Atriz de “Girls”, Zosia Mamet vira modelo para coleção de acessórios

qui


.

Provavelmente Zosia Mamet é a girl com o estilo mais original fora da telinha. Com bom gosto e muita personalidade, a atriz do seriado “Girls” segura peças que nem sua colega de elenco mais bela daria conta. É claro que logo, logo alguém ia notá-la, porque nem os olhos azuis de Allison Williams conseguiriam fazer Zosia parecer só mais uma. Ela é, de fato, em quem você deve prestar atenção quando o assunto é estilo.

Dito isso, deixo a campanha linda & misteriosa da Talon, marca de acessórios do… cof cof… Brooklyn! rs As peças tem valor levemente salgado, na média de US$180, mas o clima vintage da coleção dá até a impressão de que quem procurar com vontade, acha coisas parecidas em brechós. Quem sabe, não?

.

E que tal a decoração do escritório do Pinterest?

ter

 

O site Fashionista fez um tour pelo escritório do Pinterest em San Francisco e conversou com várias garotas que trabalham na rede social perfeita para se inspirar – se você não me segue por lá, taí meu user: /loverox! As entrevistas ficaram ótimas, mas o que me chamou a atenção mesmo foi a decoração do lugar e o ambiente perfeito para trocar ideias.

Há grandes mesas para almoçar e se reunir, um bar lindão com uma cabine telefônica inglesinha e, claro!, vários boards na vida real. O mais bacana é perceber que muitas ideias de decoração que a gente vê no próprio site estão aproveitadas no escritório deles. Uma graça!

.

Continue lendo →

Para ouvir já: o CD de estreia da Beldina

sex

Beldina: novidade para ouvir agora

Conheci Beldina no meio de 2013 e os poucos singles que eu tinha em mãos na época fizeram sucesso no meu repeat: “What Can I Say”, “Here We Go” e “Other Line” foram suficientes para perceber que ela era uma artista com futuro, que eu ainda iria ouvir falar bastante.

Pois a garota nascida em Estocolmo & vivida em Los Angeles acaba de lançar seu primeiro disco completão e, com os dois pés na porta, pôs tudo para download gratuito para quem quiser conhecê-la. Também dá para ouvir tudo facinho, facinho. Prazer, Beldina!

.

.

As favoritas: “Blow Me Away”, “Cloud 9”, “Feel It”, “What Can I Say” (continua boa demais!) e as mais farofentas, “Higher” e “Don’t Stop”. Embora, enfim, se me conheço, vou ouvir o CD  de cabo a rabo por alguns meses. rs

O visual diferentão da gata posuda e a voz poderosa junto a elementos eletrônicos fazem do pop de Beldina uma das coisas mais elegantes e modernas que ouvi nos últimos tempos, isso sem precisar ser pedante.

Pula fora da modinha de incluir rap em tudo, tem vozeirão, personalidade, letra bacana, presença de espírito e estilo sem precisar virar um penduricalho de grifes ou brechós. É um bom som sincero.

Para ver a moça em ação, vale dar o play no clipe de “What Can I Say”:

.

Selfiecity: como são as selfies postadas em 5 capitais pelo mundo

seg

mural de selfies postadas em São Paulo

Você já parou para pensar se existe alguma lógica por trás das selfies? Será que elas variam de acordo com algum padrão conforme o lugar em que foram tiradas? É claro que alguém dessa internet analisou isso – e existe um padrão, sim.

Selfie City analisa autorretratos postados por pessoas de cinco cidades mundo a fora: Berlim, Bangkok, Moscow, Nova York e São Paulo. O sistema agrupou, cropou e rotacionou as fotos para estudá-las e alguns humanos (quem diria!) também ajudaram a tentar adivinhar a idade das pessoas e o humor – estariam os retratados felizes?

No site há uma série de observações bem legais sobre as fotos tiradas em cada cidade, mas resumi meus fatos favoritos aqui:

1. A grande maioria das selfies é tirada por mulheres jovens (em torno de 23 anos), mas ao passar dos 30, são os homens que dominam o mercado dos autorretratos;

2. No mundo todo, as selfies geralmente são postadas por moças, mas em Moscow a proporção aumenta ainda mais: são quase 4 selfies de mulheres para cada foto de homem;

3. Em Nova York mais gente encara a câmera de frente – seria sinal de mais atitude?;

4. Em Berlim e Moscow as pessoas aparentam mais velhas nas imagens, já em São Paulo, a maior parte das selfies é tirada por mulheres bem jovens: elas aparentam ter menos de 25 anos. Daí fica a dúvida: são mesmo pessoas mais jovens ou com hábitos mais saudáveis? ;)

 .

Ficou curioso? Tem mais dados lá no site.

“Girls” ganha versão fofa com ilustrações

ter

Nina Cosford é ilustradora, vive em Londres e já teve seu trabalho em diversas publicações importantes. No Tumblr, ela começou um projeto para homenagear a série “Girls”: Nina usa diversas citações do seriado para criar ilustrações belas e sensíveis.

Pelo site é possível até compras alguns trabalhos, feitos em tiragem limitada de 100 unidades. Cada uma custa em torno de US$29,99.

Algumas das ilustrações (lindas!):

.

Continue lendo →

Guia dos sets de filmagens de “Girls” em Nova York

sex

Onde está Wally?

O Foursquare começou como uma ferramenta que parecia ser um pouco demais – dizer onde você está o tempo todo? Para que? Pois eis que rapidinho o sistema de dicas e de geolocalização transformaram o app num poderoso mecanismo de recomendação de lugares. E a possibilidade de fazer listas de favoritos melhorou ainda mais a vida dos usuários.

Eis que a HBO teve, então, uma ideia ótima: reunir numa grande lista do Foursquare os principais pontos de filmagem da série “Girls”! O usuário oficial da emissora agrupou aí um monte de picos em que as quatro garotas apareceram na TV. E, sim, a lista é constantemente atualizada, para nossa alegria!

Se estiver a caminho de Nova York, não custa consultar…

.