O pop botou a cara no sol: 6 vídeos pra ver da última semana

ter

Se este ano as coisas estavam ainda meio pacatas para boa parte da galera do pop e animadas apenas para quem passa acima dos 128 BPM (alô saudades do Tomorrowland!), nos últimos dias a cena mudou junto com os primeiros sinais de que o verão no hemisfério norte se aproxima.

taylor

Taylor Swift no #BBMAs e a eterna cara de “isso tudo” quando faz strike de prêmios

Enquanto a gente vai esfriando as poucos por aqui, lá a galera está on fire tentando lançar o hit da estação. Entraram vídeos novos em jogo, projetos especiais e até artistas que poderiam ter ficado quietinhos em casa resolvendo botar a cara no sol. Prepara a playlist e se joga nos seis vídeos que você deveria ter visto na última semana!

1. taylor swift: “bad blood”

Fazia tempo que um vídeo não era tão aguardado e antecipado desta maneira. Taylor Swift fez o marketing direitinho e chamou todas as bff’s famosas para um vídeo recheado de referências de filmes de ação e heróis. O resultado é super cinematográfico, mas deixa uma sensação estranha de ter sido um trailer: muito suspense, pouca resolução. Apesar de lindo, o vídeo com gostinho de quero mais me chateou: cadê a batalha final? Libera essa mixaria, Taylor!

obs: alguém mais ficou chocado com a vibe not a girl not yet a woman de Selena Gomez? Eu sim. #decara

2. britney spears e iggy azalea: “pretty girls”

Neste clipe anos 80 com calça baixa, a querida Britney Spears e a rainha do dueto Iggy Azalea fazem as melhores amigas com estilos bem diferentes. Britney, loira terráquea, transforma Iggy na melhor alienígena que ela poderia ser na Los Angeles de uns anos atrás. As duas dão rolê de carro juntas, dançam na balada e aprontam altas aventuras.

Eu acho a música gostosinha sim (me julguem), mas achei o vídeo só “bonitinho”. Obviamente esperava mais deste dueto aí. Talvez, sei lá, seja culpa da nossa expectativa de adolescente que sempre espera ver Brit renascendo. Ou amadurecendo, o que também não faria mal nenhum.

3. miley cyrus e ariana grande: “don’t dream it’s over”

E eis o clipe que vai ser um colírio de ouvidos no meio deste post todo. O projeto Backyard Sessions de Miley Cyrus tem o objetivo de arrecadar fundos para jovens em risco e, para isso, a fofa está se esforçando com clipes e parcerias super especiais.

Num dos melhores vídeos, ela e Ariana Grande cantam um hino dos anos 90 fantasiadas de unicórnio e ratinho num sofá inflável. Para quem, como eu, já está apaixonado por Miley nesta nova era, vale ver também outros clipes do projeto, como esta versão de “Androgynous” com Joan Jett e Laura Jane Grace.

Continue lendo →

SPFW – Fatos do dia 2 (featuring Paris Hilton)

sex

Então né, não vou falar sobre ontem porque já é quase uma da manhã e amanhã (hoje!) levanto cedo para um desfile fora da Bienal. Logo, sou filha de Deus e preciso descansar a mente e os meus queridos pés que me aguentaram o dia inteiro. Masss tá aí, algumas observações do dia pra quem queria:
.

Claudia Leitte grava cenas de “Ti Ti Ti” com Ingrid Guimarães: mini tumultinho porque Claudia move um pessoal. Ticiane Pinheiro estava perto na hora e acabou não recebendo tanta atenção.

Máquina do café consertada é motivo de fila na sala de imprensa, porque a maldita tava quebrada desde ontem e quem tá trampando o dia todo precisa de gás extra. Alô, cadê as meninas do energy drink da temporada passada?? Estamos com saudades, bjos!


@ SPFW Verão 2011

Entrei no desfile da Ellus e achei essa passarela exótica: meninos só desfilaram de um lado, meninas só de outro. Depois inverteram e essa tela ficou no meio da passarela o tempo todo. Achei lindo, mas também achei que prejudicou a visão do pessoal. Vi gente que entrou no lado “mais das meninas” querendo cobrir moda masculina. Ruim, né?

PPPPAAAARIS

A PARIS É DIVA. Se existe uma pessoa exemplo de reconhecimento pelo que faz, é a Paris. Afinal, ela não faz nada e tem muito reconhecimento. Imagine se a danada atuasse bem, que loucura?  De qualquer forma, ela tem um belo rostinho de boneca e um corpo hot.

Chatroulette, a vivência.

sex

o que será que Paris Hilton achou do Chatroulette? hm.
.

Eu já tinha lido sobre, visto, passado os olhos e tudo mais, mas nunca tinha realmente deixado o site Chatroulette.com carregar a imagem da minha câmera e exibí-la randomicamente para um estranho de qualquer lugar do mundo.

Sim, se você não tinha entendido até agora qual o grande hype da coisa, está aí: novamente o voyeurismo, agora sem limites e sem a menor necessidade de criar um mínimo de intimidade para mostrar a sua imagem live. Esqueça aquele papo de “não ligar a webcam” na primeira conversa. No Chatroulette, a pessoa vai olhar pra você ali se movendo e aí sim decide se quer continuar o papo. Se não quiser, aperta o cruel botão de NEXT.

