Jejum de smartphone

ter

e beijo offline, não tem?

Com a overdose smartphônica que vivemos hoje, falar de gente viciada em ficar de olho na telinha é chover no molhado, assim como falar de promover a conexão offline e não online.

Depois do sucesso do comercial “Disconnect to Connect”, que chamou bastante a atenção há cerca de um ano atrás, um projeto de um rabino norte-americano chama a atenção novamente para a causa. O líder religioso resolveu retomar o tema e criar alguns vídeos para propor o “Day to Disconnect”.

A campanha judia conta com vídeos para conquistar mais adeptos e ilustrar o quanto se perde ao se isolar no mundinho da palma da mão. A produção não é super original e usa algumas ideias da publicidade veiculada no ano passado, como a de que é você quem fica sozinho ao escolher se fechar ao mundo “real”. No entanto, a parte legal é que essa “Disconnect Revolution” leva a questão para um outro lado, o do jejum “voluntário” de um costume que talvez não traga benefícios reais o tempo todo.


.

O papo é meio religioso mesmo, mas a campanha não é: conforme o que diz o próprio site, a ideia é que no dia 2 de outubro (um domingo) as pessoas tirem uma horinha para ficar com os amigos e a família e, enfim, para ficarem com Deus se assim quiserem.

Achei interessante e bacana a religião propor algo moderno assim. Quem quiser entrar para o movimento não precisa ser judeu, basta colocar o nome no site e se comprometer a participar – aliás, é uma boa aproveitar e mandar a dica para aquele amigo que era mais legal antes de ter um iPhone. :/

.

Baixe suas fotos do Instagram de uma só vez

seg

Já cansei de falar do Instagram por aqui e quem me segue (@loverox!) já viu mil e um cliques meus com cara de velhinhos feitos usando o aplicativo.

Dito isso, não vou me extender muito, só vou espalhar mais uma novidade incrível para quem é instagrameiro: o Instaport. Taí mais um programinha feito usando a API do aplicativo e este permite justamente que você baixe todas as suas fotos num só arquivo .zip!
.


.

Para fazer download das suas imagens do Instagram, basta fazer login com a sua conta no Instaport e aguardar que a pastinha fique pronta para você. Por enquanto, esta é a única opção disponível, mas o site já planeja meios de exportar todas as suas fotos de uma só vez para um álbum no Facebook ou um álbum no Flickr. Aí sim, hein?

Se você não entende a paixão pelo Instagram, nunca viu ou não conhece nada do aplicativo, este post meu explica bastante o que é ele e porque ele se tornou sucesso absoluto na appstore. O detalhe: além de gratuito, o número de usuários quadruplicou em menos de seis meses! Leia mais aqui.

dica do Rafa

O que você fez no verão passsado?

qua

onde você estava há um ano?

Enquanto algumas pessoas não vêem graça no Foursquare e outras acham que é puro overshare, eu gosto do serviço e acho até bem útil. É ótimo poder ver recomendações rápidas dos meus amigos e descobrir lugares novos através do sistema de geolocalização do aplicativo no celular.

Essa função é ótima para aqueles momentos em que você está num lugar que não conhece direito e quer tomar um bom café, por exemplo. É só abrir o app no celular, ver os cafés disponíveis perto de você e já ler as dicas de quem foi lá. Quer dizer, melhor que isso, só se você tiver um melhor amigo com bom gosto em toda parte!

Como também sou meio esquecida, vivia revisitando meu histórico de check-ins online para ver o que fiz em qual dia. Para minha surpresa, inventaram um sistema especialmente para lembrar o que você fez há um ano.

O 4SQ & 7 Years Ago aproveita os check-ins que você deu no Foursquare e manda um e-mail diário refrescando a memória do que você fez um ano atrás e com quem estava. Eu me cadastrei no site com medo de ser puro spam, mas funciona direitinho e já me lembrei de vários dias legais inteirinhos só de rever os check-ins.

Se você ainda procurava boas razões para usar o Foursquare, espero que tenha encontrado neste post! Eu, aliás, já estou ansiosa para rever meus check-ins de férias ano que vem! ahuaha #nerd

.

Mostre-me teu iPhone e te direi quem és

seg

Um dos meus passatempos favoritos é sentar no sofá, ouvir a televisão e ficar fuçando em aplicativos novos – nem que seja para deletá-los cinco minutos depois de baixar. Além de eu adorar os bons e velhos joguinhos, um novo mundo de possibilidades se abriu pra mim quando descobri os apps místicos.

Horóscopo do dia já era uma benção em minhas mãos, mas que tal o horóscopo do dia da guru mais famosa (e mais certeira) do mundo, a Susan Miller? E que tal checar o que o tarô tem pra você e o que as linhas da sua mão dizem sobre o seu futuro?

Quer dizer, é bem provável que muita coisa seja balela, mas tenho três aplicativos para recomendar que são no mínimo divertidos e abrem um novo mundo para quem adora dar aquela olhadinha no horóscopo antes de sair de casa…
.

ASTROLOGY ZONE: o horóscopo da Susan Miller
.

.
Famosa pelos mapas astrais que fez de celebridades, Susan Miller disponibiliza seu trabalho gratuitamente em seu site, Astrology Zone. A mulher costuma dizer o dia em que as coisas vão acontecer e explica bem detalhadamente o que cada movimento dos astros pode significar para você conforme o dia em que você nasceu.

