O retorno de Saturno e o sucesso depois dos 30

qua

Na sua cabeça, até os 30 você teria sua própria casa, seus investimentos, tomaria um vinho e discutiria assuntos adultíssimos com suas amigas super bem-sucedidas. Mas o jogo das expectativas virou, não é mesmo? O que temos é que os 30 estão quaaaase aí, não dá pra bancar um aluguel sozinha e você até toma vários vinhos com as amigas, mas não é raro o tema das conversas ser pura e simplesmente a insatisfação profissional. Afinal, quem (todas) achamos que a partir dos 25 esse avião ia decolar e não parar mais? É…

giphy-3

Já falo disso há tanto tempo por aqui que me sinto um disco riscado, mas pelo menos o desabafo não é só meu: livros, filmes e séries inteiras importadas também falam e não é só a crise brasileira que está fazendo com que você, aos cinco anos de formado, seja “senior” demais para qualquer cargo. Aparentemente há um probleminha geral e, olha, se fosse “só” o mercado seria mais fácil. A gente nem sabe mais bater o martelo no que realmente ama. O que faz seu olho brilhar hoje?

A profusão do horóscopo em todos os memes no último ano é bem engraçada, mas só mostra pra mim o quanto o buraco é mais embaixo. É na crise que a gente mais procura razões para entender as coisas, entra na terapia, culpa a lua, vai fazer mapa astral – aliás, eu fiz, foi ótimo, façam. A preocupação com o grande “retorno de Saturno” é uma preocupação há quanto tempo? Tive que explicar sobre isso pra minha mãe, afinal por que ela saberia se aos 30 pra ela estava tudo bem encaminhado mesmo?

tumblr_maofmws1un1rzbvsto1_400

O retornão diz que nessa época nossa vida vai virar de cabeça pra baixo, ser chacoalhada como uma caipirinha ruim e espremida na sequência pra ver o que sobra, pra ver o que realmente você compreendeu disso tudo. Difícil refletir enquanto se está sendo chacoalhado pra cima e pra baixo, mas já me sinto menos na obrigação de ser um grande sucesso, sensação que eu tinha há anos atrás. Obrigação pouco tem a ver com obstinação. Eu quero ser, mas não tenho que.

Eu que acredito em copos meio vazios até venho me surpreendendo com o otimismo e bom humor que vem brotando sei lá de onde. Parece que quando a única coisa que você tem na mão é a vontade, a fé se torna natural, importante, vital. Se não tiver fé, não se tem nada e é sempre melhor ter alguma coisa, especialmente algo tão forte e que não faz mal a ninguém, convenhamos.

tumblr_o1vo91olq41qzjt6do1_500

As histórias de outras grandes mulheres também me fazem respirar aliviada, afinal, é claro, vez ou outra você também vai se sentir meio “velha” pra ainda estar tendo estes questionamentos, ainda viver estes problemas, ainda conviver com estas indefinições. Mas não são raras as mulheres que fizeram acontecer depois dos 30 e outras bem depois e outras bem, bem depois.

Esse vídeo resume, mas basicamente J.K. Rowling, Oprah Winfrey, Kristen Wiig e Vera Wang são algumas integrantes do nosso clube: mudaram de área, foram chacoalhadas, só tiveram suas chances depois de anos tentando, ouviram nãos inimagináveis.

Melhor não desistir.

10 Coisas que aprendi jogando “The Sims”!

sex

Eu adoro fazer o exercício de olhar para trás e observar o que eu aprendi com a cultura pop ao longo da vida. Já fiz isso em vídeo, por exemplo, com “As Patricinhas de Beverly Hills” e com as Spice Girls, mas agora chegou a hora de refletir provavelmente sobre o jogo que mais joguei nesta vida: “The Sims”! 

the-sims-4-gamer3

The Sims jogando Sin City! kkk

Quando comprei o jogo, no ano 2000 (eita, faz tempo!), eu era criança e não fazia ideia de onde enfiar um código serial. Eis que foi o meu primeiro e hilário aprendizado, mas a coisa não parou por aí, afinal crescemos jogando The Sims e vários ~dilemas morais~ iam surgindo junto com o jogo! Prepare-se para a nostalgia! kkk

Dá o play e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro! ;)

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

[VÍDEO] Peso, cerveja e TPM: respondendo a TAG 50 perguntas em 5 minutos

qua

Depois de alguns meses sem responder uma boa e velha tag, me aventurei nesta que se chama “50 perguntas em 5 minutos”. Tentei ser rápida, mas é praticamente impossível ler a pergunta, pensar numa boa resposta E AINDA responder esse tanto de coisa em tão pouco tempo.

giphy-2

Juro que tentei! kkk

Ainda assim, valeu a pena! Estou falando sobre peso, TPM, cerveja, alguns defeitos e umas qualidades aí no vídeo. Rolou um momento quase “entrevista com o RH” também. rs

Dá o play e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro! ;)

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

Casais famosos se separam – e a gente não tem nada a ver com isso!

sex

Esta semana uma notícia parou a internet: a separação de William Bonner e Fátima Bernardes. Entre tantas coisas acontecendo neste final de agosto, esta parece ter sido a cerejinha do bolo para fazer até a crença no amor ir pelo ralo. Mas, estou aqui para dizer que: não, não é pra ficar chorando as pitangas no Twitter, porque o problema é DELES!

No segundo vídeo da semana, comento um pouco sobre essa nossa mania de torcer pelo amor e, embora tenha um intuito legal, acabar shippando casais a torto e a direito sem nem pensar no que estamos fazendo ou causando. Dá o play e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro! ;)

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

Motivação pra treinar: como não desistir da academia?

sex

– Bom dia, senhora! Já foi à academia hoje? Senhora?

senhora

UEEEPA! 

Posso dizer com total certeza que nem os deuses monstros inventores do fitness conseguem se manter motivadões e felizes da vida em treinar o ano inteiro. Sempre vai ter uma coisa ou outra para entrar no caminho, seja ela a preguiça, um compromisso, uma chuvinha ou até mesmo um desânimo emocional que influencia (e muito) nossa disposição física.

Por isso mesmo, se manter motivado para se exercitar é um belo de um mistério: por que é que alguns conseguem entrar numa academia e levam aquilo tão bem, enquanto outros são eternos turistas? A diferença está na motivação e, mais que isso, no compromisso que cada um tem. Eu já fui do time turista e passei a levar a sério, serião, sério mesmo e sempre me perguntam como é que faz. Sem mais delongas, convido vocês a verem o vídeo de hoje, em que na companhia da minha amiga Giovana tento trazer alguma luz para essa coisinha tão subjetiva que é se manter motivado.

Dá o play e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro! ;)

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

Sai desse corpo que não te pertence: precisamos falar de prisão de ventre

sex

Cada uma tem uma receitinha milagrosa a sete chaves que dá aquela ajuda quando a natureza não trabalha por conta própria. Mas já parou para pensar em por que é que mulher tem tanto problema com banheiro? Eu realmente fiquei comovida (e ri um pouco, confesso) com a história de Gracyanne Barbosa no banheiro, que bombou aí na internet nos últimos dias.

Quer dizer, se nem ela, que é super atleta, consegue ter uma vida normal “intestinicamente” falando, que dirá nós mortais? rs Da onde vem esse problema todo, hein? É hormonal, cultural ou só uma necessidade gigantesca de privacidade? Bora discutir!

Dá o play e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro! ;)

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.