Hoxton: grandes comidinhas, cerveja e música boa na Mooca | #Pinedicas nº1

qui

Não é de hoje que o bairro mais cool da Zona Leste de São Paulo vem se enchendo de novidades: tem hambúrguer sensacional , bar de cerveja e queijo que faz(ia) muita gente atravessar a cidade (a ponto até de inaugurar uma unidade em Pinheiros!), festa nos trilhos do trem e ainda tem muito mais nessa lista que eu mesma ainda preciso compartilhar ou conhecer – para depois contar por aqui, claro. Enfim: depois de um longo inverno sem dicas ~gastronômicas~ neste famigerado site, voltamos à ativa com um novo nome para esta tag (comentem o que acharam do trocadilho e riam comigo, por favor, obrigada!) e com uma dica nesse bairro tão querido: o Hoxton Bar!

hoxton

ambiente do Hoxton Bar

Antes de mais nada, é importante dizer que, apesar dos pesares, nossa Mooca ainda tem poucas opções para o público potencial que tem. E isso é percebido facilmente quando simplesmente não há mesas para sentar num bar como o Cateto, citado lá em cima, ou quando há uma espera gigante por uma mesa na incrível A Pizza da Mooca (essa tô devendo contar aqui!). Pior ainda é o susto que é tentar a sorte para comer no Cadillac Burger num sábado à noite hoje em dia. Não duvido que muita gente acabe desistindo. Por isso mesmo, encontrar um novo lugar bom e que (ainda) comporta seu público, é quase um alívio para quem mora por essas bandas – sabe como é, o Uber encareceu e beber longe de casa nessa crise… Não tá sendo fácil. rs E veja só: o lugar não toca sertanejo.

Nada contra sertanejo, tenho até amigos que são (risos), mas para quem não é fã, como eu, alguns lugares chegam até a ser impeditivos por conta da trilha sonora, do DVD tocando e dos 10% pro garçom que aumenta. Você só queria beber, sabe? Enfim, prefiro evitar. E no Hoxton uma trilha sonora deliciosa me surpreendeu e separou o bar da concorrência: toca rock, indie e até um Justice de leve para apimentar as coisas. Quem diria! Mas vamos falar do que interessa.

hoxton_bar0

o cardápio

Nada de muitas páginas cheias de pratos: são 9 porções/petiscos, mais alguns sanduíches e só uma sobremesa na casa, um mil-folhas que não provamos, mas que parece realmente algo. Os preços são amigáveis e as porções são super fartas: os pasteizinhos saem por 28 com 9 unidades grandinhas e o franguinho a passarinho custa R$30 e vem super bem servido e suculento.

hoxton_bar1

hoxton_bar5

o frango a passarinho e os pastéis sequinhos do Hoxton

Sem saber de toda essa fartura, também experimentamos os bolinhos da casa, feitos com farofa de castanha de caju e recheados com ricota, acompanhados de geléia de damasco. Mais uma porção bem servida, vegetariana e diferente, “quase” light. Só não é leve de fato porque os bolinhos são fritos, mas chegam tão sequinhos no prato que até achamos que eram assados.

hoxton_bar

os bolinhos da casa com farofa de castanha e geléia de damasco

O jeitão rústico de servir não compromete: o preço pé no chão e as porções recheadíssimas fazem do Hoxton também um bom lugar para comer. A carta de cervejas não é das mais extensas, mas tem bons exemplares com preços razoáveis e as bebidas são servidas em copos, não em potes (que bom!).

Já a carta de drinks foca mais em caipirinhas, para minha tristeza: um bom bloody mary teria feito eu me apaixonar de vez pelo lugar. De qualquer forma, poder comer um frango a passarinho suculento com uma Colorado geladíssima me deixou um bocado feliz.

Outros pontos altos do lugar: comandas individuais caso a mesa queira e um ambiente externo que, durante o dia, permite que os clientes venham com seus cachorrinhos. Uma graça! Na próxima, vou querer um sanduíche e o tal mil-folhas.

hoxton2
VAI LÁ: R. Ibipetuba, 182, São Paulo, SP. Horários, cardápio e informações extras aqui.

Tradi: a hamburgueria que sabe ser gourmet sem firula

ter

Em meio ao antro coxinha da Vila Nova Conceição, uma hamburgueria nasce para fazer todos os raios gourmetizadores tremerem. Anote este nome e coloque na sua lista de lugares para comer: a Tradi veio para ficar.

