Tá faltando homem? Afinal: por onde andam os heteros interessantes?

sex

Não é de hoje que as mulheres solteiras sofrem com a constante sensação de que tá faltando homem no mercado. Fora o IBGE que deixa claro que existem bem mais moças que rapazes no país, a sensação é de que está cada vez mais difícil encontrar alguém bacana para conversar. Eu, que já não sou solteira faz tempo, tive esse papo recentemente e a real é: as minas não sabem nem onde estão os caras interessantes. Tem que ir aonde pra encontrar alguém: balada? Barzinho? Festival de música? Tinder ainda vale a pena? Dá pra conversar com esses caras por mais de cinco minutos?

Para discutir esse assunto e ajudar as migas, mergulhei no assunto ao lado do meu amigo Edson Castro do Manual do Homem Moderno. Espero que vocês curtam o vídeo tanto quanto a gente!

Antes de dar o play, inscreva-se no canal e receba os vídeos primeiro! ;)

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

Homem topa fazer ensaio sensual para a esposa

qua

Você com certeza já deve ter visto um daqueles ensaios sensuais que muitas mulheres fazem para dar para o ~maridão. Algumas fazem para aquecer a relação, outras para melhorar a própria auto-estima e outras como um presente mais especial mesmo, enfim. Tudo isso é comum, mas o que eu nunca tinha visto era um cara fazendo esse tipo de fotos para presentear a mulher!

O canadense Brendon Williams posou para um ensaio sexy com uma fotógrafa amiga da família e deu o álbum (sensacional) de presente para a esposa. Aparentemente essa já era uma zoeira antiga entre eles, mas agora está eternizada e também na internet. Segundo a fotógrafa Masika May, as poses foram bem semelhantes às que as modelos mulheres costumam fazer e o resultado é engraçado de um jeito bonito – ou bonito de um jeito engraçado? Ou seria um cafona divertido? rs

O casal está de parabéns pelo bom humor! <3

man_boudouir4

man_boudouir2

Continue lendo →

[VÍDEO] Existe pivô de separação? Ou: a lenda da destruidora de lares

seg

Uma coisa sempre me incomodou muito quando um casal de famosos se separa: a forma como a mídia trata as coisas, especialmente se houver uma traição no meio. Para piorar, não é só ‘o monstro da mídia’ que costuma colocar culpados no banco dos réus de um jeito torto: as pessoas também.

Diante do caso de Jennifer Garner e Ben Affleck e até da suposta separação de Gisele Bündchen e Tom Brady, uma coisa está bem clara: a ‘culpa’, se é que se pode falar nestes termos, nunca vai ser de alguém de fora, e sim de quem abandonou o combinado do casamento. O que você pensa disso tudo? Dá o play no vídeo!

Já se inscreveu no canal? Então vai lá!


Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

[Vídeo] Críticas no namoro: pode falar da aparência do parceiro (a)?

seg

Ter um relacionamento transparente e cheio de cumplicidade é maravilhoso, mas só quando esses dois ingredientes vem acompanhado de um terceiro: respeito. Tem muita gente que se aproveita da suposta intimidade para falar o que quer e até o que não devia para o outro e, sinceramente, não é legal.

Para falar desse tema, convidei a Pamela Rebelo, que também tem canal no Youtube, para um papo divertido. Tentamos responder a pergunta: pode criticar a aparência do respectivo (a) num relacionamento? Como fazer isso? Tem limite? Resposta: tem limite sim! Assiste e aproveita para se inscrever no canal também! 

e mais!

Além do vídeo de hoje, na semana passada fui eu quem dei uma passadinha pelo canal da Pam. Respondemos uma tag divertidíssima juntas, chamada “Would you rather?”, que nada mais é que “o que você prefere?”. Respondemos altas perguntas malucas, tipo: tomar um copo de suor ou comer um sanduíche de pelos? >.<

Bom para descontrair depois do ~drama~ do primeiro vídeo! haha

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

Heróis dos quadrinhos com corpo de gente real

ter

O que mais te impressiona quando você vê um cosplay bem feito? Os detalhes da roupa? O acabamento? A semelhança do rosto? O que mais me impressiona, digo com certeza, é a semelhança física. Ficar com o corpo parecido, nem que de longe, com o de um herói ou heroína é proeza para poucos ou requer habilidades de drag queen, no caso das moças. Em alguns casos, no entanto, chega a ser impossível.

Para ilustrar bem a questão, o site Bulimia.com convidou artistas para redesenharem algumas capas de gibis e darem corpos realistas para vários heróis. O objetivo é mostrar que não é só o recheio que é ficção: os traços também. E não é que nem elas, nem eles, ficaram menos bonitões por isso? ;)

hqbody6 hqbody0

hqbody1

Continue lendo →

O que aprendemos com Jimmy Fallon, ou: quando o queijo brie não é suficiente

sex

São os 9 minutos de maior vergonha alheia e “essa é minha vida, esse é meu clube” que já vi na televisão contemporânea. Depois de assistir à entrevista quase desabafo de Nicole Kidman com Jimmy Fallon, cheguei à conclusão: je suis Jimmy Fallon. Não importa de qual lado você já esteve (no meu caso, dos dois), a questão é que todo mundo vai deixar uma oportunidade incrível passar por nem enxergar que ela era uma possibilidade, seja amorosa ou não.   

Na entrevista, Jimmy conta que, há uns anos, foi pego de surpresa com um amigo dizendo que ia levar a Nicole fucking Kidman em sua casa e aconselha que ele compre queijos legais, algo para comer. Ele então resolveu comprar brie e salgadinhos, embora ele nem soubesse o que era um queijo brie. Muita falta de cultura gastronômica, aliás, e espero que isso tenha mudado, mas a questão é que ele fez um grande esforço para tentar lidar com o inimaginável que era ter Nicole fucking Kidman na sala da sua casa. Isso já era tão inimaginável que insinuar que ela ainda queria dar uns beijos entraria no nível pegadinha com câmera escondida.

Agora, quantas vezes você já fez um pequeno esforço, que parecia gigantesco, mas que não alterou em nada o curso geral das coisas? Quantas vezes você não comprou um queijo brie achando que seria suficiente e nem imaginou que havia um baú do tesouro que se escondia atrás daquela curva fechada? E aí, depois de tão cansado, resolveu ligar o videogame e abandonar a quest da vida real no meio?

Os conformados dirão que “não era pra ser”, mas tirando o contexto amoroso da coisa, é absurdo pensar quantas vezes colocamos nossas forças no movimento errado e abandonamos o objetivo principal na sequência, de tão exaustos que estamos. Pense na sua vida profissional, por exemplo. Quantas vezes você parou no queijo brie e depois ligou o “Just Dance” porque ficou tímido? Porque não foi cara de pau? Porque achou que não era bom o suficiente?

Seja qual for o assunto, o brie e o videogame, o que aprendemos com Jimmy Fallon é simplesmente: try harderJá que não temos bola de cristal para descobrir aonde a força deve ser aplicada e já que foi difícil chegar até aqui, continue tentando. A recompensa pode estar depois da curva da estrada, e você nem imagina o quanto ela pode ser incrível!

Se você ainda não viu o vídeo, está mais que na hora. Pegue a pipoca e reflita.