Modos de usar: Lana Del Rey e Emma Watson

dom

Faz tempo que não boto a tag “Modos de Usar” para jogo logo no título, mas dessa vez ela é perfeita para explicar a semelhança que vejo em Lana Del Rey e o figurino de Emma Watson em seu novo filme, “The Bling Ring”. Enquanto muita gente viu piriguetismo no figurino da atriz para o longa dirigido por Sofia Coppola, eu vi uma bela de uma semelhança com as “ousadias” de nossa Laninha – seria ela uma periguete indie e com glamour? rs

O caso é que tem mesmo tudo a ver, já que LDR se define como uma “Nancy Sinatra gangster” e Emma vai dar vida a uma delinqüente juvenil, filha de uma ex-coelhinha da “Playboy”:
..

TOP E SHORT JEANS


.

BARRIGA DE FORA


.

JAQUETA DE COURO E BRINCO DE ARGOLA

 

BATOM PINK

.
“The Bling Ring” conta a história verídica de uma quadrilha de adolescentes que conseguiu assaltar a casa de celebridades como Paris Hilton, Orlando Bloom, Megan Fox e Lindsay Lohan entre 2008 e 2009. Por enquanto, completam o elenco Leslie Mann, Kirsten Dunst e Gavin Rossdale. O filme tem previsão de estreia para 2013.

E aí, parece? Só falta ter flor na cabeça? Eu acho que o figurinista andou estudando, sim! hehe

Seleção para a 34ª Mostra Internacional de Cinema

qui

Começa nesta sexta feira (22) a tradicional Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Em sua 34ª edição, a mostra traz mais de 400 filmes entre estreias, reestreias e homenagens até o dia 4 de novembro. As sessões se espalham por diversas salas da cidade, principalmente na região da Av. Paulista, Rua Augusta e arredores.

Além da sessão superespecial que promete exibir “Metrópolis” de Fritz Lang com acompanhamento de orquestra ao vivo no dia 24, alguns blockbusters ganham estreia privilegiada, caso de “Atração Perigosa”, com Ben Affleck.

Em todo caso, é filme pra caramba e eu aconselho os amantes de cinema a sentarem com calma e pensarem numa seleção para tentar assistir, principalmente porque muitos filmes esgotam rapidamente, o que deve acontecer com o novo de Sofia Coppola, “Um Lugar Qualquer”.

Ainda estou revendo o PDF gigantesco com a lista de sessões do evento e escolhendo, mas tenho estes 12 eleitos que não quero perder de jeito nenhum. Alguns porque não vou aguentar esperar, outros porque devem ser lançados em poucas salas e, por fim,  vários porque será a oportunidade única de assistir!

Bons filmes! 8)

.

AIR DOLL (Hirokazu Koreeda)

Uma boneca inflável adquire alma. Ao explorar o mundo em torno de si, ela se apaixona por Junichi, balconista de uma videolocadora. Quando tudo parece perfeito, uma série de eventos inesperados abala sua frágil existência, levantando questões. Onde encontramos significado para a vida? E, em última instância, o que nos faz humanos?

AMÉRICA (João Nuno Pinto)

Liza é uma jovem imigrante russa casada com Vítor, um português que vive de pequenas fraudes. Mauro, o filho do casal, é uma criança especial que decidiu parar de falar. Liza ainda tem que tomar conta da avó de Vítor, uma senhora que recusa os seus cuidados. Aproveitando a grande quantidade de imigrantes ilegais no país, Fernanda, a ex-mulher galega de Vítor, lhe propõe um negócio de falsificação de passaportes. A casa de Liza torna-se então um ponto de passagem para imigrantes de várias nacionalidades. Entre eles Andrei, um jovem ortopedista ucraniano procurado pela máfia russa. Ele acaba se apaixonando por Liza, que vê nele a oportunidade de sair dali.