Com a sede de chamar a atenção na concorrida cena de restaurantes desta cidade de São Paulo, já sabemos que está cheio de estabelecimento pensando só em decoração, só em cerveja gourmet ou só em qualquer coisa que não seja fazer o mínimo aceitável. Ou, quando fazem, cobram um exagero inaceitável por isso.

tradi_salao2

o salão da Hamburgueria Tradi em São Paulo

Tendo esse cenário em mente, é fácil perceber porque a Tradi mal inaugurou no final de 2015 e já aparece em vários guias da cidade: quando o trivial é bem entregue, nada pode dar errado. E o que mais, meus caros, pode ser mais importante num sanduba que um pão quentinho adequado e uma carne deliciosa – um blend secreto da casa- no ponto exato? Pois é. Junte a isso um bom atendimento e preço legal (e uma área externa bacaninha pra esse verão) e bingo!

O cardápio da casa (todo online) se divide em receitas de sanduíches tradicionais e gourmet. Na primeira seção, sanduíches no melhor estilo “das antigas”, com carne fininha, queijo prato e variações de salada e molhos para acompanhar. É aí que encontramos o “Ipiranga”, inspirado no hambúrguer da já tradicional lanchonete Seu Osvaldo, que leva molho de tomate pelado. Muito gostoso, mas menorzinho – e com preço menor também: R$16,99. Certamente alguns vão trocar a sobremesa pra experimentar esse. rs

tradi2

o hambúrguer “Gringo” por R$23,11

Já no time “gourmet” estão os deliciosos Castelões e Oráculo, criações da casa ótimos para sua primeira pedida. Ambos trazem 180g do tal blend secreto de hambúrguer, uma receita que leva três tipos de carne bovina. O ponto da carne também é sempre perfeito: centro rosado. Esqueça aquela história de pedir pelamordedeus para que o sanduíche venha ao ponto. Eu, pelo menos, já estou tão cansada de casas que não sabem respeitar o pedido “ao ponto”, que comecei a pedir sempre ponto menos – e ainda assim recebo carne cinza às vezes. tsc tsc

tradi3

o hambúrguer Vila Nova: cheddar, anéis de cebola, bacon e barbecue à parte

Fora do cardápio também aparecem algumas novidades que são divulgadas via Facebook. Na  minha última visita, experimentei o “Vila Nova”: bacon, cheddar inglês (delicioso), anéis de cebola e um bom barbecue à parte para acompanhar. Digno de nota: um ótimo barbecue, viu? Tem sabor de defumado e não de catchup queimado. rs

tradi1

Porção fritas tradi, R$12,11

Agora chegou a hora delas: as batatas! Embora a casa tenha uma boa no estilo rústico, com aquele combo conhecido de alecrim e alho, as fritas tradicionais finas são gostosas, mas realmente não chegam à altura dos sanduíches. Se há um ponto a melhorar, deixo aqui a minha sugestão. Em todo caso, por R$12,11 duas pessoas aproveitam bem o acompanhamento e vão desejar ter um potinho extra dessa maionese para acompanhar.

As sobremesas ainda não provei, mas já vou guardar espaço numa próxima visita. ;) Com esses preços, duas pessoas comem e tomam cerveja(s) por menos de R$50 cada um. E tem uma pegadinha: em homenagem à cidade, quase todos os valores terminam com “11”. Simpático!

 

tradi_salao1

VAI LÁ: Rua Diogo Jácome, 391, São Paulo, SP. Horários, cardápio e informações extras aqui.

Vinho no verão: testei o serviço da Sonoma

sex

Até pouco tempo, muita gente tinha o pré-conceito de que vinho era bebida de inverno e cerveja uma bebida de verão. Pois que engano, minha gente! Amo cerveja também, mas poucas coisas são mais deliciosas que um vinho geladinho no calor e à beira da piscina. Se for um prosecco muito bem acompanhado então, melhor ainda. Como admiradora de vinhos, já tenho percebido que essa cultura mudou um pouco, mas ainda vejo muita gente na dúvida: que bebida comprar, afinal, no calorão?

wine_sonoma

vinho, sol e mar também combinam!

A resposta para a pergunta é muito, muito simples: um vinho que te agrade. rs Você pode até pensar em harmonização com pratos, mas antes de tudo acredito que a bebida deve proporcionar prazer, um bom momento entre amigos e uma experiência gastronômica interessante (por que não?). Acho que nós brasileiros ainda estamos nos educando nesse hábito de tomar vinhos e não há problema algum em ir experimentando até descobrir do que gosta.

