Então, como seria a festa do “deu tudo certo”?

sex

Depois do episódio polêmico da festa “se nada der certo”, fiquei com uma pergunta na cabeça: mas e se der tudo certo? Com que roupa essas pessoas iriam para uma festa com esse tema? E por que nossa geração tem a mania de achar que um diploma é sinônimo de sucesso na vida, mesmo se tornando um ser humano muitas vezes ruim ou “pobre” de inteligência emocional? Pois bem, vamos discutir tudo isso no vídeo de hoje, afinal, dar certo é tão relativo quanto dar errado…

Aproveita e se inscreve no canal  para receber os vídeos primeiro!

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

Dear White People: um papo sobe a incrível e importante série do Netflix

qua

Na última semana terminei de assistir a nova série original da Netflix, “Dear White People”, e trago agora um comentário sobre essa série que, além de tratar de assuntos importantes, é extremamente bem feita e tem direção de arte e fotografia caprichadas! A trama acontece numa universidade da tradicional Ivy League dos Estados Unidos e toda a história se desenrola quando um grupo de alunos passa a denunciar atos de racismo depois de uma festa de Halloween em que os convidados eram estimulados a fazer “blackface”.

A discussão super relevante, a boa direção e o elenco já estão garantindo uma avaliação altíssima para a série no Rotten Tomatoes.  Certamente esta é uma daquelas obras obrigatórias para os brancos refletirem sobre os próprios privilégios e exercitarem um pouco o músculo da empatia. Para falar de todas estas questões com propriedade, convidei a Xan Ravelli, do Soul Vaidosa, para vir comigo nessa.

Dá o play e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro!

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

Como fazer amizades na vida adulta, #Friendcrush e o divórcio

sex

Há muitos anos mergulhei num tema que até hoje me toca demais aqui no blog: amizade. E mais espeficicamente a questão: é possível fazer amigos depois de adulto? O texto na época foi um sucesso, descobri que o problema não era só comigo e hoje tenho a mais absoluta certeza que é algo perfeitamente comum e normal e este é um dos assuntos do vídeo de hoje.

Por que é que é tão difícil fazer novos amigos? E por que é que também perdemos mais amigos do que nunca conforme vamos ficando velhos? E antes que você pense que vai ficar sozinho nesse mundão, também vamos acender a luz no final do túnel: todo mundo tem um (a) #friendcrush dando sopa por aí e querendo muito tirar essa amizade do papel. Como, finalmente, fazer essa amizade acontece? ;)

Dá o play e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro!

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

A “storialização” exagerada dos aplicativos

qua

Vamos discutir sobre essa overdose de Stories em todos os aplicativos? Então vamos!  Desde que o Instagram Stories foi anunciado, o Facebook (também dono do Instagram e do Whatsapp) resolveu colocar Stories em todo canto! Eles querem acabar com a concorrência do Snapchat? Talvez! Mas será que não tem uma tentativa ainda maior de transformar isso numa linguagem consolidada? Será que até nossa geladeira vai fazer ‘snap’/stories num futuro próximo? rs

Aproveita e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro!

 

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

A louca da ansiedade: o pior sempre pode acontecer?

sex

Semana passada uma sequência de “doenças” tomou conta do corpo desta que escreve e foi um festival de reclamações nas minhas redes sociais – especialmente no stories do Instagram, que eu aderi fortemente: @feepinedaO repouso forçado me fez explodir de raiva e tédio, mas ao mesmo tempo colocar algumas coisas em perspectiva… No vídeo de hoje, faço uma reflexão sobre o quanto somos levados pela ansiedade a sempre achar que o pior não só pode, como VAI acontecer!

Aproveita e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro!

 

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

Respondendo a TAG: Você é Feminista?

sex

Nesta semana de reflexão tão importante para nós mulheres, resolvi finalmente gravar uma tag famosa no Youtube chamada “Você é feminista?”. Assim mesmo, com um ponto de interrogação – e a resposta é sim, claro. No vídeo, conto um pouco sobre como tive contato com o movimento pela primeira vez e também sobre como fui me desconstruindo ao longo dos anos. Acho impressionante como a maioria de nós mulheres, mesmo às vezes sendo criadas só por outras mulheres, acabamos reproduzindo valores e comportamentos extremamente nocivos para nós mesmas. Fico realmente feliz de poder falar sobre isso abertamente – se não agora, quando, certo? Mas, sem mais delongas, convido vocês a verem o vídeo! <3

Aproveita e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro!

 

As perguntas da TAG “Você é feminista?” para quem quiser copiar no seu blog/canal/redes sociais:

1) O que é feminismo pra você?
2) Quando vc descobriu que era feminista?
3) O que você mais escuta quando fala em “feminismo”?
4) Pra vc, qual a maior evidência de que o feminismo é necessário?
5) O que vc mudaria no movimento feminista no Brasil?

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.