reportagem sobre os “yellow blocks”

1. Quanto custa comprar tudo o que aparece nas revistas?

 

Você também poderá gostar de:

Postado por Fernanda Pineda

Tags: ,

Ringly: o acessório inteligente que se conecta ao seu telefone

Você com certeza já esteve numa reunião, numa mesa de bar ou mesmo num cinema em que alguém não largava o celular por nada no mundo. Apesar de ser a coisa mais deselegante do mundo, realmente dá pra entender que tem horas que a coisa é urgente. Agora não seria ótimo saber se é mesmo algo urgente antes de tirar o celularzão da bolsa e atrapalhar meio mundo sendo mal educado?

Pensando nisso, uma dupla de criativos lançou o Ringly, um anel tecnológico que vibra e interage com o seu celular via Bluetooth para avisar apenas sobre o que realmente importa. Através de um aplicativo, você pode escolher ser avisado sobre compromissos de trabalho, ligações da família ou então apenas dos lembretes para tomar o remédio na hora certa.

São 4 modelos de anéis com pedras nobres e os preços variam de US$145 a US$180 para quem adquirir o acessório em pré-venda. O lançamento está previsto para setembro e a empresa envia para o mundo todo – o frete para o Brasil custa US$20. Se vale a pena, eu não sei, mas que pode ser realmente bem útil, com certeza! O vídeo de divulgação mostra direitinho como o acessório funciona e as possibilidades de filtro que o aplicativo oferece.

Eu usaria! E você?

Você também poderá gostar de:

Postado por Fernanda Pineda

Tags: , ,

Sobre a autora: Fernanda Pineda Vicente, também conhecida como @loverox, vivendo em São Paulo. Produtora formada em Rádio e TV pela Faculdade Cásper Líbero e atriz profissional eventualmente praticante. Apaixonada por cinema, música, moda, nerdices e gatos, adora postar por aqui achados e descobertas na web e na vida real.Veja o perfil
dTwitterYoutubeFacebook
Banner GIF Outlet 300x250Blazers e Suéters 300x250

Página Inicial | Domínio | Perfil | Arquivos | Links | Contato

Assine o Feed | 13 Users Online

Copyright © 2010 Fake-Doll. All rights reserved.