Respondendo a TAG: Você é Feminista?

sex

Nesta semana de reflexão tão importante para nós mulheres, resolvi finalmente gravar uma tag famosa no Youtube chamada “Você é feminista?”. Assim mesmo, com um ponto de interrogação – e a resposta é sim, claro. No vídeo, conto um pouco sobre como tive contato com o movimento pela primeira vez e também sobre como fui me desconstruindo ao longo dos anos. Acho impressionante como a maioria de nós mulheres, mesmo às vezes sendo criadas só por outras mulheres, acabamos reproduzindo valores e comportamentos extremamente nocivos para nós mesmas. Fico realmente feliz de poder falar sobre isso abertamente – se não agora, quando, certo? Mas, sem mais delongas, convido vocês a verem o vídeo! <3

Aproveita e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro!

 

As perguntas da TAG “Você é feminista?” para quem quiser copiar no seu blog/canal/redes sociais:

1) O que é feminismo pra você?
2) Quando vc descobriu que era feminista?
3) O que você mais escuta quando fala em “feminismo”?
4) Pra vc, qual a maior evidência de que o feminismo é necessário?
5) O que vc mudaria no movimento feminista no Brasil?

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

Vlog da ressaca: Carnaval, maratona de Oscar, preguiça e faxinão!

sex

Depois de cinco dias de festão (ou não! rs), o vídeo da semana é mais ou menos um resumo do que foi meu Carnaval. Fui gravando um vlog bem descontraído ao longo do feriado e mostrei desde minha maratona de filmes do Oscar até alguns treinos na academia e a festa da Heineken que fui no sábado – quem me segue no Instagram @feepineda certamente já viu algumas fotos!

gifcerto

A ideia de fazer o vlog partiu de algumas sugestões que já recebi, de mostrar o dia-a-dia, mesmo que editado, mas de uma forma mais crua e ~gente como a gente~. Vamos ver se vocês curtem! ;)

Aproveita e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro!

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

Quais são os sinais de que está na hora de parar de assistir uma série?

sex

Netflix, HBO, Fox… Quantos canais de séries você assiste ultimamente? E quantas séries você só assiste porque está habituado, mas lá no fundo já te encheram o saco? No vídeo de hoje, mostro 5 sinais de que está na hora de você abandonar esse seriado que só te dá desgosto – querida Walking Dead, estou QUASE olhando pra você! kkk 

Aproveita e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro!

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

Eu Não Sei Lidar: uma paródia para a música ‘City of Stars’, de ‘La La Land’

qua

Depois de assistir “La La Land” e me viciar na música original do filme “City of Stars”, tive a ideia de fazer uma paródia da música que transmitisse essa ~angústia surreal que a gente tem de querer ver todos os filmes, assistir todos os seriados, jogar todos os jogos (ler todos os livros, fazer todos os cursos, etc) e saber que nunca vai dar certo conciliar todos estes desejos com a vida adulta, com o trabalho e com nosso tempo escasso.

Explicações filosóficas à parte, o vídeo acaba de entrar no meu canal no Youtube e estou realmente super orgulhosa do resultado. Foram três dias de gravações, para o áudio e para o vídeo, e mais três dias de edição para chegar a este ‘quase clipe’! Espero que curta e, claro!, se você também NÃO SABE LIDAR, compartilha com os amigos! hahaha ;)

Aproveita e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro!

source

Minha coleção de Funkos: as histórias, onde comprar, vale a pena importar?

sex

Se você já assistiu algum vídeo meu, certamente já viu minha prateleira recheada de toys logo atrás de mim! Pois é: o vídeo de hoje é justamente para contar a história dos brinquedos e também dar dicas de onde comprar, se vale a pena importar direto aqui do Brasil pelo Ebay e outros detalhes assim! Ficou ainda alguma dúvida? Deixa nos comentários que eu ajudo!

Aproveita e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro!

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

A música pop engajadona da Katy Perry e outros hits com política

qua

Vamos furar a bolha e pular a cerca? Ou melhor: vamos olhar para fora do nosso mundinho e não deixar que políticas externas absurdas aprofundem preconceitos e diferenças? É mais ou menos isso – e um pouco mais – que diz Katy Perry em sua nova música, “Chained to the Rhythm”, composta em parceria com a Sia.

giphy (1)

Katy apresentou a música no Grammy e conseguiu quebrar o recorde do Spotify de música mais ouvida nas primeiras 24 horas por uma artista mulher. Eita pop engajadão!

No vídeo de hoje, comento sobre os significados por trás dessa música e também relembro outros artistas que fizeram o mesmo recentemente ou em outras épocas. Inclusive, deixo um salvo de saudades para o grande axé político do grupo “As Meninas” e seu “bom, chibon, bom, bom” que explicava sobre desigualdade social de um jeito bem pop também.

Aproveita e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro!

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.