Flashmob da toalha na Paulista*

sex

Na última quarta, a Consul colocou mais de cem pessoas na Avenida Paulista vestindo apenas… Uma toalha! :O Um monte de gente curiosa registrou a cena e saiu instagramando, especialmente por causa do friozão que fez na cidade no dia. Só que essa galera corajosa se reuniu foi pra fazer uma mega blaster lavagem de roupa! hahaha

Esse povo todo saiu em flashmob para chamar a atenção dos passantes e apresentar a nova Consul Facilite, uma máquina de lavar econômica, capaz de lavar mais de cem toalhas sem precisar reabastecer com sabão ou amaciante. Dá uma olhada como foi:

dando um rolê de toalhinha por aí!

Em consideração a essa galera que saiu de toalha no frio que resolveu fazer em São Paulo, deixo também a minha foto de toalha – mas sem jogar pra cima, lógico! hehe


*Este post é um publieditorial.

23/2: um dia para protestar contra o bullying

qua

o hino: “calling someone ugly won’t make you prettier”

Hoje, 23 de fevereiro: dia de protestar contra o bullying. Não é uma data mundial, mas no Canadá o movimento vem ganhando adeptos para esta data que ficou conhecida com o apelido de “Pink Shirt Day” (dia da camisa rosa).

Divulgado e organizado por dois adolescentes de um colégio de Vancouver, o movimento ficou bem grande e consiste em, basicamente, vestir uma peça de roupa ou acessório na cor pink para mostrar que você é contra esta prática hostil e prejudicial.

A ideia é simples – e funciona! O evento já aconteceu em anos anteriores e foi um sucesso. Para a edição de hoje, a garotada conta com o apoio de diversas escolas e também de uma rádio da cidade, a CKNW.

Para divulgar o dia de vestir a camisa rosa, os adolescentes deram um passo além e fizeram um flashmob super viralizante a seu favor: a galera ensaiou uma coreografia e parou um shopping para exibir suas roupas pink com mensagens de aceitação.

O vídeo mostra não só a dança linda que os jovens fizeram, mas também a reação dos mais velhos, super encantados com as crianças e adolescentes engajados:
.

.

Bullying é a definição dada a comportamentos repetitivos de hostilidade e humilhação contra uma vítima em posição desprivilegiada dentro de um grupo. Segundo os especialistas, assédio, agressão verbal ou física, e qualquer tipo de ação contínua que provoque o isolamento social de um indíviduo podem ser considerados bullying, de forma que o problema pode brotar inclusive em ambientes de trabalho formais.

Como os alvos das agressões geralmente se sentem intimidados, especialmente em situações que envolvem muito mais que sua reputação, fica bem difícil identificar os agressores se as vítimas não forem encorajadas a falar. Sendo assim, quando surge uma iniciativa como o  Pink Shirt Day temos é que bater palmas, pois é mais uma forma de dar voz aos oprimidos e de educar possíveis agressores.

Como eu apóio totalmente esta campanha – e esta ideia – vou usar algo pink hoje para endossá-la! E digo mais: digo que seria bem legal ver esta mesma movimentação por aqui: com embasamento, divulgação divertida e gente realmente interessada.

Bullying realmente não precisa ser mais um tabu, especialmente quando iniciativas simples podem tocar tantas pessoas. ;)

.

“Alice” é o novo preto: com que roupa você tomaria um chá das 5 com a personagem?

ter

Na verdade, a melhor pergunta aqui seria: “que jóias você colocaria para tomar um chá das 5 com Alice?”. Sim, a Alice de “Alice no País das Maravilhas”.  É que a Disney acaba de anunciar que uma linha de jóias inspirada no filme será lançada em 2010, juntinho com a estréia nos cinemas.

foto de divulgação e dançarina usando as jóias durante performance

Quem ficou responsável pelo design das peças foi Tom Binns, que já havia trabalhado na linha de colares “Believe”, que conquistou fãs como Nicole Richie, Eva Longoria e Lindsay Lohan. As novas peças devem variar entre $1000 e $2000 e uma linha mais barata também será lançada, com preços variando entre $100 e $500. Quer dizer, né? Só pra matar a gente de vontade mesmo.

Para divulgar a novidade, a Disney organizou um flashmob durante uma convenção em Las Vegas: dançarinos e acrobatas vestidos como os personagens de “Alice” surgiram em cena fazendo uma performance maluca e linda e usando os acessórios que a gente só vê ano que vem:
.


.

E aí, o que esperar? A descrição do vídeo no Youtube simplesmente diz: “Tim Burton’s interpretation of this classic is about to change the way you think of fashion” (A leitura de Tim Burton para este clássico vai mudar o jeito como você pensa a moda). É… Alice é o novo preto.

Fonte: Glam.com e Grazia Fashion