Ao longo da minha humilde “experiência”, aprendi bastante na tentativa e erro e fui usando aplicativos como o Vivino para catalogar as bebidas que eu curtia (ou não). Aproveitei viagens para provar coisas diferentes e vivo explorando a sessão no supermercado, mas sinceramente ainda sentia falta daquela recomendação mais esperta, sabe? Exatamente por isso gostei bastante da iniciativa da loja Sonoma.

No final do ano, eles me convidaram para conhecer um Prosecco da casa e também me ofereceram o frete “vinho rápido”. Nesse serviço, você compra a bebida e ela chega no mesmo dia na sua casa, antes das 21h da noite. Isso mesmo, bem a tempo do jantar! rs A ideia é simplesmente sensacional para quem resolve marcar uma confraternização em cima da hora ou está prestes a viajar e quer levar um vinho.

Ao contrário de outros sites que disponibilizam muitos rótulos e dão poucas informações sobre eles, encontrei descrições detalhadas e boas dicas de como degustar melhor o produto lá na Sonoma. Também achei os preços interessantes – e se existe um outro conceito equivocado nesse meio é de que vinho bom é vinho caro. Definitivamente, não é. Basta lembrar que há pouco tempo atrás, o Toro Loco, um vinho de apenas 8 euros, foi eleito o melhor do ano (!).

sonoma

meu Prosecco em clima de Revéillon! rs

Não cheguei a testar o clube de vinhos do site, que me parece um pouco diferente de outros da concorrência, porém achei o sistema de recomendações bem interessante, especialmente para quem já curte e quer aprender mais sobre a bebida – definitivamente, o meu caso!

ps: vocês curtem esse assunto? Vamos falar mais a respeito? <3

 

Kobe burger e gatêau de doce de leite: delícias da nova Hamburgueria Nacional

qui

Para ver tudo o que já contei nesta tag, clique aqui.

Muito antes das hamburguerias começarem a pipocar loucamente por São Paulo, uma ‘lanchonete chique’ chamava a atenção no Itaim: tinha um milk shake de Nutella que valia a ida e hambúrguer absolutamente saboroso – isso numa época em que sanduba era feito com carne fininha e sem grandes firulas. Essa era a Hamburgueria Nacional há 10 anos atrás, restaurante do chef Jun Sakamoto que só agora inaugura sua segunda unidade, em Moema.

Com um salão claro, abertão e uma cozinha bem à vista para encher os olhos de qualquer amante de um bom hambúrguer, a casa está com cardápio renovado e opções bem alinhadas com o que o paulistano, agora acostumado com bons burgers, procura por aí. Como a concorrência hoje em dia é grande, te dou um bom motivo para ir até lá: a casa serve Kobe burger, feito com uma das carnes mais caras e saborosas do mundo, a dos bois Wagyu, de origem japonesa.

burgernacional1

Menu: sanduíches e porções da Hamburgueria Nacional

Por R$70 dá para experimentar a iguaria, que vem servida com queijo catupiry, ou então customizar os acompanhamentos à vontade. Foi o que fizemos no dia da visita ao restaurante, para experimentar a belezinha em grande estilo. A carne é extremamente suculenta e saborosa e, apesar de alta, não pesa em momento algum: parece desmanchar na boca.

burgernacional3

Kobe burger com bacon e gorgonzola

Se você é do time dos bem passados, melhor passar longe dessa escolha: o lance aqui é pedir ao ponto para poder sentir toda a suculência do kobe burger. E não hesite em verificar se o ponto está de acordo com o pedido, afinal, se isso já é fundamental em praticamente qualquer hambúrguer, nesse aqui é simplesmente o principal da experiência.

Antes que você aí pense, já me adianto: realmente, não é uma escolha para ser feita sempre. Muitas vezes decidimos comer um hambúrguer não só porque amamos, mas também para economizar e ser mais práticos, o que nesse caso simplesmente não rola. O kobe burger não é um lanchinho: está mais para uma experiência para quem ama hambúrguer e tem curiosidade de provar essa carne.

burgernacional4

Para completar o sanduíche, o bacon torradinho e o queijo gorgonzola da casa fazem uma dupla perfeita de acompanhamento. A maionese clássica é correta: não rouba a cena com tempero em excesso, o que seria um pecado diante de tantas delícias encaixadas entre duas fatias de pão.

