“Satisfaction”: modos de usar

qua

Podem dizer que é farinha do mesmo saco, mas a farinha que veio antes, mesmo que desagrade alguns, ainda é melhor. 8)

.
BRITNEY SPEARS:

Num passado muito, muito distante, os tons de nude não eram moda e Britney nos brindou com um figurino brilhante e cor de pele lindíssimo no VMA do ano 2000. Com um corpinho incrível (a melhor fase dela, na minha humilde opinião), a loira simulou um strip no palco e cantou um trecho da sua versão de “Satisfaction”, dos Rolling Stones. Para quem não lembra, um leve refresco:

.

HEIDI MONTAG:

Daí uma ex-participante de “The Hills” virou cantora pop, já era loira e foi cantar no Miss Universo deste ano. Bonita ela pode até ser, agora original é outra história:

.

Posso falar? Agora nude não é novidade, Britney já fez (e melhor), Kylie Minogue tem uma música com o mesmo nome  dessa aí, “Body Language”, e prefiro não opinar sobre a beleza do figurino. Deixo pra vocês.

Obama: nasce um ícone pop.

sex

Ele é o primeiro presidente negro da história dos Estados Unidos. É a representação norte-americana do desejo de mudança. Ele já é e será por mais quatro anos (se tudo der certo) o homem mais importante do mundo. Ele tem 47 anos e está conservadíssimo. Madonna cantou para ele. Ele ganhou seu próprio game Super Obama World. Ele é Barack Obama. Ele é um ícone pop.

No dia seguinte à eleição, sua foto foi publicada em jornais mundo a fora, dezenas deles, na verdade. Não resisti e selecionei as minhas capas favoritas, considerando que cada jornal seguiu uma linha diferente para representá-lo. Olha só se ele já não é pop e multifacetado:


Um homem de visão, Obama pop-art, Um  bom líder, um bom pai (ele é casado, tem filhos?!), Quem disse que não dá para fazer política sorrindo?, I had a dream…, Não dá pra ser fotogênico sempre.

Para ver as capas de jornal do mundo todo sobre as eleições norte-americanas e a vitória de Obama, entre aqui. É incrível como o The Sun sempre se supera e é mais incrível ainda como os russos são rancorosos! 8)

Agora eu aposto que Michael Jackson deve estar sentindo uma leve coceirinha. Enquanto isso, Obaminha já ganhou sua própria “…Pedia” virtual, o Obamapedia, e seu gosto cultural já até adquiriu relevância. O novo ídolo da política revelou gostar de Rolling Stones e U2 e ter como filmes favoritos O poderoso chefão (1972), e sua sequência, O poderoso chefão 2 (1974).  Com relação a atores, Obama dá o Oscar para Spencer Tracy,  Humphrey Bogart, Meryl Streep e Susan Surandon.

Como americano adora filmes sobre a Casa Branca, Obama também tem sua preferência. Para ele, quem melhor encarnou o presidente norte-americano nas telonas foi Jeff Bridges, em A conspiração (2000), mas ele já declarou que, se um filme fosse feito sobre seu próprio mandato, Will Smith deveria interpretá-lo. Achei todas as escolhas bem politicamente corretas.

Preparem as 2349723894 toalhas brancas. Obama is in da White House.

Créditos: @gabrielj, Obama grabs Headlines, G1