AMOR LÍQUIDO (Marco Luca Cattaneo)

Mario, 40 anos, é um varredor de rua de Bolonha viciado em pornografia. Durante o mês de agosto, ele fica na cidade, mesmo com todos os moradores viajando para as férias de verão. Ele mora no centro da cidade com sua mãe, que vive em uma cadeira de rodas após sofrer um derrame. Olga, uma polonesa de 50 anos, cuida dela em casa quando Mario está fora. Durante esse período, Mario conhece Agatha, uma jovem mãe solteira que lhe desperta sentimentos e emoções há muito adormecidos.

A MULHER INVISÍVEL (Agathe Teyssier)

Lili tem um problema raro: de vez em quando ela fica invisível e, mesmo que sua habilidade mágica seja às vezes útil, tornou-se um fardo para ela. As pessoas à sua volta ficam intrigadas com seus desaparecimentos repentinos e a vêem como distraída, ausente e irritante. Lili acredita que as pessoas a ignoram e olham para ela como se não estivesse ali. Mas seu problema é maior do que parece.

BRÓDER (Jeferson De)

Macu (Caio Blat), Jaiminho (Jonathan Haagensen) e Pibe (Sílvio Guindane) são amigos desde a infância e seguiram caminhos distintos ao crescer. Jaiminho tornou-se jogador de futebol, alcançando a fama. Pibe trabalha como corretor de seguros, enquanto que Macu entrou para o mundo do crime. Uma festa surpresa faz com que o trio se reencontre, só que eventos mal resolvidos do passado geram uma tensão que pode levar à morte.

EXIT THROUGH THE GIFT SHOP (Banksy)

Um dono de loja e cineasta amador francês tenta localizar o artista e grafiteiro britânico Banksy e se aproximar dele. Mas o artista inverte os papéis e passa a documentar a vida do excêntrico francês. O filme mostra sequências de Banksy, Shephard Fairey, Invader e outros dos grafiteiros mais transgressores do mundo em ação.

HISTÓRIA DE KYOTO (Yoji Yamada, Tsutomu Abe)

Os veteranos diretores japoneses Yoji Yamada e Tsutomo Abe tiveram a colaboração de jovens cineastas da Universidade de Ritsumeikan para realizar este filme sobre um sedutor triângulo amoroso, ambientado no espaço cenográfico de Uzumasa, na cidade de Kyoto – onde filmes lendários como Rashomon (1950), de Akira Kurosawa, foram rodados.

HITLER EM HOLLYWOOD (Frédéric Sojcher)

Um falso documentário sobre a atriz francesa Micheline Presle se transforma numa investigação atrás da verdade oculta sobre o cinema europeu. Este falso documentário desvenda a trama insuspeita de Hollywood contra a indústria de cinema europeia.

MEMÓRIAS DE UMA ADOLESCENTE AMNÉSICA (Hans Canosa)

Depois que Naomi, uma estudante do ensino médio, leva uma pancada na cabeça, ela não se lembra de nada do que aconteceu desde a sexta série. Ela começa a ficar confusa e assustada com as evidências de sua vida presente, da pílula anticoncepcional em seu criado mudo até a separação conturbada de seus pais. Eventualmente sua memória volta, levando Naomi a questionar um novo e intenso romance que se inicia, levando-a a pensar qual de suas vidas, passada ou presente, representa mais sua verdadeira personalidade.

O OUTRO MUNDO (Gilles Marchand)

Gaspard e Marion estão apaixonados e aproveitam o verão no sul da França. Até que eles encontram um celular perdido e, ao procurar pelo dono do aparelho, o encontram morto num misterioso ritual de suicídio. Ao seu lado, está deitada Audrey, uma garota semi-inconsciente. Com uma tatuagem enigmática e visual gótico, ela envolve Gaspard em um videogame perigoso e viciante, o Black Hole. No jogo, Gaspard cria um avatar e começa a procurar por Sam, uma personagem bela e perigosa que atrai suas vítimas no mundo virtual e os convence a cometer suicídio na vida real.

