O maior meme de fim de ano – versão 2009

sex

Roubado da Ju, do Megacombo, e postado pela Lia e por várias meninas! Já que 2010 só começou, achei que ainda dava tempo de um meme gigaaaante! 8)

.

1. Onde você estava quando 2009 começou?
No interior de São Paulo, em Tatuí, com a família. Não, não foi muito animado. rs

2. O que você fez em 2009 que você nunca tinha feito antes?

Mochilei pela Europa, apareci discretamente na capa do “Estadão”, participei de um Speed Dating e apareci numa coluna social por isso (don’t ask),  gravei dois comerciais, fiz um TCC, visitei Machu Picchu (sim, foi no dia 31!), comprei meu primeiro grande óculos e também o perdi (comprei meu ray ban do coração em Paris em janeiro e perdi em Machu Picchu), troquei de carro, tive um momento meio “Barrados no Baile/90210/The Hills” horrível, mas inesquecível, fiz acupuntura, comecei pilates e parei em outubro, mas volto já esse mês!

3. Você manteve suas resoluções de fim de ano e fará novas para 2010?

mantive algumas, outras não e não tenho resoluções para esse ano.

4. Você foi a algum show em 2009?

Sim, do Prodigy e do Ney Matogrosso.

5. Você procurará um novo emprego em 2010?

Provavelmente não, a não ser que eu possa ficar em frente às câmeras. 8)

6. Você bebeu muito em 2009?
Dei o maior PT da minha vida.

7. Você viajou nas férias? Para onde?
Europa em Janeiro, Bolívia e Peru no finalzinho do ano.

8. Qual foi sua maior conquista em 2009?

minha faculdade, meu emprego, meu namorado.

9. Se você pudesse voltar no tempo, para qualquer momento de 2009, e mudar alguma coisa, o que seria?
Vou pular essa, mas o Rafael sabe o que é.

10. Você ficou doente ou ferido?

Não!
Continue lendo →

Terceirização das resoluções de ano novo

ter

Era só o que faltava:

Neste site tem um gerador de resoluções de ano novo automáticas, tipo, para você montar aquele seu top 10 sem ter que abusar da criatividade. E falando em criatividade, no meu primeiro clique já recebi logo um “IMAGINE“, que bate com uma resolução minha mesmo.

Não cliquei em Gimme More. Imaginar mais – e mais – vai me dar trabalho suficiente em 2010.

Feliz ano novo de novo!

Dica do Tofani

Retrospectiva (minha) de 2009, o ano da adultescência

seg

Este ano não quero resoluções, só quero agradecer de peito aberto!


feriado @Toque Toque

E agora josé?

Eu tinha que falar, já que é bem isso que me passa pela cabeça. Enquanto até o meio do semestre eu estava desempregada, sem job, sozinha na pista e sozinha talvez até na faculdade e em meia dúzia de outros lugares, de julho em diante minha vida mudou completamente.

Antes fosse apenas a Hannah (minha gatinha) ter entrado para a minha vida – ou o pilates e a acupuntura. Ou então o fato de eu ter conseguido um emprego bacana, ou de terminar a faculdade bem, obrigada. Antes simplesmente eu tivesse só encontrado um namorado perfeito pra mim, antes eu tivesse apenas realizado o sonho de conhecer Paris… Bem, 2009 me trouxe tudo isso – ao mesmo tempo.

As coisas demoraram pra acontecer, mas foram indo devagarzinho se encaixando para que eu realmente tivesse um dos anos mais inesquecíveis da minha vida.

Viajei para a Europa, ganhei a Hannah, que é “prima” da Vanilla (minha gatinha falecida), pela primeira vez consegui manter uma rotina constante de exercícios com o pilates (e parei na reta final do TCC, volto em janeiro, juro!), descobri a magia da acupuntura (recomendo!), comecei a dirigir diariamente e até troquei de carro, comecei a trabalhar no UOL… Comecei a namorar o Rafa. Me formei com um 10.

Quer dizer, se eu tinha motivos para querer mandar tudo e todos para qualquer lugar mal cheiroso de fevereiro a julho, de repente alguma coisa mudou. Os astros se realinharam. Eu comecei meu ano 6 segundo a numerologia e o fluxo de mudanças do ano 5 acabou, enfim.  Sei lá what the fuck happened. Só sei que sou a prova viva de que o que está pior pode sim melhorar!

Mágoas à parte, espero aprender a resolver e melhorar isso (e digerir isso) ano que vem, afinal não tenho mais motivos para remoer tristezas diante de tantas novas possibilidades que a vida tem me dado. E talvez esta seja minha única resolução de ano novo, algo que depende unicamente do meu esforço, já que ser feliz é uma opção que fazemos diariamente ao sair da cama.

2009 me provou que é preciso ter paciência e que as coisas acontecem, sim e como tem de acontecer. E, depois dessa, não tem como não entrar em 2010 confiante, feliz, curiosa pelo que vem pela frente – e muito agradecida.

