O mundinho “Black Mirror” do filme “O Círculo” e as séries canceladas pelo Netflix

sex

Fazendo um compiladão dos vídeos da semana, hoje trago a crítica do filme “O Círculo” e também um papo sobre porque a Netflix está cancelando diversas séries de uma vez. No filme, acompanhamos a jornada de uma jovem profissional tentando crescer na carreira dentro de uma empresa gigante do ramo da tecnologia e comunicação e as implicações que o fim da privacidade pode trazer para quem topa esse acordo de compartilhar tudo (ou quase).

A ideia é boa, de fato, mas o que se vê no filme com Emma Watson e Tom Hanks é uma mistura nauseante de “Black Mirror” com “Malhação”: um roteiro leve e tão ingênuo quanto ir correr ali e tomar um suco no Gigabyte. Por outro lado, o filme acerta na mosca ao criticar o ambiente de trabalho desse tipo de empresa e suas ocasiões sociais infinitas, que sugam o que ainda há de vida lá fora de profissionais sobrecarregados.

Veja a crítica para entender:

Enquanto isso, o mundo das séries do Netflix segue abalado com o cancelamento de “Girlboss”. “Sense8” está fora, mas ganhou um episódio de duas horas e “The Get Down” também foi eliminado do jogo. Pelo menos “Dear White People” volta para uma segunda leva de episódios – obrigado!

Para entender por que a Netflix tá cancelando e vai cancelar ainda mais, dá o play:

 

 

Westworld: a melhor série do ano e por que você deve assistir

ter

Entre todos os seriados que chegaram às nossas telas este ano, temos um vencedor: “Westworld”. A série de ficção científica da HBO tem uma mistura e tanto: um tema central super quente, produção excepcional (e provavelmente caríssima!), elenco primoroso e um roteiro absolutamente bem amarrado que deixa todo mundo em casa roendo os dedos de curiosidade – e de tanto elaborar teorias malucas.

A primeira temporada acaba de chegar ao fim e já há uma continuação da série confirmada para 2018. No vídeo de hoje, faço um review de “Westworld” e mostro, afinal, se vale a pena assistir. Se joga! 

Dá o play e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro! ;)

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

O que os óculos do Snapchat e a série Black Mirror tem a ver?

qua

O seriado “Black Mirror” é um prato cheio para quem adora discutir os efeitos da tecnologia em sociedade – sério, se você não viu ainda, simplesmente arranje um tempinho pra ver. As duas primeiras temporadas e um especial de Natal, totalizando 7 episódios, estão no Netflix e a terceira temporada chega no dia 21 de outubro. Cada episódio uma história diferente, um recorte, um paranauê tecnológico que vai deixar você de cabelo em pé.

E qual não foi minha surpresa quando o Snapchat lança um óculos para “gravar memórias”? Exatamente o que acontece num dos episódios da série e, vos digo, não acaba bem. No primeiro vídeo da semana, discuto essa nossa necessidade de filmar tudo o tempo todo e o que isso pode transformar nossos comportamentos.

Dá o play e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro! ;)

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

[VÍDEO] TAG: Viciada em séries!

ter

Esta semana resolvi gravar uma tag bem legal, sobre seriados! Atualmente acompanho “Girls”, “The Walking Dead”, “Game of Thrones” e também as do Netflix, “Demolidor” e “Sense8” – esta última acabei de ver recentemente e adorei! No vídeo de hoje, falo um pouco sobre as séries que já me marcaram e rola uma sessão nostalgia básica: quem aí acompanhava “Blossom” e “Confissões de Adolescente”? ;)

Dá o play e se inscreve no canal!


Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

“Anos Incríveis”: a série mais legal dos anos 90 vai ganhar box de DVDs

sex

Essa demorou, mas veio para provar que os anos 90 vão dominar as tendências culturais de vez nos próximos meses (ou anos?!). O box com todas as temporadas da série “Anos Incríveis” será lançado no segundo semestre de 2014 e os atores se reuniram para espalhar a notícia nas redes sociais – e para, quem sabe, gravar alguns extras para os fãs.

A série da ABC norte-americana, exibida entre 1988 e 1993, conta a a jornada de Kevin Arnold (Fred Savage) durante a adolescência e escancara seus dilemas amorosos e familiares, tudo com uma trilha sonora simplesmente absurda. Com certeza muito marmanjo ouviu Joe Cocker pela primeira vez na vinheta de abertura da série. Que não corria para frente da  TV Cultura quando começava a tocar “With a Little Help From My Friends”? <3

.

O elenco de “Anos Incríveis” reunido

E como não reparar na aparência dos atores 21 anos depois, hein? Enquanto a mamãe (Alley Mills) continua inteirona (!), o Paul (Josh Saviano) envelheceu bem mal e a musa Winnie Cooper (Danica McKellar) continua belíssima. Vale lembrar que, no início da série, a atriz tinha apenas 13 anos, hoje tem 39. Tá ótima, né? Já o Kevinzinho contina com o mesmo rostinho, mas agora com 38 anos.

Em tempos de histeria coletiva proporcionada por seriados com histórias fantásticas, violentas ou malucas até demais, “Anos Incríveis” vem como uma aula para quem faz televisão. Uma boa história não precisa de efeitos especiais bilionários ou de ganchos que deixem o espectador quase “dependente” da atração: ela só precisa ser contada.

Kit Harington, o galãzinho Jon Snow, falando de nudez e cabelo na GQ

qui

Ele só fazia papel de “árvore” na escola de interpretação. Ele tomou um fora por usar roupa tie-dye. Ele sofreu e passou até um pouquinho de  fome para cultivar o tanquinho digno que exibe no filme “Pompéia”. Oh dó! Estas são algumas histórias que o ator Kit Harington, o Jon Snow de “Game of Thrones”, está contando em sua entrevista à GQ.

 

Kit Harington em ensaio para a revista GQ

Às vésperas da estreia da quarta temporada da série, o inglês de 27 anos é capa e recheio da revista americana e fala sobre a carreira e mais especificamente sobre nudez na TV e como cuida de seus cachinhos. Na entrevista, ele conta que durante as gravações ele chega a ficar dias sem lavar o cabelo, para ficar com um visual meio oleoso (eca!) e que no final os fios viram uma verdadeira bagunça.

Como para o papel é essencial que ele mantenha o visual intacto, todo início de julho Kit precisa se apresentar à produção com barba e cabelos cheiões. O ator reclama e diz que isso limita um pouco seus trabalhos, mas quem viu “Pompéia” não deve ter se importado muito, não. E aí vem a suposta parte boa – depois das fotos, claro!

Continue lendo →