Quando abri o site, já dei de cara com um inglês. Não, não era um tarado. Não, não era um órgão sexual masculino (sim, existem muitos “conversando” por lá), mas ele logo veio com as graças de todo bom gringo que circule na internet a fim de sexo transcontinental: “are you brasilian? are you hot? are you yada yada yada”?.

Fiz a egípcia e ignorei, falei “well, maybe” e continuei com uma carinha simpática. Tratava-se de uma experiência puramente antropológica e quis ver quanto tempo levava para ele desistir de querer ver algo mais e apertar o tal botão de next. Nem precisou muito, não. Depois do meu talvez e de uns 10 segundos, beijo e benção: levei meu primeiro next.

A sensação é estranha, e confesso que eu realmente achei que deveria ser um pouco triste essa coisa de dar next. Quer dizer, dar um next na vida real seria virar as costas, sair andando e nem precisar falar tchau para o outro coitado tentando desenvolver um diálogo. Eu tive dó de dar next.

Daí veio um órgão sexual masculino. Ok, next. Outro. Tá, next. Mais um. Dei next. E, ops, mais um britânico interessado em você sabe o que. Mais rápido que o primeiro, já imendou um “do you have a nice ass?” depois do “where are you from” e eu imendei um PRÓÓÓXIMO!

Um garoto. Um menininho. Menininho, por que seus pais te deixaram aí no computador vendo essas coisas? Sai daí menininho. E, é, foi muito legal a tentativa de conversar com você, mas, desculpa. Next. Sim, eu dei next no pobre do garoto – mas espero que isso tenha servido de lição para ele sair do pc e estudar. Ou jogar videogame. Ou então entrar de uma vez por todas num site pornô, assim pelo menos ele ficaria 100% atento a quem chegasse pelas suas costas.

Tudo isso, sabe por que? Porque logo em seguida encontrei um casal na maior atividade em frente ao monitor. Ela com a mão lá, pele branca, pelos à mostra e ele, pele branca, pelos e companhia limitada à mostra, além de uma dose de intimidade alheia que eu simplesmente não estava afim de ver. Dei ESC.

E pra essa modinha, um belo next, obrigada.

Paris faz a Barbie.

qua

Eu já tive uma festinha de aniversário da Barbie. Acho que toda garota já teve, não? Barbie, Minnie, Princesas da Disney e qualquer outra personagem fofa com linha completa de festa infantil (convite, chapéu, vela, guardanapo, pratinho e copinho).

É claro que a última festinha temática que eu fiz foi para comemorar meus 11 aninhos. Depois disso, todas eram bailinho e ah né, mãe? Não sou mais criança!” . Pois é. Agora, um minuto de silêncio, já que o post de hoje é para contar a triste história de uma pobre garota loira que resolveu fazer uma festinha da Barbie para comemorar seus 27 anos:


Paris abafando no figurino Mattel


A galerinha que foi à festa vestida a caráter

.
Sim! Aparentemente o cérebro da Paris (?) derreteu e, apesar dela ter comemorado o aniversário de 26 anos de forma mais adulta (leia-se: fazendo um strip para os convidados), este ano ela fez questão de contratar a melhor equipe de maquiagem artística, de forma a proporcionar momentos gostosos de flashback da infância para seus convidados. Tá, mentira. Mas que parece, parece.

Só sei de uma coisa: se eu estivesse nessa gandaia hot, correria pra tirar foto com esse gatinho montado na pose, com peruca chanel rosa bebê. A sensualidade dele compete par-a-par com a da dona da festa. Acho justo e acho válido.

Mas, enfim, o povo quer saber: cadê o Ken?!!! 8)

Deixe o mundo mais pink!

qui

“Deixe o  mundo mais pink” é a nova campanha da Capricho para as meninas tomarem uma atitude mais positiva diante da vida, mais alegre, mais leve, muito mais pink! Junto com a campanha, a revista acaba de mudar seu design, com novas fontes, mais cores e o fim daquelas frutinhas pentelhas na capa. Aliás, as frutas apareceram a primeira vez enquanto eu ainda trabalhava por lá. Eu saí em novembro do ano passado e elas persistiram até a edição passada, bem chato! Mas, enfim, não é disso exatamente que eu vou falar, e quem quiser saber mais sobre a campanha e o novo design da revista, pode ler no blog da Lia.

O que eu vou falar mesmo… Bom, eu vou falar mesmo é sobre os vídeos incríveis das celebridades que estão no site da campanha! Eu vou ter que falar porque, tipo assim… Quem dublou as celebridades é muito foda. De boa, paguei um pau. Que voz, que interpretação, que timing! 8)

Tá, pessoas! Eu confesso! :D
Este foi o meu primeiro job como dubladora e quem entrar no site vai ver Fernanda Pineda dublando Britney Spears, Madonna, Pink, Alessandra Ambrósio e Ashley Tisdale! E, claro, ainda vai dar boas risadas com os textos hilários escritos pelo meu querido ex-chefe, Phelipe Cruz, que foi no programa da Marimoon e teve a audácia linda de dizer que Felipe Solari é amigão da família SandyJrLima. Paguei um pau.

Aliás, quando forem assistir, comecem pelo da Britney. É sensacional. Juro. E, bom, lá vocês também ouvirão Lari Menon, minha bff, dublando Paris Hilton, Avril Lavigne e Beyoncé!

Tá, chega de blablabla. Vão lá conferir nosso trabalho e depois me contem o que acharam! 8)