Dear White People: um papo sobe a incrível e importante série do Netflix

qua

Na última semana terminei de assistir a nova série original da Netflix, “Dear White People”, e trago agora um comentário sobre essa série que, além de tratar de assuntos importantes, é extremamente bem feita e tem direção de arte e fotografia caprichadas! A trama acontece numa universidade da tradicional Ivy League dos Estados Unidos e toda a história se desenrola quando um grupo de alunos passa a denunciar atos de racismo depois de uma festa de Halloween em que os convidados eram estimulados a fazer “blackface”.

A discussão super relevante, a boa direção e o elenco já estão garantindo uma avaliação altíssima para a série no Rotten Tomatoes.  Certamente esta é uma daquelas obras obrigatórias para os brancos refletirem sobre os próprios privilégios e exercitarem um pouco o músculo da empatia. Para falar de todas estas questões com propriedade, convidei a Xan Ravelli, do Soul Vaidosa, para vir comigo nessa.

Dá o play e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro!

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

Links que valem o share: semana #144

sáb

 

10. Para mostrar prejuízo da desigualdade social, crianças jogam “Monopoly” com regras injustas

9. As 12 melhores respostas que a Netflix já deu nas redes sociais

8. O Fyre Festival e o problema dos influenciadores digitais

7. O mapa definitivo dos estereótipos paulistanos

6. Isabella Santoni faz festão de aniversário e contrata babá para pegar drinks (oooi?)

5. Cafonas da moda fumam no museu durante Baile do Met

4. “Anitta é motivo para ter orgulho de ser brasileiro”

3. “Me deixem deixar de ser vítima”: a carta da figurinista Su Tonani

2. A entrevista de Luciana Temer para a revista Marie Claire

1. Trabalhei muito, dormi pouco, comi mal e me sinto diariamente culpado

Como fazer amizades na vida adulta, #Friendcrush e o divórcio

sex

Há muitos anos mergulhei num tema que até hoje me toca demais aqui no blog: amizade. E mais espeficicamente a questão: é possível fazer amigos depois de adulto? O texto na época foi um sucesso, descobri que o problema não era só comigo e hoje tenho a mais absoluta certeza que é algo perfeitamente comum e normal e este é um dos assuntos do vídeo de hoje.

Por que é que é tão difícil fazer novos amigos? E por que é que também perdemos mais amigos do que nunca conforme vamos ficando velhos? E antes que você pense que vai ficar sozinho nesse mundão, também vamos acender a luz no final do túnel: todo mundo tem um (a) #friendcrush dando sopa por aí e querendo muito tirar essa amizade do papel. Como, finalmente, fazer essa amizade acontece? ;)

Dá o play e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro!

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

Vamos juntos transformar a cidade?

ter

Ter sua casa e seu cantinho para descansar e viver momentos bons com a família é direito de todos, mas infelizmente não é assim que tem sido para grande parte da população brasileira.

Pensando nessa situação vivida por mais de 11 milhões nas favelas do Brasil, a organização social TETO Brasil, em atividade no país há 10 anos, realiza esta semana uma grande ação de Coleta de fundos para manter seus projetos sociais em andamento.

amigos-teto

Nos próximos dias  5, 6 e 7 de maio, mais de 10 mil voluntários vão às ruas para arrecadar recursos em cidades como São Paulo, Santos e Campinas (SP), Rio de Janeiro, Duque de Caxias e Niterói (RJ) e também Curitiba (PR) e (Salvador). Este ano, a campanha é inspirada pela tendência de fotos #FollowMeTo, tem cliques de Paulo Barros e mostra de forma sensível e impactante moradores(as) puxando para dentro de suas comunidades outras pessoas dispostas a ajudar na construção da nossa cidade.

Impossível não ser tocado por esta ação, especialmente em tempos tão complicados. Se puder doar, doe. Se puder ser voluntário, participe. Acesse o site da campanha e saiba como participar!

Mais imagens da campanha depois do pulo!

TETO_FB_lourivaldo

Continue lendo →

Links que valem o share: semana #143

dom

 

10. Sabrina Sato paga R$70 mil por foto com Kim Kardashian

9. Por que Hollywood deixou de amar as comédias românticas e elas sumiram dos cinemas?

8. Como trabalhar em casa de uma maneira saudável

7. Google atualiza busca para evitar notícias falsas e conteúdo ofensivo

6. Katy Perry cozinha torta de cereja para divulgar seu novo single

5. Ricaços tomam calote de “festival de música de luxo” 

4. Cupping facial: tratamento de atletas agora feito no rosto?

3. “Eu, minha mãe e nosso relacionamento abusivo”

2. Altar menstrual: como acessar seu lado mais sensível e seus poderes oraculares

1. Você não precisa amar o seu corpo

#Girlboss: crítica da série e o que realmente aconteceu na vida real

sex

Quem acompanha este blog há algum tempo, deve saber que acompanho o trabalho da Sophia Amoruso há muitos anos. Mesmo se envolvendo em polêmicas, ainda acho incrível a história de empreendedorismo dela, que saiu basicamente do nada. Tendo isso em mente, era impossível não ficar ansiosa e criar expectativas quando a Netflix anunciou uma série que contaria a vida dessa mulher.


Sophia pôde contar sua história no livro #Girlboss, que é direto e divertido, e agora pôde mais uma se ver retratada na ficção. Mas não é que eles conseguiram pasteurizar os fatos e ainda tirar umas coisas da cartola que, não só não tem nada a ver com a realidade, quanto são inclusive menos interessantes (e menos polêmicas)? Pois bem.

No vídeo de hoje, explico um pouco da história da Sophia da vida real e faço uma crítica do seriado que, sim, tem um monte de coisas bacanas e diverte, mas que passou longe de ser tão bom quanto poderia. E, pior: não empodera ninguém. Dá o play!
.

Aproveita e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro!

.

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.