Famosas posam sem maquiagem para a “W” de fevereiro

qua

Talentosas e corajosas, várias atrizes toparam posar sem maquiagem ou com um quêzinho beeem natural para “W” de fevereiro. A edição deste mês traz o tradicional resumão anual com atores que se destacaram no último ano. Na capa, Emma Stone vem abrindo os trabalhos – e mais 33 atores completam o recheio, que você pode ver aqui.

Entre as corajosas e geneticamente lindas, teve atriz que acabou ficando com ares até forçados de heroin chic – aquela tendência de beleza que ficou famosa nos anos 1990 por ir de encontro ao look saudável que modelos como Claudia Schiffer exibiam. Na época, o  destaque ia para os olhos bem fundos, as olheiras em evidência, o rosto magro e com ossos aparentes e a pele pálida.

Será que forçaram a barra na “naturalidade” ou é bom ver um pouco de vida real em fotos bem feitas? Dê o seu veredicto nas fotos a seguir; o meu vem logo na legenda!

.

Amy Adams: pele de porcelana, branquinha e maquiagem quase zero. Parece que só as olheiras foram camufladas para valer. Com ssa foto, concluo que a maquiagem costuma fazer um belo trabalho para deixá-la com cara de novinha. Ela costuma interpretar personagens bem mais novas que ela mesma! 

Rachel Weisz: musa. Parece que só está com a pele feita e o contraste ajudou bastante. Acho que uma foto tão profissional pede sim algum cuidado, por mais que a revista esteja ávida por revelar até os poros das celebridades 

Jessica Chastain: também de pele feita e talvez com um tracinho leve delineando o canto superior externo do olho. Gosto também, mas realmente as peles das mais branquinhas parecem pedir por mais cuidados na hora do clique

Kristen Stewart: a impressão é que maquiaram a ex-vampirinha às avessas. Ao invés de parecer natural, a maquiagem parece forçar o visual “dodói”. Veja que tem um puxadinho no olho e a boca tem um gloss estranho. Não gostei, e ainda achei que a roupa com detalhes coloridinhos esquisitinhos acabou derrubando de vez a gata. O carão aí era ideal para estar mais descontraída, camiseta e boné, etc etc.

Continue lendo →

10 Comerciais que deveriam ser curta-metragens

sex

.
Comerciais foram feitos para vender produtos, para ressaltar suas qualidades e fazer também saltar a carteira do consumidor. Mas, não há nada melhor (e mais vendável!) quando conseguem fazer mesmo saltar nossos olhos – e, porque não, o coração ou o riso.  Dá até pra dividir os comerciais audiovisuais em três categorias: a) ruins; b) engraçados/originais/aquele que tem aquela musiquinha pentelha, 32244000, mais uma vez!; c) estes que eu quero comentar: comerciais que deveriam ser curtas.

Falo de segundinhos que contam histórias tão bonitas, tão singelas, tão surreais ou tão engraçadas que merecem uma continuação. Um complemento. Que nos deixam com uma pulguinha atrás da orelha querendo um desfecho para além do clímax que tanto vende. E, claro, merecem um ponto de virada também, por que não?
.

1- Chanel nº 5 – com Rodrigo Santoro e Nicole Kidman

.

2- Chanel nº 5 – com Audrey Tatou

Estes dois já são super ultra mega produzidos e ainda assim uns dez minutos a mais (pelo menos!) nos deixariam de olhos cheios e felizes.

.
3- Mercado Livre – “Vendo Beijo”

Fofurinha da titia! Adoro esse comercial. É tão, tão singelo. :)

4- DVB – Grife de Victoria Beckham

Quem disse que dona Posh não pode ser fofinha? Sim, ela pode isso também.


5- Comercial alemão – Sexo virtual dando errado

No dia seguinte, como olhar pra sua maninha, hein?


6- Levi’s – stopmotion ao som de “Mr. Bombastic”

Esse já vem com começo, meio e fim bem definidos e provavelmente não aguentaríamos ouvir essa trilha sonora no repeat por muito tempo, mas quem se importa? Pra mim, esse comercial marcou época. É o que eu mais lembro de toda minha “infância”.