Obrigada Deus, obrigada universo, obrigada a todas as pessoas incríveis que estiveram ao meu lado!


Em tempo: estou fazendo baliza e carregando a família pra viajar no banco de trás do carro.

.

ps: mas agora, falando sério, só não tô é tão curiosa com as contas a pagar dessa vida aí de “mulheradulta/formada/pagominhascontas”. Sabe como é, né? Deram uma batida no meu carro, tem que mandar arrumar… blablabla whiskas sachê.  hehe 8)

Em 2009, eu quero…

sáb

Eu disse no post passado que voltaria contando minhas resoluções de ano novo, lista que eu já faço religiosamente há pelo menos uns 5 anos. O caso é que eu refleti um pouco e mudei de idéia a respeito de “fazer” resoluções. Para 2009, resolvi resumir minha lista de “desejos e afins” para três pontos simples, mas que me exigirão um esforcinho diário para cumprí-los.

Masss… Recebi um meme da Thaís, para contar as 9 coisas que quero para 2009. Como minhas resoluções de ano novo quase nunca incluíam bens materiais, mas sim novas atitudes (tipo, “ser mais confiante e menos ansiosa”), resolvi fazer o meme falando de coisas mais terrenas e depois conto quais são meus três quesitos fundamentais para a “Fernanda 2.0 ano 2009”.

9 coisas que eu gostaria de fazer em 2009:

1. Entrar pra aula de boxe. Simples. Eu poderia listar mil atividades físicas que eu, de fato, quero fazer, mas começar pelo boxe já vai ser ótimo e muito mais realizável do que dizer “vou fazer dança de salão, musculação, body pump, yoga, capoeira, circo, chupar cana e assoviar” e cia. ltda.
2. DIRIGIR mais. O carro tá na garagem, só falta tomar mais coragem (e fazer as pazes com a ré).
3. Ler com calma o manual da minha câmera fotográfica nova (e sim, isso é um desejo para o ano, porque eu nunca abri o manual da minha Nikon que eu comprei há 4 anos e estou dando um break para a coitadinha sem nem tê-la conhecido por completo).
4. Conseguir habilitar a internet no meu querido celular – não sei porque não funciona e aparentemente os atendentes do SAC da Claro também não. Preciso ir logo numa loja resolver isso. Aliás, trata-se de um LG Secret. Alguém tem algum palpite do que pode ser?
5. Mudar de onde eu moro. Gostaria de morar sozinha, mas se não for possível, quero ao menos morar numa área um pouco mais central.
6. Testes. Muitos testes para dar o pontapé inicial definitivo na carreira de atriz, já que meu drt sai ainda este mês.
7. Trabalhar num lugar melhor do que meu último emprego, de preferência. Ou então, que chovam freelas na minha horta, por favor. Trabalhar em casa é uma benção! :whistle:
8. Usar muito melhor o meu tempo.
9. Realizar um bom TCC e (tomara!) que ele me abra portas no mercado de trabalho.

Quem quiser fazer este meme, fique a vontade e me avisa que fez, para eu poder dar uma espiadinha!

Agora vamos aos meus três desejos pessoais para tentar fazer de 2009 o melhor ano da minha vida (até agora!):

1. Ter foco.
Fazer as escolhas certas e não perder tempo com coisas e situações que não valem a pena. Afinal, se eu sei o que quero, sei para onde vou – o que é bem diferente de ir para qualquer lugar quando não se sabe o que quer.

2. Guardar.
Guardar minha vida e me guardar. É ótimo compartilhar planos e alegrias, mas é melhor ainda partilhar conquistas. Preciso aplicar ainda mais a máxima “silence is gold“.

3. Ser feliz.
A felicidade é uma escolha sua. Eu me prometo escolher ser feliz diariamente a partir de hoje e não deixar as pequenas coisas tomarem a minha energia. Tudo o que eu quero para 2009 é fazer sempre uma bela laranjada com as laranjas que a vida me der.

And that’s all folks. Espero que eu também tenha inspirado vocês. 8)

(Quase todos) Os cinco melhores de 2008

ter

Como eu não resisto a fazer listas, fiz um montão de top 5’s com um pouco do que eu vi, ouvi e vivi neste ano que chega ao fim depois de amanhã.

5 Filmes no cinema:
1. Um beijo roubado
2. Sweeney Todd – O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet
3. Irina Palm
4. Vicky Cristina Barcelona
5. Rebobine, por favor (que merecia um mega post, mas vou deixar passar. Assistam! É o que importa.)

5 Bandas/cantores novos:
1. MGMT (não é exatamente novo, mas eu viciei total recentemente). Ouça “Time to Pretend” e “Eletric Feel”.
2. Lady Gaga – ouça “Pokerface” e “Paparazzi”.
3. Katy Perry – além de “I Kissed a girl”, ouça a versão dela para “Use your Love”, do The Outfield.
4. The Ting Tings – ouça “That’s not my name” e “Keep your head”.
5. Duffy – ouça “Mercy” e “Delayed Devotion”.
(faltou vocal masculino nas minhas playlists esse ano, definitivamente.)

