Outono: temporada das sobreposições e como usar já!

sex

Sobreposição já é uma palavra de ouro e bem antiga do povo das modas quando querem montar um look básico e ao mesmo tempo complexo. Leandra Medine, a famosa criadora do “Man Repeller“, ficou inicialmente bem conhecida por seus combos malucos e harmoniosos ao mesmo tempo.

Como nem sempre estamos com a confiança no ponto certo para a maluquice, hoje o post é para inspirar e ajudar quem é doida para misturar mais de 2 peças num look sem ficar parecendo esquisitona – afinal, existe tempinho melhor que o outono para fazer isso?

layering__

Bota fé: fica bacana!

Tira uma peça, deixa a outra, veste tudo de volta: sobreposição é amiga do friozinho, especialmente aqui no Brasil, em que muitas vezes o frio não é tão intenso a ponto de trocar tudo por um casacão e uma blusa de lã.

Para a mistura ficar harmoniosa e interessante, alguns pontos merecem sua atenção, afinal você não quer parecer que abriu o guarda-roupa, fez a limpa e saiu com tudo jogado em cima. Não é nem uma questão de “certo ou errado” e sim que, sem prestar atenção, o resultado dá só uma impressão: a de desleixo. Como não é isso que a gente quer, vamos a três dicas valiosas para o experimento funcionar!

layering3

1. Escolha um esquema de cores e seja fiel a ele

Você quer ir de tons neutros? Ótimo. Branco, preto, cinza, bege e verde militar serão seus amigos. Quer tons pasteis? As cores ao estilo algodão doce estão aí pra isso. Tá se sentindo dramática? Color blocking ainda vive – laranja, vermelho, azulão e verde bandeira causam uma impressão. Estampas também podem andar juntas se você já for iniciada nesta arte, só cuide para manter sempre um ponto em comum entre elas – a cor ou o padrão.

layering6

2. Atenção às texturas

Para evitar a sensação de quem vestiu tudo que tinha no guarda-roupa e saiu com a casa nas costas, tente misturar diferentes texturas. A combinação traz informação para o look e também te deixa mais confortável, podendo eliminar ou trazer de volta alguma peça ao longo do dia. Além disso, três peças leves juntas ou três peças pesadas sobrepostas ficam bem esquisitas. Pense numa camiseta de manga longa, uma de manga curta e uma regata sobrepostas. Ou numa parka com um sobretudo de lã por cima. Estranho, né? É.

layering2

3. De olho na proporção e na silhueta

As proporções das peças precisam fazer sentido juntas. Se usar mais de duas peças, garanta que elas acabem na mesma altura, para não dar a impressão de colcha de retalhos. Dê aquela voltinha esperta no espelho para garantir que de costas também está tudo certo. Misturar muitas camadas também pode achatar a silhueta; logo, se isso te incomoda,       prepare-se para o salto – mas se eu fosse você, assumia sem medo, especialmente se a ocasião for cotidiana. Conforto em primeiro lugar! ;)

layering8

layering7

Depois deste post, eu já saí fazendo minhas experimentações! Espero que inspire você também!

Comentários via Facebook

Deixe seu comentário