Continue lendo →

10 filmes que a gente vai querer ver!

ter

Aproveitando a semana lotada de notícias sobre o Festival de Cannes, resolvi fazer essa lista de 10 filmes que a gente vai querer ver. São lançamentos para o ano todo (e também para o ano que vem!), resumidos, assim, bem rapidinho: nome, trailer e ficha técnica, porque as imagens falam muito mais!

*dei preferência para trailers legendados quando disponíveis.


.
1. Nine

.


.
Primeiro da lista, Nine é o novo musical de Rob Marshall, mesmo diretor de Chicago. Desta vez, o diretor faz um mergulho no universo de Federico Fellini e traz o filme mais emblemático da carreira do diretor, 8½ (1963), no formato de musical. Além de ser uma oportunidade de rever o trabalho do italiano, o longa ainda traz um super elenco, pra dizer o mínimo.

Com: Daniel Day-Lewis, Sophia Loren, Nicole Kidman, Penélope Cruz, Marion Cottilard, Kate Hudson, Judi Dench e Fergie (sim, do Black Eyed Peas!).
Direção: Rob Marshall (Chicago)
Previsão de Estréia: 25/11/2009 nos Estados Unidos. Não tem data prevista no Brasil.

.
2. Coco Antes de Chanel, “Coco Avant Chanel”
.


.
O longa conta a vida de um dos maiores ícones da moda de todos os tempos. A história começa com a jovem Gabrielle Chanel no orfanato, com dez anos de idade, e segue até que a moça descubra seu talento e se torne a Coco que entrou para a história.

Com: Audrey Tatou, de O Fabuloso Destino de Amelie Poulain e Código Da Vinci, no papel título.
Direção: Anne Fontaine
Previsão de Estréia: 30/10/2009

.

3. Little Ashes
.


.
Outra biografia, que eu particularmente estou doida pra ver. Pelos atores, pela história e pelos três artistas retratados! Little Ashes coloca nas telonas a conturbada vida de Salvador Dalí em pleno período de revolução na Espanha. Para completar, poderemos observar de perto a relação entre ele e o dramaturgo Frederico Garcia Lorca, além da parceria criativa com o cineasta Luis Buñuel, famoso por O Cão Andaluz (1929). (E se você já está se perguntando, sim, é este o filme em que Robert Pattinson faz o Dalí e dá uns pegas no Lorca.)

Com: Robert Pattinson, Javier Beltrán e Matthew McNulty.
Direção:
Paul Morrison
Previsão de Estréia: 8/05/2009 nos Estados Unidos. Não tem data prevista no Brasil.

.

4. Os Abraços Patidos, “Los Abrazos Rotos
.


.
Apresentado e aplaudido esta semana no Festival de Cannes, Os Abraços Partidos conta a história conturbada entre um diretor de cinema e a atriz principal de seu filme. Numa trama cheia de flashbacks e referências a diferentes escolas de cinema, Almodóvar ainda aproveita para metaforizar a própria história política da Espanha em seu personagem principal. (E eu que sou fã de Almodóvar do começo ao fim, já sei que vou amar. Promete!)

Com: Penélope Cruz, Lluís Homar, Blanca Portillo, José Luis Gómez, Tamar Novas e Rubén Ochandiano
Direção: Pedro Almodóvar
Previsão de Estréia: 24/09/2009, no Festival Internacional de Cinema do Rio de Janeiro.

.

5. Paper Heart
.


.
Um filme leve pra continuar. Paper Heart é o próximo filme de Michael Cera. Nesta comédia, uma jovem garota resolve fazer um documentário sobre amor, entrevistando pessoas sozinhas e casais que acreditam terem encontrado sua alma gêmea. O fato é que a menina não tem muita certeza de que encontrará a tampa da sua panela, mas adivinha o que acontece?? AWN! <3

Com: Michael Cera e Charline Yi
Direção: Nicholas Jasenovec
Previsão de Estréia: 14/08/2009 nos Estados Unidos. Não tem data prevista para o Brasil.

.

E a lista continua depois do jump.

Continue lendo →