A primeira semana do bom ano

qui

Depois da desgraça ambulante que atendia pelo nome de ‘ano de 2015’, 2016 finalmente chegou. Poucas vezes vi tamanha comoção coletiva em torno de um ano maluco e, até por isso, certamente foi uma boa virada para se passar no Brasil. Quem já viajou pelo mundo na data, sabe bem que é só aqui mesmo que rola essa coisa do branco, de dar as mãos, pular as ondas e fazer uma faxina energética. E que faxina: 2016 é um ano solar – e se você manja mais de astrologia que eu, sabe que é coisa boa.

‘hands holding the sun’ via shutterstock

2016 tá aí: quente, ensolarado (coincidência ou não), com Carnaval já na cara de fevereiro para não atrasar o expediente e as notícias da Coréia do Norte dando aquela indigestãozinha suave logo cedo. Ah! Que delícia se sentir vivo e cheirar a efemeridade das coisas junto com um café quente logo pela manhã, não é mesmo?

E o que você resolveu para este ano? Já colocou no papel? Dizem que colocar no papel é que faz funcionar, fixar. Não vale digitar, tem que pegar uma caneta e fazer do jeito que sua avó faria. Aparentemente as good vibes não lêem documentos de Word. Google Docs, então, é ‘nuvem’ demais pra elas. O lance é conferir os anseios da galera num papelzinho facilmente perdível e bem offline. Quem poderia culpá-las, não é mesmo?

Mas então, esse é o ano de comprar um apartamento? Se desfazer de um carro? Trocar de emprego? Vai começar a correr ou aprender um novo idioma? Agora vai, de uma vez por todas, ler pelo menos um livro por mês (ei, parece fácil, mas tô aí nesse grupo)? E qual dos desafios da modinha você vai tentar: dia sem carne, 21 dias sem carne ou o dificílimo 30 sem reclamar? Por falar nisso, já está na página 7 de 366 do seu livro? Um bom contingente do Twitter embarcou nessa de escrever muito mais que 140 caracteres por dia. Talvez dê certo.

Começo mais um ano aqui com vestido branco, calcinha amarela, pé direito, ares renovados, resoluções que uma hora eu conto, dois livros lidos (oh yeah, já tô entrando na cota de março!), os treinos em dia e mudanças profissionais. Sim! Nova área, nova empresa e detalhes que vocês, migas, suas loucas, poderão acompanhar no snapchat com certeza – sim, é ‘feepineda’ igual todas as minhas outras redes sociais!

Falando do que só depende de mim, quero mesmo é correr: mais kilômetros, mais provas e que seja pra frente, não de lado, faz favor! E que as good vibes tenham lido pelo menos essa última frase aqui online, amém.

Comentários via Facebook

5 comentários

  1. Isabele

    2015 não foi um desastre pra mim mas foi bem apático.
    Bem do tipo “ano de transição”, sabe? Eu não via a hora de 2016 chegar. Ele chegou e já trouxe coisas boas pra mim. Já me encontro mais feliz do que em 2015.

    Good vibes pra todas nós.
    Bjs

    Responder
  2. Helo Inoue

    Feliz ano novo, Fê!!!
    Ouvi mta gnt falando que 2015 serviu de lição, mas ainda não entendi bem qual foi a minha, e Vc?
    Espero que seja um ano melhor tb, o horóscopo chinês tá animador, não tanto pro meu, mas pro ano em geral e se a gnt sobreviveu a 2015, acho que damos conta de 2016
    Beijão

    Responder
  3. Fefa

    2015 não foi um ano tão ruim assim na minha opinião, principalmente depois do meio do ano.
    Mas em 2016 finalmente (depois de 10 anos de namoro e, desses 10, 5 morando junto) irei me casar oficialmente.
    Tô meio anestesiada com essa ideia, mas vai que vai!
    E em novembro, um mês antes do meu aniversário, fiz o 30 dias sem stalkear na internet. Não contei pra ninguém e foi um desafio maravilhoso não perder meu tempo com besteira.
    Bom ano pra você, Fê!

    Responder
    1. Fernanda Pineda

      Caramba, fê! Que legal, parabéns! <3 Não sei se eu sou oldschool, mas descobri que dou valor sim pro casamento. hahaha A gente é toda moderna, toda viajada, mas faz falta um papel que confirme que aquilo é real, que cada um tem seus direitos e etc. E bem bom esse desafio de stalkear hein? A gente perde mto tempo 'rolando' instagram... hahaha
      Feliz ano novo! :D

      Responder
  4. Chell

    Este ano fiz uma lista e quero riscar tudo!! :)

    Responder

Deixe seu comentário