As balelas que as celebridades contam

seg

Os supostos “segredos de beleza” das celebridades são pautas de ouro nesta época do ano. Corra até uma banca de jornal e encontre uma super retrospectiva de assuntos da última década inteira sendo estampados como se fossem a descoberta da cura do câncer ou algo assim.

As dicas vão desde “como emagrecer cinco kilos em dois dias” até “como pegar a cor do verão em um único dia sem torrar” e é claro que as famosas sabem endossar um conto da carochinha como ninguém, levando uma série de pessoas doidas para seguir seus conselhos de olhos fechados sem nem pensar no absurdo que são algumas coisas.
.

Ashley Greene, Joe Jonas e seus pulsos enganados pela tal “power balance”

Citei dois exemplos quase suaves, mas a organização norte-americana Sense About Science (SAS) faz uma lista anual de abusos contra a ciência e, na edição de 2010,  vários absurdos que as celebridades andaram vendendo como dica valiosa.

No pronunciamento, o grupo desmentiu que aquela pulseirinha power balance faça algum tipo de efeito, questionou a eficácia da dieta maluca de Naomi Campbell, Ashton Kutcher e Demi Moore à base de maple syrup, limão e pimenta (???), e também foi contra o consumo de carvão vegetal junto aos alimentos, como já fez Sarah Harding, do Girls Aloud (!!!).

Por fim, o “segredo de beleza” mais bizarro (e o que eu achei mais absurdo do povo acreditar) desmentido pelo SAS foi do lutador de vale-tudo Alex Reid, que acreditava que seu sêmen valia por um “bifinho”.

O cara costumava dizer que era bom fazer sexo perto das lutas, desde que ele não ejaculasse, para não perder a nutrição equivalente a “bife, ovos, limões e laranjas”. Para rebater os argumentos deste *super reprodutor*, o SAS relembrou o que (muitos de) nós sabemos: o esperma morre depois de alguns dias e seu valor nutricional é muito pequeno.

Para fechar, o relatório era concluído com uma dose suave de realidade para quem acredita em qualquer balela. Não existe fórmula mágica, o corpo não precisa se desintoxicar (ele é inteligente e cuida disso sozinho) e, para emagrecer, basta usar aquele velho método conhecido: exercícios físicos e boa alimentação.

Entendidos? Então vamos todos fechar bem nossas carteiras diante de revistas que prometem uma nova dieta da sopa! hehe

Fonte: Folha de S. Paulo

Cult de boutique

seg

criadora e criaturinhas

De longe, enganam, de perto  – e no tapete vermelho -, encantam.  As clutchs que imitam livros criadas por Olympia Le-Tan tem tudo para virar artigo de desejo entre as famosas que queiram melhorar sua cara de conteúdo, e muitas já até desfilam as suas:
.

Clémence Poésy e Natalie Portman

Feitas à mão por esta francesa que reside em Paris, as bolsas tomam três dias de trabalho para ficarem prontas e reproduzem capas de obras que entraram para a história, ou que simplesmente estão na seção de favoritos da artista. O precinho? É de it bag: na faixa de $1400 na Browns Fashion.

.

Lindas, mas… Será que vale o investimento?

Como se vestir para um festival?

ter

Todo mundo sabe se vestir para a balada, faz um esforço, ou pelo menos tem alguma ideia. Na pior das hipóteses, pega alguma modinha para chamar de sua e repete à exaustão. O problema é que tal lógica de composição visual para um show não se aplica, que dirá para um festival, muito mais longo e que vai exigir muito mais pique para correr entre um palco e outro.

Pensando na quantidade de festivais que vem pela frente, como SWU, Natura Nós About Us e Planeta Terra, resolvi resumir de forma bem simples como decidir o que vestir numa noite que deve ser divertida e confortável, sem para isso precisar ser sem graça.

Cada um sabe qual é o seu estilo, mas não dá para não rir de quem surge de salto agulha ou bota pata de vaca  num show de rock. Então, sem mais delongas, este pequeno passo a passo serve para você que quer aparecer bonita na foto com os amigos, mas está indo para o show se jogar muito e quer uma roupa que te ajude nesta tarefa.  Vamos lá?


1. CHEQUE O TEMPO

Não é à toa que a maior parte dos festivais acontece no fim do ano. Além da agenda das bandas gringas estar mais sossegada, o verão está aí e isso significa tempo bom em terras de garoa e sol encoberto como São Paulo.

Em todo caso, não custa se prevenir: veja se vai chover ou não e se prepare para ela, a lama. Isso significa tênis fáceis de lavar, calças cuja barra não raspem no chão, capa de chuva pequena na mochila ou uma jaqueta impermeável com gorro. É importante também não ficar ensopado e correr o risco de detonar sua câmera fotográfica, portanto saiba se proteger da chuva.

