Uma listona de coisas para lembrar de 2016: a internet, a música, a cultura pop e além

ter

 2016 foi um aninho daqueles, mas será que alguma coisa salva? Vamos fazer aquela retrospectivona para descobrir: qual foi a hashtag mais usada? As músicas que tocaram até enjoar? E, principalmente, qual o maior meme do ano que você respeita? A seguir!

O MELHOR DO MELHOR (OU NÃO) DE 2016

2016_retro

1. Memes tipo exportação

Chegamos ao nosso ápice cultural: exportamos os memes de Nazaré Tedesco para o exterior com louvor! Também caprichamos inventando gifs legendados para melhor contar nossos dilemas astrológicos. Tempo livre demais? Talvez. E nem vem com o “pir qui vici ni imidirici”: culpa da crise, tá?

2016retro_meme

2016_meme_gretchen

 

2. Um #love para Selena Gomez no Instagram

Selena Gomez se tornou a rainha absoluta do Instagram, a rede social queridinha (ainda que problemática) que saiu engolindo tudo – inclusive o Snapchat. Selena é a usuária mais seguida, com 105 milhões de fãs, dona do vídeo mais visto e certamente ajudou a bombar a #love, a hashtag mais usada em 2016.

hostess vibes. Happy 4th everyone!

Um vídeo publicado por Selena Gomez (@selenagomez) em

 

3. Snapchat, Youtube e influenciadores digitais profissionais

Mesmo tomando uma rasteira do concorrente Instagram, o Snapchat ainda foi o aplicativo grátis mais baixado em 2016. Do outro lado do mundo do vídeo, o Youtube mais uma vez deitou e rolou em seus números, mesmo tendo deixado muitos criadores irritadíssimos, especialmente na segunda metade do ano. Foram meses de Youtubers reclamando que seus fãs não eram notificados e visualizações declinando. Ainda assim, foi o ano que muita gente conheceu o termo “digital influencer” e muitos saíram se auto-denominando assim. #polêmicas! Quem te influenciou digitalmente esse ano? Você concorda com as modinhas do ano do vídeo “flashback” do Youtube?

 

4. Um ano de feminismo

E de infindáveis discussões, textões, problemões e situações públicas em que a gente só vê que precisa, sim, de feminismo. Fora isso, foi o ano em que muitas mulheres públicas infelizmente preferiram dizer que “buscam e lutam pela igualdade entre gêneros, mas não são feministas”. Vou deixar só um recado, infelizmente dado por um homem, mas que é ótimo e pode, sim, nos ajudar. Com vocês, o sempre ótimo Aziz Ansari:

5. As músicas que bombaram todas reunidas

Esse casal fez um videozão com um cover das músicas mais tocadas do ano. Em 2016 também muita gente viu valor no menino Justin Bieber, Beyoncé botou o bastão na mesa (e rendeu esse vídeo ótimo das pessoas ‘descobrindo’ que ela é negra) e também foi quando a sofrência deliciosa de Lady Gaga saiu do armário. Ah é: tem também quem tenha se apaixonado pelo ‘feminejo’.

6. Temos que pegar: “Pokémon Go”, o campeão de buscas

Quantos assaltos e quantas amizades não aconteceram graças a Pokémon Go, não é mesmo? Até sua tia-avó entendeu do que se tratava, provando que o mundo dos jogadores não tem (nem precisa ter) fronteiras. A febre durou pouco – você ainda joga? Ainda tem instalado? -, mas foi tempo suficiente para o termo ‘Pokémon go’ ser o mais buscado do ano por brasileiros.

2016_retro_pokemon

7. O fim do conto de fadas

Se no noticiário político a coisa estava preta, nem as páginas de entretenimento e celebridades salvaram. Teve separação de todo tipo de casal, de Angelina Jolie e Brad Pitt até Fátima Bernardes e William Bonner. Na gringa, o processo de divórcio de Amber Heard e Johnny Depp também foi pesado e ela revelou ter sido agredida pelo ator em diversas ocasiões. Dá para separar o artista de quem ele é na vida pessoal? Essa pergunta passou pela cabeça de muita gente. Enquanto isso, a opinião pública sobre Amber continuou mostrando porque precisamos de mais empatia, igualdade e, enfim!, feminismo.