Por outro lado, a maionese verde chama bastante a atenção: experimentamos com a gostosa batata spice, apimentadinha e crocante. A porção é ótima para aquietar dois famintos enquanto o hambúrguer não chega.

burgernacional2

Batatas spice: pra quem ama pimenta

Se ainda sobrar espaço para dar uma olhadinha no cardápio de sobremesas, não se espante se os milk shakes chamarem mais a atenção: são varias opções e, claro, o de Nutella continua no menu. Mas, no bloco de sobremesas mesmo, quem brilha é o petit gatêau de doce de leite, que leva canela e vem acompanhado de sorvete de baunilha.

Os fãs de doce de leite vão até esquecer que um dia provaram gatêau de chocolate! :P hehe

burgernacional5

Com preços de sanduíches a partir de 30, a Hamburgueria Nacional é uma ótima pedida para ir com amigos e família: mesas grandes não faltam no salão e ninguém se chateia com o cardápio super democrático e com opções vegetarianas. Só ficou devendo pão integral e batata doce rústica! :P

burgernacional6

VAI LÁ: Avenida Ibirapuera, 2835, São Paulo, SP. Horários, cardápio e informações extras aqui.

Teste transforma seu instagram em sorvete – de verdade!

qua

icecream_girlsfoto via Shutterstock

Como amante incondicional de sorvete (quem assistiu meu “50 fatos” sabe!), fiquei encantada com a ferramenta lançada pelos sorvetes americanos Talenti Gelato. Na campanha chamada “Flavorize Me”, o sistema analisa suas redes sociais para determinar que sabor de sorvete você seria – e alguns sorvetes vão ser feitos de verdade!

gelatodesign

O sistema olha seus posts e procura notas doces, apimentadas, amargas, salgadas e azedas para determinar seu sabor de sorvete. O mais legal disso tudo é que os sabores mais gostosos vão ser produzidos de fato pela sorveteria e serão colocados a venda. Não é o máximo? Só é uma pena se a campanha ganhar o mundo e os sorvetes eleitos não estarem no país pra presenciar. rs

Analisando meu Facebook e Instagram, peguei uns sabores bem estranhos e o sistema até pediu desculpa pelos “ingredientes” esquisitos, mas aposto que as meninas que adoram publicar #love nas fotos vão conseguir uns chocolates maneiríssimos. rs Vale o teste!

gelato_self

5 restaurantes românticos favoritos em São Paulo

qua

jantar_romantico

Onde o casal vai jantar hoje? 

Pode ser para o Dia dos Namorados que está chegando, ou para qualquer outra data especial: às vezes um casal simplesmente precisa de uma noite incrível para celebrar e um bom restaurante tem um papel essencial nesse tipo de ocasião. A cidade de São Paulo está cheia de boas opções, mas eis aqui os meus favoritos para quando uma luz de velas e um bom vinho certamente precisam estar na mesa. <3

Aviso aos navegantes: os preços pesquisados servem como guia e podem variar. De forma geral, indicam a média por pessoa por jantar, mas vale dar uma olhada nos sites e redes sociais de cada casa para informações atualizadas, afinal, tudo depende do seu pedido. Bom apetite!

5 restaurantes para levar seu amor em São Paulo:

donostia

Donostia

Dividir pequenos pratos com alguém já é romântico e divertido por concepção, logo, nada melhor que um bom restaurante espanhol. Casais novatos, acredito eu, vão curtir 100% a experiência. Os não-novatos e fãs de cozinha espanhola também, é claro. rs O Donostia cresceu e mudou de endereço, mas as tapas que o tornaram famoso continuam lá. O clima é intimista, de luz baixa e quente. Refresque-se com a sangria da casa, que é fan-tás-ti-ca.

Preço: a partir de R$70

forquilha

Forquilha

Um favorito que, de tão especial, faz qualquer jantar se tornar algo só pelo ambiente. Gosto de locais que me transportam para outro espaço-tempo e o Forquilha certamente é um deles, especialmente no inverno. O restaurante tem uma série de pratos preparados no forno à lenha, mas meu favorito inseparável é o gnocchi com gorgonzola e presunto cru. Cito categoricamente o prato porque irei até lá indefinidamente só para comer isso.

De resto, não abra mão da tigelada de goiaba na sobremesa e divirta-se com o sistema de vinhos do local, que permite provar uma série de taças diferentes sem se comprometer com uma garrafa completa. Resenha completa aqui.

Preço: a partir de R$70.

Continue lendo →