Testei: como funciona o Spotify Running

ter

No final de maio, o Spotify anunciou uma de suas grandes novidades: uma interface de corrida no aplicativo mobile que mandaria uma playlist de acordo com o treino do usuário. Eu, que já sou usuária assídua do Spotify e tenho lá umas tantas listas temáticas de músicas para correr, fiquei animada com a novidade e comecei a usar semana passada.

spotifyrunning0

Spotify Running: detecta seu ritmo e manda uma playlist de acordo

Ao abrir o Spotify, basta ir na lateral esquerda e procurar por Running. Lá você encontra uma série de playlists especializadas, desde as “feitas” para o aplicativo, como a “Blissed Out” e a “Burn” (do Tïesto) até várias outras seleções interessantes de músicas famosas que levam em conta seu ritmo.

Depois de escolher qual será o tipo de música que vai te embalar, é hora de ler o quanto você corre. Uma tela assim vai aparecer e medir o seu ritmo:

spotifyrunning2

Apesar de ser extremamente intuitivo para quem corre na rua, os corredores de esteira não ficam para trás: o aplicativo só precisa ler seu pace uma única vez, de forma que você pode apenas segurar o celular para descobrir o ritmo e depois deixá-lo de volta no suporte tranquilamente.

Também é possível ajustar mudanças de ritmo na mão, para mais ou para menos. A música? Sim, ela acompanha sempre cada mudança e é fantástico!

spotifyrunning1

Já usei estas duas playlists e embora tenha uma ou outra faixa que não tenha sido do meu agrado, elas são no geral bem energéticas e para cima. Como a música vai acompanhar perfeitamente o ritmo em que você está, acaba sendo muito gostoso pisar junto com a batida.

Esse movimento sincronizado ajuda até mesmo a relaxar a mente: é como se eu colocasse o corpo no automático. Pode ser só um grande placebo, mas juro que me sinto até menos cansada e mais energizada. A playlist do Tïesto é especialmente legal, só tem um problema: acaba muito rápido! Qualquer corrida de mais de 35 minutos já esgota e começa do zero. Podem mandar mais! rs

Ainda não testei na rua, mas mesmo no wi-fi da academia notei alguns engasgos com a sincronização da música, especificamente nessa modalidade Running. Não sei se tem a ver com a conexão em si ou com a leitura do pace, já que o aplicativo aumenta/diminui os BPMs das músicas para atender o usuário, mas achei um pouco esquisito, até mesmo porque as playlists normais costumam tocar normalmente, mesmo no 3G.

Entre uma música e outra, você também vai ouvir uns segundinhos de silêncio, mas neste caso é bastante compreensível: a pausa acontece para que a próxima música já entre no ritmo em que você está correndo.

Para entender mais como funciona, este foi o vídeo de divulgação do serviço: 

[Vídeo] Meus favoritos na hora da corrida!

seg

Correr não é nada fácil. Inclusive pode desconfiar de quem diz que é. Até hoje, para mim é mais fácil passar uma hora na sala de musculação levantando peso do que ficar quarenta minutos na esteira. Que dirá uma hora! Por isso mesmo, fiquei muito orgulhosa de ter conseguido correr meus primeiros 10k e espero não parar mais.

Demoraram anos para isso (!), mas finalmente senti aquele ~rush~ de adrenalina gostoso e aquela abertura da mente enquanto corro. Parece incrível como sua cabeça consegue resolver problemas enquanto você está com o corpo ocupado! Por isso, o vídeo de hoje é dedicado à corrida e aos meus “essentials” na hora da corrida: estou mostrando algumas coisas que eu uso para deixar meus treinos em dia.

Toda segunda estamos no ar: bora assistir, bora correr e passa lá no canal para se inscrever! ;)

ps: tive problemas com o thumb do youtube, mas não queria atrasar o post por isso! Se tudo der certo, uma hora o thumb atualiza. rs

Música para treinar #6: não deixa essa peteca cair!

qui

corridapeteca

lutando contra as forças ocultas, inclusive da gravidade

Uma overdose de chocolate pós-Páscoa, o friozinho, a preguicinha, mais cinco minutinhos… É fácil abandonar o #projetinho justamente agora e retomar, sei lá, em outubro. Dá desânimo, dá vontade de fazer qualquer outra coisa e às vezes dá vontade de sumir do mapa e mandar o recepcionista da academia tomar naquele lugar quando ele te ligar para saber porque você não foi. Especialmente quando você acha que ainda não chegou aonde queria.

Antes de descontar no coitado, que tal não se cobrar tanto? Para manter o ânimo (ou tentar, pelo menos), lá vai uma playlist nova bem animada, com tracks novas, algumas eletrônicas e outras farofentas que vão te colocar num mood alegrinho mesmo que a chuva fina te diga para ficar morgando em casa.

Não deixe a peteca cair: bota o tênis, dá o play e vai! ;)