Guilty Pleasure? 6 filmes ruins que eu adoro e não nego

qua

Sabe aqueles filmes que são tão ruins que dá até vergonha de admitir que, lá no fundo, você adora? Pois é disso mesmo que estou falando no vídeo de hoje: dessas nossas intimidades de entretenimento. Todo mundo adora ostentar um filme cabeça, uns diretores fodões, mas ninguém fala dos caça-níqueis que não só te pegaram quanto você curte em segredo, né? rs

Indico hoje no canal 6 filmes ruins, mas que eu adoro, e explico o porquê. Quem sabe pode te entreter num Netflix mais próximo? ;) Dá o play e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro! ;)

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

Sempre atrasadas: nossa vida corrida e como (tentar) dar conta de tudo

qua

Aparentemente a quantidade de coisas que temos para fazer sempre anda de forma inversamente proporcional ao tempo que temos disponível. Isso porque nem entrei no tema: tenho tempo, falta dinheiro x tenho dinheiro, falta tempo, porque ele ainda pode piorar quando a gente não tem nem tempo, nem dinheiro. rs

Estamos sempre respondendo “na correria” quando alguém pergunta se está tudo bem e nos virando em 30 para dar conta do mínimo necessário. Ler, então, virou um passatempo de luxo para muita gente – eu mesma: com canal, blog, trabalho fixo e treino diário, li pouquíssima coisa esse ano todo e morro de vergonha disso. Por essas e outras, resolvi falar dessa correria toda no vídeo dessa semana: ela gera ansiedade e MUITO atraso.

Quem nunca se sentiu atrasada para dormir? rs Dá o play e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro! ;)

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

Lollapalooza: vale a pena pagar (quase) mil reais para ir ao festival?

qua

O lote atualmente à venda para ir aos dois dias de shows do Lollapalooza sai por quase R$1.000. Será que vale a pena? Essa é a pergunta que muita gente se faz, especialmente diante de um lineup polêmico – Metallica e Strokes de headliners? Que ano é hoje? Enfim.

Sou apaixonada por festivais, estive no Lolla desde a primeira edição em São Paulo e pra mim pouco importa quem fecha o dia no palco principal: o importante é ver shows bacanas ao longo do dia e também abrir os ouvidos e o coração para bandas novas, coisa que o Lolla sempre consegue fazer.

No vídeo desta semana, comento se vale a pena a grana do ingresso e como montar seu lineup do que assistir de forma realista – não, você não vai atravessar o espaço do festival em 5 minutos. Supera! rs

Dá o play e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro! ;)

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

Aniversário, essa data tão estranha

seg

Nascer no dia 12/10 é uma experiência no mínimo curiosa e talvez tenha me dado vários motivos para não curtir (tanto) assim o momento de ficar mais velha e assoprar velinhas. Já fui daquelas super fãs, de fazer festa e distribuir convites, mas ah… A “adultescência” conseguiu ir mandando aos poucos várias dessas coisas embora. No último vídeo que publiquei no canal, falei justamente sobre isso. E não me venha com aquele papo de: “ah, mas pelo menos é feriado” – acredite se quiser: nos últimos anos, se eu não trabalhei na data, é porque estava de férias. rs

Dá o play e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro! ;)

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

Games x filmes: por que tantas adaptações dão errado? Um papo com a Nat Kreuser!

seg

Estamos cansados de ouvir que “o livro é sempre melhor que o filme”, mas… Não só isso nem sempre é verdade, quanto no mundo do entretenimento outras variantes entram em jogo, por exemplo no caso dos games! No último vídeo do canal, comento com a minha amiga e youtuber Natalia Kreuser sobre adaptações polêmicas de jogos para o cinema e o porquê de muitas delas darem tão errado – ou tão certo!

Falamos de “Detona Ralph”, “Pixels” (já rolou resenha aqui!), “Tomb Raider”, “Mortal Kombat” e muitos outros… E, claro, também discutimos quais jogos deveriam virar filmes e quais filmes mereciam bons jogos! E você, qual seu filme de jogo/jogo de filme favoritos?? ;)

Dá o play e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro! ;)

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

O curioso caso das nudes: por que mandar coisa para quem não pediu?

qua

Já li umas várias matérias em sites sobre comportamento do mundo todo e parece que a tendência é real: os homens realmente estão mandando fotos de seu membro para quem quer que seja. Inclusive para quem não pediu. Inclusive como estratégia de sedução (que erro, meus amigos!).

Depois de passar bons tempos sobrevivendo ao meme do “manda nudes” somente na zoeira, finalmente fui atingida por fotos que eu não queria ter visto e em horários ou situações que não faziam o menor sentido. Já aconteceu com você? Ou você já foi a pessoa mandando a nude fora da época? Pois é, então hora de ver o vídeo de hoje! hehe

Dá o play e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro! ;)

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.