2016_retro_casal

8. Cinemão e cineminha

Leonardo Di Caprio ganhou, finalmente, seu primeiro Oscar e levou a internet à loucura. Ao mesmo tempo, a premiação foi extremamente criticada por não ter indicado atores negros. Também outro ano em que os super heróis dominaram as telonas, mas outros gêneros cresceram um bocado. Fazia tempo não havia uma oferta tão grande de filmes de terror, o mais puro escapismo. Ao mesmo tempo, ficção científica está de volta e bem forte – o excelente “A Chegada” é prova disso. Se a tendência vai ter fôlego para um 2017 cheio de roteiros do gênero, é outra história. No Brasil, a polêmica girou em torno do excelente filme “Aquarius” e sinceramente acredito que o filme sofreu um bocado com o entorno político. Independente da sua posição, vale ser visto – mesmo que seja para odiar a protagonista, magistralmente interpretada por Sonia Braga.

2016_retro_cinema

9. A TV vai bem, obrigado…

Se as emissoras brasileiras estão amargando e tentando se reinventar (Jô vai ou Jô fica?), o aparelho da sua sala nunca teve tanta coisa boa para reproduzir e continua firme e forte. Netflix se consagrou com “Stranger Things”, a série que levou em conta todo conhecimento do sistema sobre o usuário para criar um roteiro irresistível, e mostrou o quanto estamos interessados em saber no que estamos nos tornando com as distopias não tão distantes de “Black Mirror”. Em outro canal, “Westworld” mostrou mais uma vez que a HBO não brinca em serviço. O canal também foi o responsável por uma das cenas de ação mais incríveis já produzidas para a TV em “Game of Thrones”. O making of é imperdível:

10. A festa no andar de cima

Como não falar das perdas? Este aninho de número 9 levou muitos dos bons, inclusive David Bowie, Prince, George Michael e a inesquecível Princesa Leia, Carrie Fisher. Sentiremos saudades e obrigada por tudo. :'(

2016_retro_adeus

Westworld: a melhor série do ano e por que você deve assistir

ter

Entre todos os seriados que chegaram às nossas telas este ano, temos um vencedor: “Westworld”. A série de ficção científica da HBO tem uma mistura e tanto: um tema central super quente, produção excepcional (e provavelmente caríssima!), elenco primoroso e um roteiro absolutamente bem amarrado que deixa todo mundo em casa roendo os dedos de curiosidade – e de tanto elaborar teorias malucas.

A primeira temporada acaba de chegar ao fim e já há uma continuação da série confirmada para 2018. No vídeo de hoje, faço um review de “Westworld” e mostro, afinal, se vale a pena assistir. Se joga! 

Dá o play e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro! ;)

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

Vai ter Funko Pop de Stranger Things!

ter

A Internet já clamava por versões Funko dos personagens de Stranger Things e agora finalmente imagens oficiais foram divulgadas! Os brinquedos são lindos – e assustadores também! Acredito que os fan-favorites que vão sumir das prateleiras são Barb, essa versão da Eleven no tanque – de capacete e descalça – e o queridinho Dustin, que infelizmente ficou com o charme dos dentinhos escondido! rs

strangerthings-2

Barb, Eleven e Demogorgon <3

Além dessa novidade-desejo, hoje mesmo a Netflix divulgou um vídeo em inglês recapitulando a primeira temporada, como se fosse um jornal de TV, e deu também algumas leves diquinhas do que podemos esperar para a segunda. Os bonecos começam a ser vendidos no início de 2017 e a próxima temporada da série chega ao Netflix completa, com um total de 9 episódios, também no próximo ano.

Confira todos os bonecos e veja o vídeo de divulgação da série depois do pulo! ;)

 strangerthings_eleven

Continue lendo →

Games x filmes: por que tantas adaptações dão errado? Um papo com a Nat Kreuser!

seg

Estamos cansados de ouvir que “o livro é sempre melhor que o filme”, mas… Não só isso nem sempre é verdade, quanto no mundo do entretenimento outras variantes entram em jogo, por exemplo no caso dos games! No último vídeo do canal, comento com a minha amiga e youtuber Natalia Kreuser sobre adaptações polêmicas de jogos para o cinema e o porquê de muitas delas darem tão errado – ou tão certo!

