“Solteiros Com Filhos” e outras formas de amor

qua


você conseguiria escolher só dois entre “love, kids e happiness”?

O casamento dos seus melhores amigos é um inferno. Você solteirona e seu melhor amigo solteirão querem ser mamãe e papai e sabem que não conheceram até hoje ninguém com curriculum suficiente para dividir a guarda de uma criança. Taí a trama de “Solteiros Com Filhos”.

Com a superhot Megan Fox e as ótimas Kristen Wiig e Maya Rudolph do divertido “Missão: Madrinha de Casamento” como coadjuvantes, o filme conta a história de Julie (Jennifer Westfeldt) e Jason (Adam Scott), dois amigos que, sem pensar muito, resolvem ter um filho juntos porque parece este ser o melhor jeito de criar um filho  sem ter de perder tempo com um casamento infeliz.

Parece drástico e um tanto quanto inconseqüente para a criança que chega, mas a verdade é que os casamentos dos amigos destes ‘solteiros com filhos’ têm tantos problemas, que você embarca na história e este realmente parece um caminho ok para quem quer ser pai. A teoria que sustenta a situação da dupla de amigos é de que é impossível ter amor, felicidade e filhos ao mesmo tempo – você só pode ter duas coisas por vez.

Quem faz solteiros e casados pararem para pensar no que está de fato acontecendo é a personagem de Megan Fox, que faz uma meteórica, mas importantíssima não só para esquentar a cama de Jason, mas para fazê-lo perceber que relacionamentos muitas vezes não dão certo pela falta de maturidade de um dos lados. E, claro, sem contar demais, você já pode imaginar o que vai acontecer – mas, ó, nesse caso não é ruim, pois a questão é o como vai acontecer.

“Solteiros Com Filhos” estreou na semana passada e o feriadão pré-dia dos namorados é uma boa hora para espiar o filme. E, sim: dá pra levar seu respectivo para o cinema sem risco de matá-lo de tédio. Os diálogos entre os rapazes garantem a diversão dos machos e, obviamente, a passagem de Megan Fox é rasante, mas é hot como sempre.

O longa foi escrito e dirigido pela protagonista e é uma gracinha de emocionante. O elenco é excelente e esta é mais uma daquelas histórias simples, possíveis e contadas com poucos recursos, poucos cenários, e com muito texto. Se você gosta desse jeitinho de fazer cinema, pegue a pipoca e vá!.

segundo o filme, dá pra pegar a Megan Fox paquerando com um bebê! rs