5 livros lidos:
1. Ele simplesmente não está afim de você – Greg Behrendt e Liz Tuccillo (esse é pra vida toda!)
2. Can you keep a secret? – Sophie Kinsella
3. Crepúsculo/Lua Nova – Stephenie Meyer (<3 porque eu durmo e acordo pensando em Edward e Bella. Jura mesmo que eles não existem num universo paralelo?)
4. Adultérios – Woody Allen
5. Alice Através do Espelho – Lewis Carroll

5 melhores – TV:
1. SKINS (!!!), seriado  que eu só assisti esse ano e morri. É a melhor série ever, nunca fiquei tão presa num produto pra tv. Sei lá, é o tipo de coisa que eu atuaria, produziria, dirigiria…
2. Gossip girl (que eu parei de ver, mas sei que tá incrível!)
3. CQC – eu e todo mundo. hehe
4. 15 minutos – Marcelo Adnet = sex symbol.
5. Lavanderia MTV – é toscon, mas eu rio muito. Gosto da Penélope, ainda mais porque a conheço pessoalmente e ela é daquele jeitinho mesmo.

5 Blogs que conheci:
1. Diário de Solteiro (não só porque eu escrevo lá também, mas porque a gente é foda, ok?)
2. Meu melhor amigo gay
3. Lan House do purgatório
4. Controle Remoto
5. Coma com os olhos

5 momentos inesquecíveis:
1. A ida ao Projac com um monte de blogueiros! <3 (veja as fotos)
2. O primeiro dia dos namorados solteira em anos – e, ainda assim, o melhor de todos!
3. Madonna no morumbi.
4. JUCA solteira, com direito a beber e esquecer, passar frio na barraca, chavecar e ser chavecada e não, não pegar ninguém. E sem maiores descrições. 8)
5. Me ver no jornal da globo. (Pô, isso é memorável, não? hehe)

5 evoluções pessoais:
(porque eu ainda não entrei na academia, mas consegui outras coisas.)

1. Eu definitivamente não sou mais uma maníaca controladora….
2. …Agora eu posso até ser um homem. Ou quase. Quer dizer, nesse quesito “deixar pra lá”.
3. Acionamento do botão foda-se (nunca apertei tantas vezes na vida).
4. O auto-controle financeiro. Isso definitivamente não tem preço!
5. Dirigir, finalmente. Demorou pra essa carta sair, demorou pra eu tirar o carro da garagem, mas o milagre das 4 rodas finalmente aconteceu! Só que eu ainda preciso de estacionamentos com manobrista. O milagre da baliza fica pra 2009. hehe

5 melhores posts:
(porque eu soltei muita pérola esse ano e vocês merecem relê-las – ou não.)

1. Um ano solteira
2. Sobre amor e copos meio vazios
3. Rolê Internacional (relato da minha viagem para San Francisco e Nova York em maio)
4. “Eu não gosto de teatro”
5. Oi, me empresta seu marido?
(e um extra: O fatídico Jornal da Globo – porque eu ainda tenho recebido muitos e-mails perguntando sobre grana e etc.)

5 homens inesquecíveis:
De fato, houveram alguns. Mas seria muito mais divertido se eu fizesse a lista contrária: “top 5 fiascos” ou, sei lá, “top 5 malucos” – se bem que esta última ia virar um top 10. Enfim, acho melhor não. Né?! hehe

Voltarei com as minhas tradicionais resoluções de ano novo. Eu não resisto, okay? :whistle:

Então existe uma esperança. Ou duas.

qui

Este provavelmente vai ser meu último post sobre relacionamentos (ou a ausência deles) do ano, então prestem bastante atenção, pois agora é exposição mode [on].

imagem via We <3 it.

Nesse tempo sozinha eu criei uma meia dúzia de convicções amargas sobre homens e relacionamentos. Já até me acusaram de estar sendo matemática e cartesiana neste sentido, mas o que eu quero dizer é que, bem, às vezes criando uma meia dúzia de teorias você se protege de acasos ruins. Claro, é o acaso e ele pode ser bom. Mas e se for ruim? Já falei aqui que não concordo em sofrer pelo incerto, pelo que não é, pela esperança do que nunca vai ser.

É claro que eu me toquei de que realmente poderiam ser apenas meia dúzia de teorias que eu criei para mim mesma me tranqüilizar. Auto-proteção e amor-próprio são bons motivos para isso, principalmente quando os seus próprios “10 mandamentos” fazem muito sentido e quando você sabe que toda mulher, em sua via sacra, passa pelos momentos (dias/meses/anos) de “homens são malucos / isso aqui é uma competição / não acredite neles até que te provem o contrário”.

Continue lendo →