Pet Fashion Week, PJ Clarke’s, óculos do Bleudame e organizadores da Etna – Imagens da Semana

qui

E o vídeo do SkolSensation vai sair, prometo… :P

PET FASHION WEEK

@pet fashion week

Sábado e domingo passados aconteceu a primeira edição brasileira do “Pet Fashion Week”, evento que já acontece em Nova York e em Tóquio. Fui lá fazer matéria pela TV UOL e vimos algumas coisas bem interessantes. Apesar da organização precisar definir melhor os rumos que eles querem dar para a “semana de moda de cachorro”, a iniciativa já foi bem legal. Infelizmente, eles deixaram os gatos totalmente de fora do evento. Até os pet shops só vendiam artigos para cachorros, fora que havia uma falha grave em decidir se eles iam fazer um evento beneficente ou um evento de artigos de luxo para cães.

Em todo caso, a ida até lá me rendeu algumas boas fotos e diversão garantida no desfile cheio de cachorrinhos diferentes – e numa passarela com cocô e xixi. Foi genial ver a cara das modelos lidando com os cachorros. Tem mais fotos no flickr.

.

PJ CLARKE’S

A filial brasileira do PJ Clarke’s novaiorquino fica no coração do Itaim Bibi. E isso não é um elogio. O ambiente é delicioso, a carne dos hambúrgueres da lanchonete tipicamente americana também. Porém, o fato de estar no coração do Itaim atrai um público bastante diferente do que está habituado a frequentar hamburguerias. Muita gente vai de galera pra lá fazer esquenta antes da “balada playboy” ao mesmo tempo em que casais mais velhos tentam fazer uma refeição diferente. Não é uma crítica, mas apenas fica aqui o lembrete que lá talvez você se sinta estranho por comer hambúrguer no guardanapo.

Na foto, a sobremesa que pedimos: torta de maçã crocante com sorvete de baunilha. Simplesmente deliciosa. Enfim, vale a ida para conhecer, mas acredito que eles escolheram o lugar errado pra lançar um restaurante que, teoricamente, quer ser despretensioso.

.

BLEUDAME

Minhas comprinhas do Bleudame.com chegaram já faz um tempinho, mas só agora peguei esse óculos wayfarer do topo direito da foto, presente do namorado! <3 Depois que comprei as headbands, o óculos vintage e esse colar personalizado com meu sobrenome, o Rafa se animou e resolveu pedir uns óculos para ele também, e eu ganhei esse aí. Não dá pra ver direito, mas ele é um turtle bem escurão, uma graça!

.

ETNA

Depois de perder vários acessórios meus que ficavam espalhados por aí porque a Hannah, minha gata, pegava pra brincar, baixou o espírito de Amélia e organizei todas as minhas coisas. No domingo passado, fui no Etna e comprei alguns organizadores de plástico como esses aí vermelhos. Comprei transparentes pra deixar com meus produtos no banheiro também e uma caixa oriental simplesmente linda pra por maquiagens que uso pouco dentro. Devo voltar lá essa semana pra resolver uma troca que preciso fazer e mostro mais depois!

Como seria usar um Ray Ban para sempre? Para sempre mesmo?

qui

Da série: “tem louco pra tudo. Sempre tem”.

.
Essa é a história do Matthew. Ele vivia uma vida normal e aparentemente devia ser um dos carinhas estilosos do bairro, ou daqueles que chamam a atenção, porque Matthew tem muitas tatuagens.

.

Não sabemos o que Matthew fazia para ganhar a vida, mas ele parecia realmente feliz. Ele tinha um cachorro e inclusive uma namorada bem bonita:

.

Um belo dia, Mathew recebeu uma proposta da Ray-Ban. Uma proposta diferente, ousada, uma proposta que envolveu algum dinheiro (não se sabe o quanto). Uma proposta que Matthew aceitou.

Num sábado de sol, Matthew foi para um estúdio de tatuagem com seu Wayfarer no rosto e sua namorada para lhe dar uma bela força. Como não se sabe o nome da namorada, vamos chamá-la de Jane. Jane foi lá no estúdio dar aqueeeela forcinha pro boyfriend.

.

Não se sabe por quanto tempo Matthew deliberou para tomar esta decisão, mas ele bem sabia de que seria para sempre! Ele só disse para o tatuador: “mandavê!”.

.

O desenho começou, Matt! Ainda dá tempo de desistir. Tem certeza?

.
NÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!


.

E foi assim que o Matt ganhou um óculos de sol eterno no seu belo rostinho rosado. Um “óclinhos” para acompanhá-lo em todos os momentos: vendo TV, chorando, rindo, pingando colírio, correndo no parque, com conjuntivite, queimandinho de sol na praia…

.

E a partir daí a Jane descobriu como é beijar alguém eternamente de wayfarer. A partir daí a Jane ficou pensando como vai ser quando eles estiverem bem velhinhos e ela tiver de explicar para os netos por quantos dólares o vovô topou ilustrar o rostinho…

… E daí a Jane, no mesmo dia mesmo, descobriu o quão bizarro é ter alguém com um óculos pintado na cara suando em cima dela, num quarto à meia luz. Talvez Jane tenha passado a preferir de quatro.

Ray Ban, parabéns! Mandou fodamente bem encontrando esse maluco!

Mattew, só vou pedir uma coisa, que já pediram lá no seu flickr: poste fotos aos 80 anos pra gente dar uma olhadinha.

.

Brincadeiras à parte, o que acharam? Coragem, maluquice, excesso de estilo ou bizarrice?.

ps: pra quem ficou achando aí que é photoshop, tem tudo filmado para a nova campanha da Ray Ban, a “Never Hide”.

ps2: só pra ficar claro, não tenho asbolutamente NADA contra tatuagens, até porque o rapaz já é todo estilosão, mas  acho tatuar um óculos no rosto bem esquisito.