Indie x pop: The XX e suas fãs, Rihanna e Shakira

sex

The XX: Oliver Sim, Romy Madley Croft e Jamie Smith

Formado em 2005 em Londres, o trio The XX era um quarteto até o finzinho de 2009, quando Baria Qureshi abandonou o barco. Oliver Sim, Romy Madley Croft e Jamie Smith continuaram na labuta e foram conquistando seu espaço – e fãs famosos.

O primeiro CD, que leva o nome da banda, saiu em agosto de 2009 e os singles “Crystalised” e “Islands” ganharam a cena e a noite indie, mesmo não sendo dançantes, já que os remixes estão aí pra isso. Em todo caso, se você não conhece ainda, já recomendo baixar o álbum para ficar ansioso por mais um lançamento, porque é muito bom.

A questão é que, por incrível que pareça, talvez você já tenha sido apresentado à banda por cantoras superpop como Shakira e Rihanna. Em junho de 2010,  Shakira subiu ao palco do Glastonbury e apresentou sua versão para “Islands”, e ainda acrescentou que essa era uma de suas bandas favoritas:


O sucesso da versão foi tanto, que a cantora resolveu incluí-la em seu CD, “Sale El Sol”. A base é exatamente a mesma, mas a voz de Shakira deu uma amenizada básica na melancolia dos inglesinhos e certamente deve ter contribuído com a carreira do trio.

O recém-lançado álbum de Rihanna, “Talk That Talk”, também bebe da fonte do XX lá de 2009: a cantora usou a instrumental “Intro” para cantar os versos de “Drunk on Love” em cima; ouça:


.

O que vocês preferem? As músicas originais ou essas adaptações que tornam a música mais “fácil”? Eu que curto superpop e também indie não consigo decidir, mas acho que Shakira e Rihanna fizeram um trabalho legal, até por estarem divulgando uma banda que ainda tem muito para mostrar. 

Para não falar que só embedei as versões, deixo o primeiro hit do The XX que é simplesmente sensacional. Dá o play em “Crystalised”: