5 coisas que você precisa saber sobre o Lollapalooza 2014

sex

Já separou aquele tênis confortável ou aquela botinha do coração? Já decidiu o look para festival mais bacana do semestre?  Então tá na hora de falar sobre 5 outras coisas que você precisa saber sobre o Lollapalooza, que rola neste final de semana no Autódromo de Interlagos em São Paulo, nos dias 5 e 6 de abril.

1. O LOCAL

clique e veja maior

Este ano o festival ocupa o Autódromo de Interlagos e promete cansar os pés dos moderninhos com a distância entre um palco e outro e a mistura de gramado com pista. Vá preparado! O acesso estará garantido através de ônibus da SP Trans, trens e bolsões de táxi que ficarão no local para o fim da noite. Veículos que cheguem com 4 ou mais pessoas ao estacionamento oficial vão ganhar também um mimo da organização: voucher de comidinha pela boa ação de dar carona. Quem for vipão e tiver acesso ao Lolla Lounge, deverá fazê-lo através do ponto de encontro no shopping Market Place; o estacionamento para os vips vai ser gratuito.

Os portões abrem às 11h; veja todos os detalhes de locomoção assim como possíveis bloqueios na região aqui.

.

2. “EU TINHA UM INGRESSO PARA O SHOW EXTRA DO MUSE”

Antes do festival, muitas bandas fazem as chamadas Lolla Parties e era esse o caso do Muse, que cancelou seu show extra no Grand Metropole, em São Paulo. Quem comprou ingresso poderá tanto pedir reembolso quanto usar seu ingresso para acessar o festival num dos dias. Caso opte por ir ao Lollapalooza, não é preciso fazer nenhum tipo de troca ou validação, basta entrar na fila e apresentar seu ingresso do Grand Metropole num dos dias do festival a sua escolha. Atenção: o ingresso vale para apenas um dia, não para os dois como alguns vêm divulgando.

.

3. O QUE EU POSSO LEVAR?

A imagem de divulgação do festival já é bastante auto-explicativa, não? Em todo caso, vamos resumir: não será permitida a entrada no festival quem portar objetos de vidro, substâncias tóxicas ou inflamáveis, guarda-chuva  de qualquer tamanho, papel em rolo, bandeiras ou faixas, capacetes de motos, acessórios pontiagudos e, principalmente, câmeras fotográficas profissionais e câmeras filmadoras. Ah: se sua câmera tem lente intercambiável, ela é considerada profissional, sim.

Continue lendo →

Fotos e preços da Forever 21 em São Paulo

sex

Forever 21: portas abertas no Shopping Morumbi, em São Paulo

Com direito a seguranças, tapete vermelho, lista de convidados controladíssima, famosos e champagne à vontade, a Forever 21 abriu suas portas em São Paulo para convidados nesta quinta-feira (13). O público em geral poderá conferir a novidade a partir de sábado, quando a loja abre às portas às 10h e promete distribuir senhas para que todos possam comprar tranquilos. Os 500 primeiros clientes também ganharão mimos especiais da rede.

Dividida em dois andares, a loja tem 3.650m2 e ocupa parte do espaço que antes era destinado ao Cine Tam. Foi uma boa troca? rs Para as convidadas da abertura pré-oficial, com certeza. No térreo, ficam as novidades, os acessórios e a coleção de pijamas e lingeries; no andar de cima, uma boa área dedicada ao jeans, roupas de ginástica e coleções mais voltadas ao estilo urbano e ao boho.

.

minha área favorita: modinha ~urbana~ e camisetas louquinhas

.

E O PREÇO?

Sim, vale a pena. É esta a pergunta que estavam todos se fazendo desde que foi anunciada a chegada das lojas ao país. Embora tudo seja realmente mais caro que nos Estados Unidos, os produtos chegaram com preços muito competitivos e vão fazer a alegria das consumidoras. De forma geral, dá pra dizer que a média fica um pouco acima dos preços praticados pela Marisa, mas abaixo dos valores praticados por C&A, Renner e Zara.

Para se ter uma ideia:
– Shorts jeans: entre R$60 e R$85;
– Camisetas estampadas: entre R$42 e R$45;
– Leggings: na casa dos R$35;
– Jaquetas: a partir de R$110;
– Calças: as jeans mais básicas, R$34, com tecido bem fino. As tradicionais, na faixa de R$80;
– Vestidos são as peças que mais variam: os casuais custam entre R$60 e R$85;
– Brincos: R$8,90; cartelas de brincos: R$15,90;
– Bolsas grandes: vi muitas por R$110; pequenas: de R$50 a R$60.

.

.

ETIQUETA E TAMANHO EM ~INGLÊS~

Quase toda comunicação não-verbal da loja é feita em inglês: anúncios, decorações, plaquinhas e por aí vai. Tudo muito bonitinho e de acordo com a identidade gringa da marca. O maior problema é que os tamanhos nas etiquetas também são americanos, algo que pode atrapalhar a consumidora brasileira que não conheça a loja lá fora.

Imagino que os funcionários tenham sido muito bem treinados para responder dúvidas sobre os manequins, mas nestes primeiros dias da loja, é provável que o movimento seja insano, portanto não faria mal algum dar aquela checada nas conversões de tamanho para não ter tanta dor de cabeça.

Aproveitando o assunto, muitas leitoras já me perguntaram nas redes sociais sobre a linha plus size e nada chegou ao Brasil ainda. Para a alegria geral, muitas reportagens garantem que essa coleção chega em breve ao país. Vamos aguardar!

.

.

A MÁ NOTÍCIA

Considerando o tamanho da loja e o barulho causado pela inauguração, é de se esperar que as filas nos provadores e nos caixas sejam bem longas nos próximos meses. São apenas quatro caixas no andar de baixo e seis no andar de cima, pelo que consegui notar em meio à confusão, e parece realmente muito pouco – se alguém for à loja e perceber algo diferente, por favor, comente no fim do post. O serviço também deveria ser mais ágil, mas isso pode ser melhorado com o tempo.

Outra notícia mala é que os amantes de t-shirts vão encontrar as benditas com um preço bem acima do praticado na gringa. As melhores estão mesmo na casa dos quarenta paus e não se fala mais nisso. Se formos analisar proporcionalmente, são os produtos mais caros da loja pelo que oferecem. Será que estão compensando no que tem mais saída? rs

.

.

Com certeza, hoje começou um novo capítulo na moda brasileira, pelo menos no ponto de vista das consumidoras. E já estou pegando a pipoca para ver como Renner e C&A vão reagir a esta gigante de fora cheia de estilo! Alguém aí vai enfrentar a inauguração? ;)

ps: postei muitas outras fotos no instagram (@loverox, segue lá!) durante minha visita e os meus produtos escolhidos vou mostrar num outro post, contando em detalhes! Aguardem!

Carnaval in the city: programação dos blocos de rua em São Paulo

sex

Vai ficar em São Paulo no Carnaval? Pois a festa este ano vai estar (definitivamente!) garantida. São vários os blocos de rua que vão sair pela cidade e basta escolher um e comparecer com sua melhor fantasia – ou com uma roupa bem fresquinha, vamos combinar! Para ajudar quem ainda não escolheu seu bloquinho, encontrei a programação completa no Guia da Semana e repasso aqui!

Alguém já foi em algum destes blocos? Conta a experiência aqui nos comentários! Vou estar trabalhando, mas quero tentar ir pelo menos na terça-feira para me divertir um pouquinho! :) Pelo que sei, os de Pinheiros e da Vila Madalena arrastam uma galera bem bacana, fora o bloco do Sargento Pimenta, que mistura uma boa percussão com sucessos dos Beatles em ritmo de marchinha. No mínimo curioso!

.

.
Hoje, sexta-feira (28):
19h – Banda do Trem Elétrico
Local: Rua Augusta com a Rua Luiz Coelho, s/nº – Consolação

19h30 – Ilu Obá de Min
Local: Viaduto Major Quedinho – Centro

20h – Bloco 77 Os Originais do Punk
Local: Bar Real, esquina da Rua Simões Álvares e Rua Cardeal Arco Verde – Pinheiros

22h – Bloco do Sargento Pimenta
Local: Cine Joia, Praça Carlos Gomes, 82 – Liberdade

Continue lendo →

Rex Restaurante, para comer e beber até tarde: Imagens da Semana

qua

Para ver tudo o que já contei nesta tag, clique aqui.

Um dos jeitos mais espertos de se escapar do caos da cidade é adotar um horário alternativo. Dá para evitar um pouco do trânsito, do pico do transporte público e até mesmo da fila do cinema – chegar e comprar o ingresso sem preocupação é luxo para poucos em São Paulo! O problema é quando alguns serviços da cidade não acompanham o ritmo de quem já adotou um horário diferente para viver.

Quer exemplos? Bares e restaurantes com cozinhas que fecham, impreterivelmente, à meia-noite. E o que dizer dos lugares que nem abrem aos domingos à noite para o jantar? Não sou ninguém para aconselhar donos de restaurantes, mas nestas horas, mesmo estando na maior capital do país, o público se sente numa cidadezinha do interior.

.

Rex: cheio até altas horas

Pois foi justamente numa situação difícil – domingão e tarde da noite – que visitei, finalmente!, o Rex. Ele estava sempre ali, no jeito e de portas abertas na Consolação, mas nunca havíamos parado para lhe dar atenção. Que erro grotesco! Foi só colocar o pé ali dentro e provar o primeiro drink para saber que vou voltar muitas e muitas vezes.

.

bloody mary: meu favorito bem preparadinho

O ambiente descontraído e com trilha sonora bem pensada faz você se sentir à vontade. O serviço é bacana e amigável, também te deixa livre para escolher o que estiver afim. Você não vai se sentir pressionado a pedir um prato ou um drink. Você pode só beber ou só comer, ou então pedir uma cerveja e pular para sobremesa. O clima de acolhimento, aliás, faz a casa ficar cheia mesmo num tal domingo de madrugada, deixando claro que há público para mais estabelecimentos com essa proposta em Sampa.

.

cogumelos puxados na manteiga

Steak tartare acompanhado de pãezinhos e batatas

Os pratos tem preços variando entre 40 e 60 reais, drinks em torno de 20 e entradas de 20 a 30 reais. Provamos a porção deliciosa e bem servida de cogumelos puxados na manteiga e também dividimos um steak tartare, que é servido como entrada compartilhável, mas eu recomendaria para uma pessoa só – talvez você ache gostoso demais para dividir. ;)

.

decoração cheia de detalhes

Quero voltar para provar os pratos, que são servidos mesmo a este horário – e não se espantem por eu estar batendo nesta mesma tecla, viu? Quem tenta jantar depois das 11 da noite em São Paulo sabe bem do que estou falando. Vida longa ao Rex, um lugarzinho especial que também faz a gente se sentir em outro lugar – yeah, New York, I’m looking at you! 

VAI LÁ: Rex Restaurante – R. da Consolação, 3193 – São Paulo, SP. Horários e demais informações aqui.

Cateto, queijos e cervejas artesanais na Mooca: Imagens da Semana

ter

Para ver tudo o que já contei nesta tag, clique aqui.

Cateto: cervejas, queijos e um lugar para passar horas degustando novos sabores

Quem disse que só se pode harmonizar queijos com vinhos? Hora de rever isso aí. Os sócios do Cateto – Beber e Comer Artesanal resolveram tentar algo diferente: unir queijos brasileiros com bebidas de cervejarias artesanais. O bar de ambiente rústico e aconchegante apóia produtores locais e abre suas portas justamente num bairro que carecia (e muito!) de novas propostas. Sim, é no coração  da Mooca, meu! Oba!

