Guilty Pleasure? 6 filmes ruins que eu adoro e não nego

qua

Sabe aqueles filmes que são tão ruins que dá até vergonha de admitir que, lá no fundo, você adora? Pois é disso mesmo que estou falando no vídeo de hoje: dessas nossas intimidades de entretenimento. Todo mundo adora ostentar um filme cabeça, uns diretores fodões, mas ninguém fala dos caça-níqueis que não só te pegaram quanto você curte em segredo, né? rs

Indico hoje no canal 6 filmes ruins, mas que eu adoro, e explico o porquê. Quem sabe pode te entreter num Netflix mais próximo? ;) Dá o play e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro! ;)

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

10 Coisas que aprendi jogando “The Sims”!

sex

Eu adoro fazer o exercício de olhar para trás e observar o que eu aprendi com a cultura pop ao longo da vida. Já fiz isso em vídeo, por exemplo, com “As Patricinhas de Beverly Hills” e com as Spice Girls, mas agora chegou a hora de refletir provavelmente sobre o jogo que mais joguei nesta vida: “The Sims”! 

the-sims-4-gamer3

The Sims jogando Sin City! kkk

Quando comprei o jogo, no ano 2000 (eita, faz tempo!), eu era criança e não fazia ideia de onde enfiar um código serial. Eis que foi o meu primeiro e hilário aprendizado, mas a coisa não parou por aí, afinal crescemos jogando The Sims e vários ~dilemas morais~ iam surgindo junto com o jogo! Prepare-se para a nostalgia! kkk

Dá o play e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro! ;)

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

5 Canais de celebridades no Youtube para você seguir

qua

Se você tem a impressão de que ‘tá todo mundo criando canal no Youtube’ (e ainda não sabe se gosta muito disso), respira fundo, toma uma água e volta aqui já já. Porque o post de hoje e o vídeo de hoje são justamente sobre isso: a chegada das celebridades das mídias tradicionais à plataforma de vídeos do Google.

Conheço diversos canais de celebridades, mas to fazendo uma listinha dos meus cinco favoritões que valem a pena se inscrever, incluindo os canais de Karlie Kloss (já falei dele aqui!), Adriane Galisteu, Marilia Gabriela, Celso Portiolli, Regina Navarro Lins e até de Maisie Williams, nossa querida Arya de GoT!

Dá o play e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro! ;)


Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

 

 

Zootopia: um mundo animal incrível e easter eggs do filme

ter

Apesar dos trailers e da super divulgação dos dubladores aqui no Brasil (Monica Iozzi e Rodrigo Lombardi, para citar os principais), o que me levou ao cinema para ver “Zootopia” foram as variadas matérias que diziam se tratar de uma das melhores animações da Disney já feitas.

zootopia1

Os personagens de “Zootopia”

Todas ressaltavam o mundo complexo e funcional inventado para o filme, além do cuidado surreal com a criação de cada pelagem dos animais presente. Para criar os cenários da cidade incrível onde todo animal pode ser o que quiser (american dream?), os animadores se inspiraram em Nova York, San Francisco, Las Vegas, Paris, Shangai, Hong Kong e até em Brasília (!). Ao todo, são 64 espécies de animais na cidade, todos mamíferos, para explorar o conflito central do filme: presas e predadores tendo que conviver de forma harmoniosa.

zootopia2

Embora eu tenha sido levada ao cinema pelas características técnicas, devo dizer que é impossível não se apaixonar pela história da coelhinha Juddy Hopps – que pode se parecer com a de tanta gente humana que você conhece. Criada no interior, ela não se deixa abater pelas críticas ou pelos comentários familiares que insistem em dizer que seu sonho de ser policial é grande demais. Quando alcança seus objetivos, ainda se vê subjugada numa profissão que parece ser feita apenas para ‘machos fortes’ e que não oferece um bom plano de carreira para pequenas mulheres com grande talento. Quanta antropomorfia, minha gente! E obrigada pela representatividade alcançada.

Nesse cenário, surge o outro protagonista: a raposa Nick Wilde. O rapaz-raposa dá seus pulos para sobreviver na cidade grande e acaba se rendendo ao pré-conceito alheio para levar a vida. No universo do filme, há um preconceito geral com as raposas, tidas como traiçoeiras, mentirosas, pouco confiáveis. Cansado de ser mal interpretado, o jovem Wilde decide ser, enfim, a própria má interpretação. Quando todos insistem que você não é confiável e/ou merecedor, dá realmente para ser diferente e insistir? A resposta, óbvio, está no filme.

zootopia3

“Zootopia” tem uma história simples e interessante para as crianças, mas novamente tem aquela dezena de sutilezas profundas e estereótipos muito bem ~sacados que vão fazer todos os adultos da sala gargalharem – especialmente em sessões legendadas, como a que eu fui. Uma das melhores cenas, inclusive com aperitivo trailer, é a das preguiças trabalhando numa espécie de Detran da cidade. Simplesmente impagável!

+ os easter eggs!

Em meio a tanto detalhamento numa cidade imensa, é claro que ainda deu tempo para os animadores distribuírem alguns easter eggs para os fãs, além de referências bem claras à cultura pop (algumas surpresas, aliás, deixo para quem for ao cinema para evitar spoilers!).

zootopia_easteregg5

as pintas do policial Garramansa tem formato de orelhinhas do Mickey!

zootopia_easteregg3

zootopia_easteregg4

A banquinha de DVDs piratas faz referência a vários outros filmes da Disney, como “Frozen”, “Operação Big Hero”, “Detona Ralph”, “Enrolados”, “Moana” e “Gigantic”.