Sugestões rápidas: galochas, tênis de couro (mais fáceis de lavar!), capa de chuva, agasalho com gorro se o tempo estiver mais frio, mochilinha pra esconder a câmera na hora do aperto.

.

2. DESÇA DO SALTO

Se você considerar o fator chuva, provavelmente o elemento salto alto perde alguns pontos na escala de relevância do “bem vestir” para um festival. Se considerarmos chuva e correr entre palcos para acompanhar toda a programação junto com seus amigos, o salto zera seus pontos!

Apesar de ser uma ótima alternativa pra levantar o look, não é confortável, pode render dores dos pés desnecessárias e causar escorregões. Esteja inteira até o fim do dia, quando subir ao palco aquela banda que você mais ama! Para isso, ao optar por uma bota ou sandália, tente ficar com com saltos de no máximo 5 cm para não cansar.

Camilla Belle, Kate Bosworth, Pixie Geldof, Kate Hudson e Alessandra Ambrósio

Sugestões rápidas: tênis de todos os tipos, sapatilhas, botinhas sem salto, montarias ou estilo cowboy. Priorize sapatos fechados para não ter surpresas com “pisões ” ou poças de água suja no chão. No caso de chuva, galochas!  E, por favor, a “bota pata de vaca” não é uma opção! Ela pode ter sido uma boa alternativa para raves há uns anos atrás, mas hoje não passa de cafonice disfarçada de comodidade.  Já temos opções melhores!

.

3. Menos é mais

Maquiagem linda e franja na posição irão embora ao longo do dia. Dependendo do festival, você passará o dia inteiro por lá, isso se não optar por ficar no camping, como parte do público do SWU. Portanto, keep it simple: maquiagem pesada não é uma opção e um penteado legal pode salvar seu cabelo de poucas e boas do suor. Quem tem franja, sabe do que estou falando.

Emma Watson no Glastonbury deste ano

Sugestões rápidas: quer algo para se destacar na multidão? Batom e bons óculos escuros.  Depois de preparar bem a pele com protetor solar e maquiagem à prova d’água, o batonzinho pode ficar no seu bolso junto com o chiclete e ser bastante útil para proteger os lábios de racharem. O óculos, além de esconder cara cansada, levanta o ânimo de quem está se achando básica demais.  No cabelo, rabos de cavalo e coques deixam os fios no lugar, enquanto as tranças dão aquele ar indie-hipster tão desejado por algumas nestes eventos.

.

4. O casaquinho

Sua mamãe está certa: vai esfriar à noite. Se você for num festival no interior, por exemplo, tenha a plena certeza que os dias serão estupidamente quentes e as noites bem frias, mesmo nesta época do ano. Portanto, a recomendação do casaquinho é bem válida. Você não quer queimar a largada da “friagem” no primeiro dia e não durar até o terceiro, né?  Mulher prevenida vale por duas!

elas ouviram o conselho da mamãe

Sugestões rápidas: um bom hoodie, casaco de couro, jaqueta de nylon ou qualquer outra opção resistente. Não ache que aquele cardigã “podrinho” vai dar conta do recado quando já forem duas da manhã no meio do acampamento em Itu.

.

5. Sem medo de ser feliz

Esta parece fácil e na verdade é, mas vou explicar: vá com uma roupa que te ajude a se jogar. Se você não está afim de que sua calcinha corra o risco de aparecer, não aposte numa saia ou vestidinho. Também dê preferência a tecidos resistentes: os mais fininhos podem rasgar ou desfiar no meio da multidão e certamente você não quer isso.

Outra questão: se você tem medo de perder aquela jaqueta de couro maravilhosa ou o óculos xis da marca y, simplesmente não os use. Não vale transformar a experiência do show da sua vida em “maldito dia que passei horas no achados e perdidos atrás da minha pulseirinha de ouro”.

frequentadores do Glastonbury de 2009 se preparam (felizes!) para a chuva

Sugestões rápidas: algodão, jeans e outros tecidos bons de guerra vencem aqui. Camisetas divertidas e regatonas, shorts ou jeggings, botas ou tênis seriam meus pitacos finais.


E um bônus: lembrete para os meninos

Enquanto mulheres não saem sem bolsa, talvez você homem perceba que precisa de uma bolsa ou mochila para carregar suas coisas para um festival, que exige mais “bagagem” e preparação que um show comum. No caso, uma mochila pequena ou uma mala carteiro na lateral do corpo podem ser bastante úteis e não atrapalham tanto, principalmente se o evento dispor de armários para locação. É o melhor jeito de se divertir sem se preocupar!

