O melhor do Halloween em Nova York: os cachorros!

ter

Se tem um rolê imperdível para se fazer em Nova York próximo do Halloween, certamente é dar uma passadinha na ‘Tompkins Square Dog Parade. Todo ano, cães espirituosos e donos criativos (ou ao contrário, acredite) se reúnem devidamente fantasiados para um grande encontro nessa praça no Lower East Side.

Além de explodir sua cabeça e redefinir todos os seus conceitos sobre o que é uma fantasia pet, o evento é gratuito e super divertido. Já estive lá e simplesmente foi uma das coisas mais bacanas que já fiz em viagem: simples, fofo e rende altas fotos lindas! As fantasias deste ano estavam ótimas e rolou até momento ‘back to the future’!

halloweendogs1

halloweendogs2

halloweendogs3

halloweendogs4

margdog

algumas das fantasias na dog parade de 2015

Quando estive lá em 2014, aproveitei também para fazer um vídeo mostrando um pouco do que rola além da zoeira e do concurso de melhor fantasia, contei se os cachorros parecem incomodados e como funciona essa festa. Vale o play! Se for pra NY nessa época do ano, já sabe! <3

Preto é (sempre) o novo preto: estudo prova porque essa é a melhor cor

qui

Você já parou para pensar na impressão que causa ao usar uma determinada cor de roupa? Sem gotiquismos suaves ou fashionismos cegos, uma pesquisa no Reino Unido fez essa pergunta para mais de mil pessoas e o resultado explica porque é que o preto continua sendo o novo preto. E não deve deixar de ser tão cedo.

Homens e mulheres foram questionados sobre suas impressões das mais diversas tonalidades e o preto reinou absoluto em todas as categorias positivas. Segundo os entrevistados, quem usa preto aparenta ser mais inteligente, mais confiante e, adivinhe só? Também mais sexy. Veja, não é que as outras cores não tenham valor, mas o preto é o tiro mais certeiro para se deixar uma boa impressão.

blackisthenewblack2

A cor se mostra uma ótima opção para as mais diversas situações, desde um primeiro encontro até uma entrevista de emprego, e os insights registrados na pesquisa são um verdadeiro tapa na cara de quem gosta de dizer que um tom fechado pode deixar o RH desconfiado. Para 56% das mulheres e 64% dos homens, preto é a cor da confiança – ou seja: sinta-se à vontade para guardar na gaveta aquele conselho de usar azul clarinho na próxima dinâmica empresarial.

Continue lendo →

Quando é que a moda volta? A resposta está na matemática

sex

Você já parou para pensar como é que uma moda volta à tona? Esse comeback dos anos 90, por exemplo. De onde veio? Por que? Algumas décadas criaram imagens de moda tão fortes que vão e vêm ano após ano, como os 70’s, mas o que fez a última década ‘offline’ voltar à tona com tanta força?

90scomeback

sim, qualquer post sobre anos 90 neste blog tem e terá imagens de “Clueless”

A Vogue parece ter encontrado uma resposta, e para quem curte uma inspiração inesperada, ela pode ser um tanto quando decepcionante e matemática. Segundo um artigo da publicação, o aniversário de 25 anos de um determinado estilo pode ser a grande chave para ele voltar à boca do povo. Logo, faça a conta: 2015 – 25, TCHARAM!, temos 1990.

A nostalgia de quem viveu a época pode trazer certas referências de volta, assim como um público crescidinho que finalmente vai poder usar coisas que seus pais gostavam tanto naquele tempo. É uma espécie de oportunidade de provar nos seus próprios ombros os blazers grandes da mamãe, os vestidos camisola ou até, quem sabe, uma pochetinha básica, por exemplo. Junto com um New Balance fofinho pra aliviar. hehe

90scomeback2

Gostei da teoria e acho que faz total sentido, pois coincide com o momento atual de ressignificação do consumo. Os anos 90 foram os últimos ‘offline’ da humanidade e dali pra frente muita coisa se perdeu. Fora isso, hoje marcas de luxo já quebram a cabeça para continuarem inspirando desejo e até as fast-fashion precisam encontrar um caminho mais ‘consciente’ se não quiserem ver seus corredores se esvaziando aos poucos.

