Girl power no Netflix: novas séries com mulheres incríveis

sex

Apesar de nós brasileiros termos acordado com a má notícia de que serviços como o Netflix vão ter nova carga de impostos, aparentemente a empresa não vai deixar ninguém decepcionado em manter a assinatura nos próximos meses.

Depois de sucessos recentes como “Sense8” e a nova febre que é “Narcos” (sim, ótima série!), duas novas atrações estão chegando com um time de mulheres para reforçar o #girlpower da programação: “Project MC²” e “Jessica Jones”!

project mc²

Netflix apostando no público teen? Com um grupo de meninas nerds atacando de espiãs? Sim, é disso que se trata! A primeira temporada de “Project MC²” já está disponível no mundo todo com três episódios. A série conta a história de quatro estudantes super inteligentes que são convocadas para participar de missões especiais numa agência de investigação formada apenas por mulheres. O quão maravilhoso é isso, minha gente? E se eu disser que a “Charlie” delas é a antiga musa de “Anos Incríveis”? Sim, a Danica McKellar! haha

projectmc2

as quatro agentes secretas de  “Project MC²”

Cada uma das meninas tem uma habilidade especial, mas o grande lance é que elas precisam trabalhar em equipe para fazer a coisa funcionar. Entre as skills das garotas estão química, matemática e robótica – ou seja, uma bela maneira de incentivar o público mais novinho a procurar outras carreiras em áreas ainda pouco dominadas pelas mulheres. A cereja do bolo? Ainda tem bonecas lindinhas para acompanhar a brincadeira. Um brinde agora à uma segunda temporada – e com mais episódios, faz favor!

projectmcdolls

jessica jones

Sem esquecer das ~crescidinhas~, a série que promete transcender os quadrinhos e conquistar novos (e novas!) fãs para a Marvel é “Jessica Jones”. O seriado estreia mundialmente no dia 20 de novembro e faz parte do pacote que já nos trouxe “Demolidor” e que ainda vai trazer “Punho de Ferro” e “Luke Cage”.

 jessicajones2

Krysten Ritter durante as gravações de “Jessica Jones”

Após sofrer um acidente e perder a família, Jessica descobre que ganhou super poderes, mas até dominar de vez suas habilidades, a moça resolve atuar como detetive bem pertinho da vizinhança do Demolidor e seus amigos: Hell’s Kitchen. Quem faz a personagem é Krysten Ritter, atriz de séries como “Apartment 23” e “Breaking Bad”.

jessicajones

Depois das recentes polêmicas envolvendo a falta de produtos com a Viúva Negra (“Os Vingadores”) e Gamorra (“Guardiões da Galáxia”) e de executivos do entretenimento afirmarem constantemente que filmes com mulheres heroínas não dão certo, está aí uma ótima oportunidade de virar o jogo, especialmente se ‘Jessica’ seguir a receita de “Demolidor”, série que soube como levar a história para além dos aficcionados pelos quadrinhos.

Enquanto “Jessica Jones” não chega, vale lembrar que o serviço já tem boa expertise no assunto ‘mulheres fodonas’, com as veteranas “Orange is The New Black” e “Unbreakable Kimmy”.

Comentários via Facebook

5 comentários

  1. Mariana Moura

    Estou empolgadíssima com Jessica Jones há meses e achei o teaser apenas incrível. Sobre Project MC², que maravilha isso. Queria ter uma sobrinha pra assistir junto comigo porque parece ser muito fofa. Vai ser meu guilt pleasure, assistir série de criança. rs

    Responder
    1. Fernanda Pineda

      Eu já to louca pra ver também! Tem meia hora cada episódio, rapidinho! :D

      Responder
  2. Chell

    Não sabia da Jéssica (namorada do Jesse Pink? =O) , e vi a sua sinopse e quero ver =O

    Responder
  3. Evy

    To louca para assistir Jessica Jones!! As vezes me parece que filmes de heroínas não fazem tanto sucesso, pois sempre fazem roteiros fracos e heroínas mais bobinhas, tira um pouco a seriedade da série, mas estou positiva com o Netflix e a Marvel, levando em conta as séries recentes. Eu recentemente assisti o piloto de SuperGirl e achei que tiraram muita coisa da personalidade forte da Kara, mas no geral gostei da série. Espero que as companhias continuem investimento em heroínas fortes. =D

    Responder
  4. Maria

    Minha indicação é a série “Miss Fisher’s murder misteries”, que é sobre uma detetive particular na Austrália dos anos 20. É bem divertido, lembra as tramas de Agatha Christie. E tem vários toques feministas legais! :)

    Responder

Deixe seu comentário