O look do dia que não tem rosto

qua

Se roupas são um excelente meio de expressão para pessoas, pessoas são também cabides com excelente expressividade para acompanhar as roupas. Mas e se o “cabide” perdesse sua principal forma de expressão e fosse apenas um suporte para o que as roupas podem ser? Será que elas ainda assim carregariam algum tipo de expressividade? De sentimento?

A fotógrafa alemã Guda Koster publicou uma série de fotografias em que ela desafia a forma como usamos roupas e escancara que às vezes o que sentimos transparece na escolha do inofensivo “look do dia”. Você pode sorrir o quanto quiser: uma bad vibe pode estar nos trajes mesmo assim. Não é à toa que uma roupa alegre pode acabar influenciando positivamente um dia meia boca.

facelesslook3

Dá pra ser feliz no trabalho assim?

Guda faz todo trabalho sozinha: planeja o styling, registra as imagens usando o timer da câmera e faz do próprio corpo uma espécie de tela para estranhas esculturas. Algumas das minhas imagens favoritas:

facelesslook2

facelesslook7

facelesslook6

facelesslook5

facelesslook4

facelesslook1

facelesslook8

Mais trabalhos no site oficial de Guda Koster.

Comentários via Facebook

Deixe seu comentário