Aparentemente, os consumidores estão caminhando para longe da overdose shopaholic dos anos 2000 – mas não comemore ainda. Talvez só esse comportamento esteja em xeque, já que já tem gente vendo calça baixa no horizonte (!). O único alívio é que, pela mesma matemática da Vogue, ainda não precisamos correr para as montanhas. Ainda.

Se você for daquelas que sempre se questiona se a moda vai voltar antes de passar para frente uma peça do armário, agora desencana e manda embora sem medo. Afinal, quem é que precisa de um defunto no armário esperando mais de duas décadas para ser ressucitado? Let it go! ;)

 

Dismaland: a Disney de Banksy

ter

Uma grande área abandonada no litoral do Reino Unido tomou forma para abrigar um dos maiores projetos de Banksy que se tem notícia até o momento: nada mais, nada menos que uma ‘Disney às avessas’.

Com ingresso custando apenas três libras, a instalação em forma de parque abriga obras de diversos artistas e é uma crítica a boa parte do que a gente entende por diversão, desde as placas da entrada até o staff propositalmente mal humorado. Quem precisa de magia, não é?

dismaland

A Dismaland inaugurou no dia 22 de agosto em Weston-super-Mare e segue somente até o dia 27 de setembro. Na programação, já estão prometidos shows do Massive Atack e das russas do Pussy Riot. Segundo relatos, ironicamente o hype está tão grande que já há uma bela dificuldade para comprar ingressos.

Mesmo daqui de longe, vale ver com atenção as imagens publicadas do lugar. Tudo construído totalmente em segredo, assim como a identidade de Banksy. Por quanto tempo? Mais uma vez, tão pop quanto crítico. E bem a tempo da ressaca do verão.

dismaland1    dismaland2  dismaland3  dismaland4

Continue lendo →

Emojis invadem Nova York

qua

Se a geração da internet paleozóica pode se orgulhar por ter sido a primeira a usar gifs, a geração já mobile tem um grande trunfo nas mãos: os emojis. Não conseguimos mais conversar com os amigos sem usar os símbolos, que não são só fofos e bem-humorados, mas muitas vezes nos poupam de muitas palavras (aquela cara de tédio é maravilhosa). E não, não vale só mandar um coração quando você não tem nada a dizer, porque é chato.

O diretor de arte do Brooklyn Brad Warsh resolveu fazer um projeto com o quanto esses desenhinhos já estão nas nossas vidas e transformou várias fotos do cotidiano de Nova York! O resultado é demais e ganhou até hashtag no insta: #emoji_irl. Dá pra fazer em São Paulo, hein? ;)

emojinyc

 

dancinha no fim de tarde! Happy hour alguém?

emojinyc1

O teleférico de Rooseveld Island de outro jeito

emojinyc2

ovos no brunch de domingo

emojinyc3

camelando no metrô. quem nunca?

Continue lendo →

Teste transforma seu instagram em sorvete – de verdade!

qua

icecream_girlsfoto via Shutterstock

Como amante incondicional de sorvete (quem assistiu meu “50 fatos” sabe!), fiquei encantada com a ferramenta lançada pelos sorvetes americanos Talenti Gelato. Na campanha chamada “Flavorize Me”, o sistema analisa suas redes sociais para determinar que sabor de sorvete você seria – e alguns sorvetes vão ser feitos de verdade!

gelatodesign

O sistema olha seus posts e procura notas doces, apimentadas, amargas, salgadas e azedas para determinar seu sabor de sorvete. O mais legal disso tudo é que os sabores mais gostosos vão ser produzidos de fato pela sorveteria e serão colocados a venda. Não é o máximo? Só é uma pena se a campanha ganhar o mundo e os sorvetes eleitos não estarem no país pra presenciar. rs

Analisando meu Facebook e Instagram, peguei uns sabores bem estranhos e o sistema até pediu desculpa pelos “ingredientes” esquisitos, mas aposto que as meninas que adoram publicar #love nas fotos vão conseguir uns chocolates maneiríssimos. rs Vale o teste!

gelato_self