UM LUGAR QUALQUER (Sofia Coppola)

Johnny Marco (Stephen Dorff) é um bem sucedido ator de Hollywood que não possui uma reputação das melhores. Hospedado no lendário hotel Chateau Marmont para recuperar-se de um acidente no set de filmagens, ele passa os dias em festas com strippers ou dirigindo sua Ferrari por puro prazer. Porém, o ator tem sua rotina subitamente alterada pela presença de Cleo (Elle Fanning), sua filha de 11 anos, que passa a visitá-lo com certa frequencia. Embora a princípio seja incapaz de dar à menina a atenção que precisa, a progressiva aproximação leva Johnny a reavaliar sua vida.

VOCÊ VAI CONHECER O HOMEM DOS SEUS SONHOS (Woody Allen)

Alfie e Helena são casados. Sua filha Sally é casada com Roy. Depois que Alfie deixa Helena em busca da juventude perdida com uma menina liberal chamada Charmaine, Helena abandona sua própria racionalidade e entrega sua alma para um vidente charlatão. Também infeliz no casamento, Sally desenvolve uma atração pelo seu elegante chefe, proprietário de uma galeria de arte, Greg, enquanto Roy, escritor de romances, aguarda ansiosamente a resposta da editora para seu último manuscrito.

.

Sinopses via Veja SP que, ao lado dos filmes, já mostra as sessões. Super prático!

Aquecimento: AIR!

qua

Neste sábado, adivinha  o que rola em São Paulo? Sim, mais um festival!

AIR!

Depois de pular o SWU, no próximo final de semana acontece o Natura Nós, que trará vários shows bacanas, como do Snow Patrol, Bajofondo Tango Club, Movéis Coloniais de Acaju, Jamiroquai e Air, que, como vocês podem ver pela ilustração do post, é o mais aguardado pela minha pessoa – apesar de que o do Jamiroquai tem tudo para entrar para a história, convenhamos.

Conheci a dupla francesa formada por Nicolas Godin e Jean-Benoît Dunckel na trilha sonora de “10 Coisas que eu Odeio em Você” com o hit anos 90 “Sexy Boy”. Sei que não foi um jeito lá muito nobre, mas veja bem, eu era uma pré-adolescente e os caras vivem emplacando faixas em trilhas por aí, especialmente nos filmes da Sofia Coppola.

Sendo assim, fica aqui um pequeno aperitivo de uma das minhas músicas favoritas deles, e que espero ouvir ao vivo no sábado, já que eles prometem um show “recheado de sucessos dos 15 anos de banda”. Com vocês, “Playground Love”, soundtrack de “Virgens Suicidas”:

.

ps: para quem pretende ir ao festival, ele acontece na Chácara do Jóquei e inclusive terá uma programação infantil especial para o domingo. Em todo caso, o importante mesmo é ir com o seu pior tênis ou com uma bela galocha caso chova, afinal o local do evento não tem uma fama muito boa quando se trata de lama.

.

Cinema é de família: conheça Gia Coppola

sáb

Gia Coppola, por Lauren Dukoff para a “Nylon”

Neta de Francis Ford Coppola e sobrinha de Sofia Coppola, adivinha qual a carreira que Gia resolveu seguir? A de cineasta, é claro. A sortuda deve ter convivido com a sétima arte desde criança e já dirigiu um curta-metragem, “Non Plus One”.

Acabei de conhecer o trabalho dela, e vi uma baita inspiração na obra da tia, que dirigiu “Encontros e Desencontros”, “Maria Antonieta” e outros, filmes marcados pela sensibilidade, pelo cuidado especial dado à direção de arte e, porque não, pela própria feminilidade, sem necessariamente se tratarem de temas femininos.

Gia Coppola dirigiu este curta para a marca Target para apresentar a nova linha de Zac Posen. No vídeo, as garotas da banda The Like se preparam num camarim e depois seguem para a apresentação da música “Fair Game”.

O som das meninas lembra muito o de bandas como Au Revoir Simone e The Bird And The Bee: tudo com aquela pegadinha indie e um estilo retrô que, pessoalmente, adoro.
.


.

Pode roubar essa maquiagem e esses cabelos? Esse meio preso com franja e raíz alta entrou para a wishlist da minha vida.

via Criativa