 

zootopia_easteregg1

Também tem easter egg só para olhos muito rápidos: num carrinho de bebê,
passa um boneco do Mickey! 

zootopia_easteregg2

Na cena de apresentação de Tundratown, duas elefantinhas passeiam
fantasiadas de Anna e Elsa, de “Frozen”

Kendall Jenner, quero seu closet: 15 looks para copiar já!

ter

Todas as vezes que eu vejo a famosa pergunta “qual seu ícone de estilo” em qualquer entrevista sobre moda, fico me perguntando que nome eu diria se a entrevistada fosse eu. Não, eu ainda não responderia Kendall Jenner, mas há um bom tempo é o estilo dela que mais tem me inspirado (e inspirado muita gente que eu conheço).

kendalljenner

Comecei a perceber meu Pinterest cada vez mais tomado por Kendallzinha e meus desejos de consumo ficando atiçados frequentemente por peças bem específicas que a moça usa. Cinto duas fivelas? Tênis “nude”? Calças de couro? Todos figurinhas carimbadas nos flagras da moça de LA e muitas vezes ainda difíceis de se encontrar por aí.

kendalljenner_trends

o bendito cinto de duas fivelas em vários momentos, sneaker nude e a “calça perfeita” de couro

O cinto de duas fivelas está sendo uma verdadeira peregrinação para ser encontrado (tô atrás, quando conseguir eu mostro!), o tênis nude ninguém sabe, ninguém viu, e as calças de couro entram na linha “básico-tem-que-ter”, mas encontrar a que fica bem em você pode levar uma vida ou mais. Não depende de tendência, mas sim de modelagem.

Apesar de ter o poder comprovado de lançar ou confirmar tendências, ainda não dá para bater o martelo sobre o estilo da moça. Talvez seja só o fato dela saber traduzir (e carregar!) as tendências do momento de um jeito legal pelas ruas ou talvez seja só dinheiro na conta e a a moda a seus pés. Seja como for, só vamos saber a real com o tempo.

Continue lendo →

Retrospectiva: o melhor do blog em 2015!

qua

Uau! Mais um ano se passou nesta humilde residência online e, devo dizer, apesar das bad vibes  do ano, foi bem produtivo. Além de ter feito uma primeira temporada de vídeos para o canal no Youtube (se inscreve que ano que vem tem mais!), foram em torno de 180 posts compartilhando novidades, opiniões e mantendo vivo esse espaço que, ano que vem, completa 10 (dez) aninhos – talvez você nem saiba que eu existo há tanto tempo na Internet, mas é isso aí minha gente… Um dia eu conto em vídeo essa história online, tá?

retrospcetiva2015

‘eyes and mouth’ via shutterstock


É sempre difícil fazer essa lista de fim de ano e colocar uma lupa na minha própria produção, mas mais uma vez tento trazer aqui aquele resumão com o melhor do site este ano. Tem horas que fico em dúvida nessa eleição, mas o segundo turno é sempre de vocês:
o post com mais shares, leva!

Aproveito, aliás, para agradecer todos os comentários e cada like que vocês deixam por aqui. Sei que em tempos de muito conteúdo nem sempre é possível parar e deixar uma opinião, mas o compartilhamento é uma ótima forma de saber que estamos e continuamos em sintonia! Meu sincero muito obrigada! <3 

Relembrar 2015, shall we? Divirtam-se!

a novidade do ano

Ninguém ficou imune aos poderes de Jessica Jones neste segundo semestre: o bom seriado da Marvel em parceria com o Netflix escancarou tanto o talento de Krysten Ritter quanto o problema com relacionamentos abusivos. O barulho da primeira temporada da série aumentou ainda mais com a passagem dos dois protagonistas pela CCXP em São Paulo. Ponto para a Netflix que, ironicamente, é a “emissora” com mais indicações no Globo de Ouro de 2016.

Jessica Jones, obrigada por falar o que faltava

jessicajones_2

+ Novidades aqui

a melhor resenha

Só “Star Wars” passou imune por aqui (quando é que vai ficar liberado comentar, gente?). Outros grandes lançamentos como “Jurassic World” e “Mad Max” ganharam suas resenhas, fora os textos opinativos sobre vários outros assuntos – desde pulseira fitness até as nossas tradicionais resenhas de restaurantes. Não teve jeito: a resenha de “Divertida Mente” foi um sucesso. Se você não viu o filme ainda, veja! Se não leu o texto ainda, leia!

“Divertida mente”: este filme pode mudar o que você pensa sobre felicidade

divertidamente0

+ Resenhas (sobre tudo isso) aqui

a melhor reflexão

Trabalhar com o que ama e adequar seu sonho a sua renda ou adequar seus sonhos para a renda que você tem fazendo aquilo que ama? Em tempos de crise e desemprego, essa pergunta ecoou alto não só na minha cabeça quanto na de muita gente. O vídeo foi um sucesso de compartilhamentos tanto no blog quanto no Youtube.

Deu ruim: e se nada der certo para a Geração Y?

still_geracaoy

+ Textos aqui

Continue lendo →