Kellan Lutz e sua bagagem nas costas

Se você prefere carregar tudo com você, precisará escolher um modelo de “bolsa”.  Analise o clima do dia e veja o que será necessário: precisa de óculos escuros? Vai levar uma capa de chuva mais resistente? A bateria extra da sua câmera pode correr o risco de molhar no bolso da calça ou bermuda? O  ideal é não encher os bolsos de coisas e depois passar a noite apalpando-os para checar se algo “pulou” para fora. Neste caso, a mochila trancada com cadeadinho ou pendurada de um jeito que você possa ver, resolve tudo.

.

ps: post dedicado a todos que já ficaram em dúvida na hora de se vestir para um show e não encontraram ideia alguma. Como cansei de procurar algo para me inspirar, resolvi fazer o post que eu gostaria de ler. Espero que tenham curtido!

.

Louise Brooks e seu cabelo – Modos de Usar

qui

Estou aqui matutando sobre meu próximo corte de cabelo e inevitavelmente dei de cara com Mayana Moura, ex-modelo e agora atriz de “Passione”. A moça parece ter o único corte de cabelo moderninho atualmente no ar, de forma que só se fala dela e de seu picumã em todo lugar – e só se encontra seu pescoço branco nu em capas de revista esse mês.

O que reparei é que, bem, mil e uma pessoas já usaram o tal cabelo recentemente, todas inspiradas por Louise Brooks, atriz que trabalhou no cinema americano nas décadas de 1920 e 1930:

musa póstuma.

Por enquanto, ainda é modinha da boca pra fora. Não vemos nenhuma mulher comum segurando esse cabelinho que dá estilo express dentro de metrô e busão.

Em todo caso, creio que mais lisinhas corajosas deveriam aderir. Pelo menos, é garantia de se parecer com alguma celebridade instantaneamente, afinal até elas ficam parecidas com esse cabelo:

Mayana Moura

Catherine Zeta-Jones em “Chicago”

Olivia Wilde em “Tron”

Cate Blanchett em “Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal”

Selma Blair em “Hellboy 2”

Katy Perry

Katie Holmes

.

E aí, alguém usaria sem ter um cabeleireiro a tiracolo? E os meninos, o que acham? 8)

Gisele, o movimento

seg

lançamento - Pantene

mais fotos no flickr

No tal evento da Pantene, tivemos a oportunidade de ver e ouvir Gisele Bündchen por alguns sete minutos, o que obviamente não nos possibilitou perguntar coisa alguma e nos deu a certeza total que ela passa spray de baforada de Afrodite no cabelo, ou qualquer coisa divina do gênero.

Com portuguesinho gringo e uma gíria ou outra “tipo assim”, a loira explicou rapidinho o que eram os lançamentos e falou das novas embalagens da marca feitas com plástico cuja matéria prima é a cana de açúcar – ou ao menos foi isso que entendi, já que estava bastante ocupada fotografando.

Olhando bem pra mulher, vimos que é toda uma energia absurda que não se trata de cabelo, de produção ou de passarela. Talvez Gisele seja atriz por natureza e saiba concentrar sua energia toda no sorriso aberto ou no carão durante os poucos minutos que se mistura conosco, pobres mortais.

Quem sabe ela nem seja assim no dia a dia, quem sabe seja toda uma questão de concentração para dar o melhor de si nos milionários segundos em que aparece e dá o ar de sua graça. Ou, sei lá, ou a mulher é mesmo iluminada, e aí saberemos que não há Pantene – ou qualquer outra coisa – que traga tanta energia para o nosso cabelo e ilumine nosso rostinho.

Quer dizer, quem sabe Gisele, e seu movimento ondulado, sejam a tal beleza real, a tal inner beauty que só quem se ama – e se ama demais – pode ter.

Posso falar? Admirei-a como ser humano. (mas ainda não consigo imaginá-la fazendo o número 2.)

Liveblog do Teen Choice Awards

seg

Liveblogging encerrado. Destaques da noite? Os milhares de prêmios para os atores da saga “Crepúsculo”, os figurinos de Katy Perry e o prêmio de melhor música, que foi para “California Girls” da própia. E aí, será que Katy vence Lady Gaga no VMA de novo? Veremos!


Sim, essa viajante do tempo à direita é a Katy Perry

Conforme contei rapidinho no twitter, começa agora (meio atrasado) o live blogging do Teen Choice Awards. Sim, é uma experiência e sim, prometo avisar com mais calma da próxima vez.

Agora vamos assistir aqui ou na E! Entertainment e comentar aqui embaixo (e após a transmissão ao vivo, você poderá ler os recados enviados neste box normalmente):

<a href=”http://www.coveritlive.com/mobile.php/option=com_mobile/task=viewaltcast/altcast_code=75174778f1″ mce_href=”http://www.coveritlive.com/mobile.php/option=com_mobile/task=viewaltcast/altcast_code=75174778f1″ >Teen Choice Awards 2010</a>

Bora ver Katy Perry trocar de roupa 2839273 vezes! 8)