Falamos de “Detona Ralph”, “Pixels” (já rolou resenha aqui!), “Tomb Raider”, “Mortal Kombat” e muitos outros… E, claro, também discutimos quais jogos deveriam virar filmes e quais filmes mereciam bons jogos! E você, qual seu filme de jogo/jogo de filme favoritos?? ;)

Dá o play e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro! ;)

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

Games da BGS 2016 para jogar já já e um passeio pelo evento!

qui

Esta semana acaba de rolar mais uma edição da Brasil Game Show e estive lá para jogar, gravar e trazer os jogos-desejo que chegam já já e podem até te convencer a comprar um videogame neste fim de ano! ;)

Antes da lista, dá o play neste vlog superespecial que gravei no evento, com direito a reviews, entrevistas e um pouquinho do clima geral, tudo feito com carinho até mesmo para quem nunca foi a um evento assim!


Dá o play e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro! Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

.
GAMES DA BGS PARA JOGAR JÁ JÁ


SETEMBRO

Depois de anos de questionamentos e cobranças da comunidade, aparentemente as produtoras de jogos acordaram e as protagonistas mulheres estão por todos os lugares. Que bom para nós! Uma delas é Joule Adams, a heroína de “Recore”! O jogo já chega semana que vem, dia 13 de setembro, e tem produção de Keiji Inafune, o cara que tem nada menos que MegaMan no currículo, caso você ainda não o conheça. O jogo é exclusivo de Xbox e PC e super gostoso de jogar!

 

OUTUBRO

No mês seguinte, nosso jogo de dança favorito da vida inteira também chega às lojas bem a tempo de dar aquele help no #projetoverão! rs “Just Dance 2017” tem lançamento previsto para 25/10 e está com um dos melhores lineups dos últimos anos, com Beyoncé, Justin Bieber, Anitta (!) e os hits supremos “Lean On”, do Major Lazer, e “Cheap Thrills”, da Sia.


.

NOVEMBRO

Ser um ~hacker~ serious business em plena San Francisco num futuro próximo é o que vamos experimentar em “Watch Dogs 2”, que chega às lojas em 15/11. O jogo é o segundo da franquia e leva a ideia a outro nível, numa nova cidade e com outros personagens – não é necessário ter jogar o jogo anterior para curtir esse.

Na BGS, WD2 não estava jogável, maaas tudo que vimos do jogo até agora é extremamente promissor. Se este mundo aberto vai finalmente bater o de “GTA V” não sabemos, mas que teremos umas booooas horas de diversão, não há dúvida! E enfim, olha esse protagonista, essa trilha sonora e esse visual, gente! :O

TÃO PERTO, TÃO LONGE

O lindíssimo e dificílimo “Cuphead” vai chegar em 2016. E é só isso que sabemos: ainda não há data de lançamento definida para o jogo, mas algo me diz que vem lá pelos 45 do segundo tempo mesmo. O visual de cartoon dos anos 30 te deixa babando, mas também te faz se sentir meio idiota com os personagens singelamente rindo do seu fracasso. rs   É o tipo do jogo que traz aquele prazer inenarrável ao derrotar os chefões – mas isso eu não senti porque fui simplesmente aniquilada nos meus testes do jogo na BGS! hahaha O game chegará para Xbox e PC.

.

Previsto sóóó para fevereiro de 2017, “Horizon Zero Dawn” é o próximo bom motivo para muita gente adquirir um PS4 – eu, inclusive. O título é exclusivo do console da Sony e tem temática inovadora, visual incrível e a protagonista feminina que a gente queria e precisava. Alloy vive num mundo pós-apocalíptico daqui a mil anos e convive com criaturas que parecem uma mistura de dinossauros e robôs. Vai ter muito bate-cabelo incrível em 4K, certamente!

horizon_alloy

BGS 2016 tá chegando: o que jogar, como chegar e mais destaques

qua

O Brasil Game Show está chegando e está na hora de fazer aquele aquecimentozinho gostoso para a maior feira de games da América Latina. Desta vez, o evento acontece em Setembro, entre os dias 1 e 5, e no São Paulo Expo, na Rodovia dos Imigrantes. Estou comentando tudo isso no vídeo logo abaixo e também, é claro!, contando alguns dos jogos que quero muito testar por lá! Quem aí vai? ;)

Dá o play e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro! ;)

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.