Se já é legal contar com estas dicas mensalmente, que tal poder acompanhar as previsões diárias da dona Susan? Pois é isto que ela disponibiliza para quem baixar o Astrology Zone Premier, aplicativo para iPhone, iPad e iPod que custa $1,99 e traz previsões diárias, mensais e outras coisinhas. Quem é fã da Susan como eu, vai adorar!
.

NEW AGE STORE: leitura de tarô em uma carta

Não sou uma expert do tarô e só abri as cartas uma vez na vida, o que me deixou ainda mais curiosa por esse tipo de previsão – nem que seja para descartar o que não me serve, especialmente porque acredito que quem faz o destino é você. Em todo caso, esse aplicativo é no mínimo… Curioso.

Enquanto a tradicional leitura das três cartas ou do tarô inteiro permite que você faça perguntas, a leitura em uma única carta fala sobre o que está em maior evidência em sua mente naquele momento e dá um conselho em relação a isso.

Por mais que eu já tenha feito N questões específicas para este app, ele incrivelmente fala apenas sobre o que está realmente me “apurrinhando” naquele exato momento – e, sim, ele é assustadoramente certeiro. Portanto, meu conselho é abrir apenas quando você estiver com a mente tranquila para mentalizar só aquilo que você realmente quer saber.

Quando baixei, ele estava disponível gratuitamente na App Store da Argentina, onde baixo meus apps gringos, mas aparentemente agora ele está disponível apenas para os Estados Unidos. Em todo caso, quem ficou curioso com a leitura, pode abrir o tarô de uma carta no site New Age Store, criador do aplicativo. O site também tem várias outras ferramentas esotéricas gratuitas, para quem curte é um prato cheio!
.

QUIROMANCIA: leitura da mão por uma foto
.


.

O app “Palm Reader” ou “Quiromancia” (como ele aparece no meu celular) basicamente lê o que dizem as linhas da sua mão. Você tira uma foto da palma da mão esquerda e o aplicativo se encarrega de identificar cada linha e falar como você se comporta nos relacionamentos, no trabalho e por aí vai.

Este é o app mais fajuto de todos, mas é o mais bem-humorado: ele deixa você escolher o “grau” de leitura que quer. Dá para conferir as previsões tradicionais, umas mais engraçadinhas e outras sérias, que prometem “não te poupar”. É tudo mentira porque, óbvio!, eu fui direto na séria, mas a intenção é boa.

Apesar de ter uma versão grátis, este app só funciona completamente na versão paga. O preço pela brincadeira é o absurdo valor de $1,99, que acaba só valendo a pena se você tiver uma família inteira interessada no assunto para poder usar bastante. Caso contrário, procure um app grátis e venha aqui me contar se funciona! rs ;)

.

Mania: Instagram vira protetor de tela

qua



algumas fotos que postei nos últimos dias!

Acho que depois de Angry Birds, o app mais bem sucedido para iPhone é o Instagram. O bendito surgiu no timing certo para aproveitar a coqueluxe vintage das toy cameras e as fotos são uma unanimidade. Mesmo que os fotógrafos de verdade achem uma “bela porcaria”, não há quem não curta os efeitinhos cool do software que virou uma verdadeira rede social à parte!

Lançado em outubro de 2010, o Instagram é distribuido gratuitamente na App Store e é frequentemente atualizado com novas funções: novas actions de fotos, efeitos e implementações na troca de mensagens entre usuários.

O software foi criado por um brasileiro e um americano e, no fim de maio, o Blog da Info deu a notícia de que o aplicativo de fotos já conta com mais de 4,25 milhões (!!) de usuários. Só pra se ter ideia do grau de sucesso do negócio, em fevereiro o número de usuários não passava de 1,5 milhão.

Muitos outros programinhas extra-oficiais surgiram para ajudar os usuários a organizarem suas fotos fora de seus iPhones, principalmente indexando todas as imagens (como um Twitpic faz), mas o programa que mais gostei e, infelizmente não posso testar!, foi esse: o Screenstagram.

O Screenstagram nada mais é que um protetor de tela para o seu computador que usa as fotos das pessoas que você segue como “tema”. Você pode escolher se quer ver só as fotos do seus amigos, ou se quer ver imagens aleatórias que caem no “popular” – aquelas fotos com muitos likes que ganham status no app.

Dá só uma olhada como fica:
.



.

No site tem o tutorial de como instalar rapidinho, o único problema é: só funciona com Macs. Uma pena, né? Acho que eu toparia numa boa torrar um pouco a bateria do notebook olhando imagens bonitas para me inspirar! hehe

Falando em “inspirar”, o aplicativo já rendeu exposições e até projetos especiais, como o Instamission: basta curtir a página deles no facebook e participar das missões especiais de foto. Aí é só postar sua imagem usando a tag da semana para mostrar que você está no desafio! Legal, né?

.

 

Mashup de Twitadas

dom

cuidado com a sopa de letrinhas

Se você é daqueles que está super criativo para twitar num dia, mas no outro morre de tédio vendo a timeline passar e nada de uma ideinha genial de 140 caracteres aparecer, o That Can Be My Next Tweet é pra você!

O procedimento é simples: você coloca o seu usário (o meu é @loverox, me segue aí!) e clica no botão “get your next tweet”. Depois disso, o site gera uma série de twitadas usando palavras randômicas de seus últimos posts no microblog.

Você vê o resultado do mashup, decide o que quer publicar e ainda adiciona um comentário. Super divertido e viciante, só temos que torcer para o site aguentar o tranco: o serviço já começou bombando e  acabou ficando instável!

Sucesso instantâneo! 8)