.

as cervejas e o cardápio do Cateto

No Cateto, não há cozinha. Tudo é preparado à vista e no balcão. O menu de comidinhas foca em sanduíches e em tábuas de queijos e embutidos. Já a geladeira tem cervejas diferentonas que já ficaram famosas e muitas do tipo “achado”,  que nunca tinha ouvido falar ainda – caso da Madalena, de uma cervejaria do ABC. Também dá para levar tudo para viagem, com exceção do chopp Colorado, tirado ali no bar, na hora.

.

o balcão e algumas peças de queijo para levar para casa

Provamos duas cervejas diferentes (Madalena e Curupira), o chopp, uma porção de bruschetas que levam linguiça defumada, além de uma bela tábua de queijos. No dia em que fomos, ainda estava rolando uma degustação e tivemos a felicidade de comprar queijos diretamente com o produtor mineiro. Os queijos, aliás, são sempre servidos com uma porção de pesto ou de mel. Para escolher tudo isso, um dos donos, o Márcio, nos deu recomendações e foi super prestativo.

Das cervejas às comidas, tudo estava maravilhoso, sem exceções. Os mais puristas só não vão gostar de uma coisa: as bebidas são servidas em potes de vidro, não em copos. Não me incomodo e acho que tem a ver com a proposta, mas, é… Prefiro copos. rs

.

as bruschetas e a maravilhosa tábua de queijos: diferentes texturas e sabores

O Cateto é lugar para chegar relativamente cedo  e passar a tarde comendo e bebendo, sem preocupação – especialmente se você adorar queijos e cervejas. rs Como o local é pequeno, talvez seja realmente bom ficar atento à este detalhe e se programar. Algumas degustações tem sido marcadas na casa, por isso a lotação também pode variar bastante. Ah sim: o som também faz jus ao estilão da casa e é uma verdadeira viagem no tempo.

.

as sacolinhas para levar sua “marmita” para casa

Ultimamente, o bairro vem ganhando várias novidades que se destacam das tradicionais pizzarias e faço questão de prestigiar, até mesmo porque é ótimo não ter que atravessar a cidade só para tomar uma cerveja num lugar legal, para comer num bistrô, ou num japa com preparo de respeito.

Estes lugares das redondezas, aliás, estão despertando a curiosidade até de gente que chamava a região de “zona lost”. Casos recentes são o do Cadillac Burger, que foi eleito uma das melhores hamburguerias da cidade em 2013 segundo a Veja (já falei sobre ele aqui no blog também) e o Bravo Bistrô, que está entre os 10 mais de São Paulo no Trip Advisor.

Será que finalmente a Mooca vai entrar no mapa de São Paulo também para os “modernos”? Torço para que sim. Há muitos bairros além de Pinheiros, Vila Madalena e Jardins que merecem as visitas dos recém-chegados.

.

PREÇO MÉDIO: Aqui tudo vai depender do seu consumo de álcool. A nossa conta saiu em R$53 por pessoa.

VAI LÁ: Cateto – Beber e Comer Artesanal. Rua Fernando Falcão, 810 – Mooca. Aberto de quarta a domingo.

460 coisas para fazer no aniversário de São Paulo

sáb

Hoje é dia de curtir as milhares de atrações que se espalham por São Paulo em comemoração aos seus 460 anos. Mas, se não der pra ir, não tem problema: esta semana a “Veja São Paulo” criou um belo quizz para mostrar o quanto você conhece da cidade e que também serve para fazer um belo roteiro para sair por aí e explorar.

Eu gostei demais de ver que ainda tô mandando bem na área da cultura mesmo estando meio afastada ultimamente e percebi porque a cidade realmente é um polo gastronômico: mesmo com o tanto de restaurante que já conheço, é nessa área que mais preciso trabalhar para aumentar meus conhecimentos! Tudo bem, vai ser uma delícia… kkk

.

.

Dá para fazer o teste aqui!