75 anos de Ray-Ban

seg

Abri minha Nylon desse mês (com a incrível Shirley Manson na capa) e me deparei com a sequência de anúncios comemorativos dos 75 anos da Ray-Ban. As fotos estão lindas e recriam épocas diferentes em cada anúncio, sempre contando com o óculos da marca e com o lema “Never Hide”:

 

Muitos sites de design e publicidade falaram sobre a campanha por conta deste último anúncio, elogiando a postura da marca ao colocar também um casal gay. Vocês já tinham visto? Eu achei sensacional. Como fangirl da marca, não tive como não comentar! rs Todas as imagens da campanha comemorativa estão aqui.

.

Como seria usar um Ray Ban para sempre? Para sempre mesmo?

qui

Da série: “tem louco pra tudo. Sempre tem”.

.
Essa é a história do Matthew. Ele vivia uma vida normal e aparentemente devia ser um dos carinhas estilosos do bairro, ou daqueles que chamam a atenção, porque Matthew tem muitas tatuagens.

.

Não sabemos o que Matthew fazia para ganhar a vida, mas ele parecia realmente feliz. Ele tinha um cachorro e inclusive uma namorada bem bonita:

.

Um belo dia, Mathew recebeu uma proposta da Ray-Ban. Uma proposta diferente, ousada, uma proposta que envolveu algum dinheiro (não se sabe o quanto). Uma proposta que Matthew aceitou.

Num sábado de sol, Matthew foi para um estúdio de tatuagem com seu Wayfarer no rosto e sua namorada para lhe dar uma bela força. Como não se sabe o nome da namorada, vamos chamá-la de Jane. Jane foi lá no estúdio dar aqueeeela forcinha pro boyfriend.

.

Não se sabe por quanto tempo Matthew deliberou para tomar esta decisão, mas ele bem sabia de que seria para sempre! Ele só disse para o tatuador: “mandavê!”.

.

O desenho começou, Matt! Ainda dá tempo de desistir. Tem certeza?

.
NÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!


.

E foi assim que o Matt ganhou um óculos de sol eterno no seu belo rostinho rosado. Um “óclinhos” para acompanhá-lo em todos os momentos: vendo TV, chorando, rindo, pingando colírio, correndo no parque, com conjuntivite, queimandinho de sol na praia…

.

E a partir daí a Jane descobriu como é beijar alguém eternamente de wayfarer. A partir daí a Jane ficou pensando como vai ser quando eles estiverem bem velhinhos e ela tiver de explicar para os netos por quantos dólares o vovô topou ilustrar o rostinho…

… E daí a Jane, no mesmo dia mesmo, descobriu o quão bizarro é ter alguém com um óculos pintado na cara suando em cima dela, num quarto à meia luz. Talvez Jane tenha passado a preferir de quatro.

Ray Ban, parabéns! Mandou fodamente bem encontrando esse maluco!

Mattew, só vou pedir uma coisa, que já pediram lá no seu flickr: poste fotos aos 80 anos pra gente dar uma olhadinha.

.

Brincadeiras à parte, o que acharam? Coragem, maluquice, excesso de estilo ou bizarrice?.

ps: pra quem ficou achando aí que é photoshop, tem tudo filmado para a nova campanha da Ray Ban, a “Never Hide”.

ps2: só pra ficar claro, não tenho asbolutamente NADA contra tatuagens, até porque o rapaz já é todo estilosão, mas  acho tatuar um óculos no rosto bem esquisito.

Minha casa é um poço de óculos (fazendo a limpeza no quarto de bagunça, parte 2)

dom

Lembram daquele Ray-ban aviador?

É, continuo insistinto em fazer limpeza no quarto de bagunças, pois achei uma cópia bastante interessante do wayfarer agora – e verde azulado, da Solar Accents:

Mãe, obrigada por ter tido tanto bom gosto para óculos nos 80’s.

Lady Gaga, torradas apaixonadas, desafio Bonafont, brodlies party e Ray-ban party – Imagens da Semana

qua

LADY GAGA

adivinha o que eu vou ouvir nos próximos 93847293874 dias?

Por algum motivo cósmico, o Submarino ainda não pôs à venda o cd novo de Lady Gaga e eu estava ansiosa e corri comprar na Saraiva mesmo. Não preciso nem dizer que gostei, né? Eu já tinha baixado, já tinha ouvido e achei  o encarte incrível, já que o “The Fame: Monster” inclui o livrinho do primeiro CD virado de ponta cabeça no final.  E achei gênio que todas as letras estão lá. Apesar disso soar idiota com tantos sites de “lyrics”, eu gosto, tá?

.

RAY-BAN PARTY

encontrei Alê Ferreira na festa e, enfim, vejam o vídeo até o final. 8)

Uma tragédia: chegando na festa, as pilhas da minha máquina fotográfica nova morreram e sei lá porque cargas d’água, ela também não quis aceitar as pilhas da filmadora. Então, enfim, só tem o vídeo mesmo pra mostrar como foi a festa do Ray-Ban Colorize, linha que permite que você personalize o seu próprio Wayfarer. Não, eu não ganhei um kit desses, mas se quiserem me dar, tô super aceitando! #sôlocaporrayban

.

TORRADAS APAIXONADAS

honey, make me a toast <3

carimbo de torrada do SegredoVitorio

Adivinha quem me deu e quem fez torradas para mim? Achei lindo e ainda ajuda a manteiga a se infiltrar mais no pão quando derrete. Obrigada, Rafa! <3

.

BRODLIES PARTY

brodlies party

mais fotos no flickr

Festa de dois amigos do Rafa onde bebemos à vonts e tiramos mais fotos psicodélicas, claro. E o Rafa tocou, então eu dancei loucamente até às seis da manhã, quando o dono do estabelecimento quase desceu a mão para o meu querido DJ desligar a mesa de som.

.

DESAFIO BONAFONT #1


por enquanto tá fácil. Difícil é lembrar de ir no banheiro! hehe 8)

Recebi uma cestona com garrafas da Bonafont, a “água leve da Danone”, e fui desafiada a tomar 2L de água por dia por quinze dias e contar o que mudou em mim. Por enquanto tá mega fácil! Com esse calor todo, eu ainda extrapolei os 2L tomando água “pesada”. Em todo caso, depois de tomar tanto dessa Bonafont dá pra sentir a diferença ao toma a  água comum: essa sim parece que te “estufa”.

Aproveito pra comentar: essa água lembra muito a Evian francesa, que vocês já devem ter ouvido falar em filmes. Não sei se a Evian é “leve”, mas ela tem um aspecto de estar sempre fresquinha, é como se a água não envelhecesse, e a Bonafont me dá a mesma impressão.

ps: vejo vocês no Youpix hoje à noite!

Por que fazer limpeza no quarto da bagunça da sua casa?

seg

… Porque você pode encontrar preciosidades como esta:

.

.

Ray-Ban Aviator, 1992.
Foi do vovô. Agora é meu, com todo o carinho necessário.