Como seria usar um Ray Ban para sempre? Para sempre mesmo?

qui

Da série: “tem louco pra tudo. Sempre tem”.

.
Essa é a história do Matthew. Ele vivia uma vida normal e aparentemente devia ser um dos carinhas estilosos do bairro, ou daqueles que chamam a atenção, porque Matthew tem muitas tatuagens.

.

Não sabemos o que Matthew fazia para ganhar a vida, mas ele parecia realmente feliz. Ele tinha um cachorro e inclusive uma namorada bem bonita:

.

Um belo dia, Mathew recebeu uma proposta da Ray-Ban. Uma proposta diferente, ousada, uma proposta que envolveu algum dinheiro (não se sabe o quanto). Uma proposta que Matthew aceitou.

Num sábado de sol, Matthew foi para um estúdio de tatuagem com seu Wayfarer no rosto e sua namorada para lhe dar uma bela força. Como não se sabe o nome da namorada, vamos chamá-la de Jane. Jane foi lá no estúdio dar aqueeeela forcinha pro boyfriend.

.

Não se sabe por quanto tempo Matthew deliberou para tomar esta decisão, mas ele bem sabia de que seria para sempre! Ele só disse para o tatuador: “mandavê!”.

.

O desenho começou, Matt! Ainda dá tempo de desistir. Tem certeza?

.
NÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!


.

E foi assim que o Matt ganhou um óculos de sol eterno no seu belo rostinho rosado. Um “óclinhos” para acompanhá-lo em todos os momentos: vendo TV, chorando, rindo, pingando colírio, correndo no parque, com conjuntivite, queimandinho de sol na praia…

.

E a partir daí a Jane descobriu como é beijar alguém eternamente de wayfarer. A partir daí a Jane ficou pensando como vai ser quando eles estiverem bem velhinhos e ela tiver de explicar para os netos por quantos dólares o vovô topou ilustrar o rostinho…

… E daí a Jane, no mesmo dia mesmo, descobriu o quão bizarro é ter alguém com um óculos pintado na cara suando em cima dela, num quarto à meia luz. Talvez Jane tenha passado a preferir de quatro.

Ray Ban, parabéns! Mandou fodamente bem encontrando esse maluco!

Mattew, só vou pedir uma coisa, que já pediram lá no seu flickr: poste fotos aos 80 anos pra gente dar uma olhadinha.

.

Brincadeiras à parte, o que acharam? Coragem, maluquice, excesso de estilo ou bizarrice?.

ps: pra quem ficou achando aí que é photoshop, tem tudo filmado para a nova campanha da Ray Ban, a “Never Hide”.

ps2: só pra ficar claro, não tenho asbolutamente NADA contra tatuagens, até porque o rapaz já é todo estilosão, mas  acho tatuar um óculos no rosto bem esquisito.

Consultoria para recém-formados (e uma campanha genial!)

qui

Certo, você acabou de passar uns bons anos da sua vida numa faculdade e, caso seja gringo, é bem provável que tenha se tornado mocinho(a) e tenha vivido no campus da universidade por todo esse tempo de imersão em apredizado. Agora, você tem de encarar o mundo além dos muros da “facul” e fazer dar certo num mercado de trabalho em crise… Só que toda a experiência profissional que você tem se resume a conhecer o primo de um amigo de  alguém meio influente.

A proposta do Graduate Carreer Coaching é ensinar os recém-formados a interagir corretamente em entrevistas e dar um tapa em seu currículo, além de promover workshops e esse blablabla empresarial super útil. Mas foram os absurdos no “curriculum vitae” de jovens que inspiraram a campanha publicitária genial do serviço americano.
.

Olha só (e clica pra ler direitinho):
.

.

Continue lendo →