A irmã da Miley Cyrus tem uma banda – e é muito boa!

sex

Codi Caracol + Brandy Cyrus = som delícia!

Apesar do sobrenome famoso, a irmã de Miley Cyrus está lançando aos pouquinhos sua dupla FRANK+DEROL. Ao lado de Codi Caracol, Brandi Cyrus passa longe do pop chiclete e faz um som feminino e interessante, com elementos eletrônicos e um pouquinho da crueza indie que a gente adora.

Conheci as duas com a fofa “Barely Love You Too” e duvido que você também não fique viciada nessa letra que tem francês no refrão e fala sobre os estúpidos jogos de amor que as pessoas jogam. Dá o play:

.

O EP das garotas estreou no Itunes no início do mês e, por enquanto, o canal das meninas no Youtube tem apenas dois “teasers”, um para a dançante “Lightning + Gold”, e outro para “Apparition”, que também vai no clima de “Barely Love You Too”.

.

.

Bem gostosinho o som, né? É o tipo de coisa que a gente quer ouvir numa tarde tranqüila lendo um livro. <3

Road trip: fotos da Beyoncé viajando

qua

Road trips estão definitivamente na moda e, se você não viu o post sobre isso, recomendo que o faça agora. Pois eis que eu estava navegando nessa grande rede e encontro fotos lindas de dona Beyoncé viajando de carro com a maninha Solange e outras moçoilas.

As fotos foram postadas no Tumblr da cantora em agosto, o que significa que Queen B é uma verdadeira trendsetter e eu sou uma verdadeira perdida que só vi agora. rs Os registros são de uma viagem de carro até a casa dela no Texas.

As imagens são lindas e alguns dos looks da cantora parecem ter saído do gramado de um festival de música. Quem disse que para se fantasiar de ~indie~ tem que vestir manequim 34? Tapa na cara da sociedade!  hehe

.

Amo esse look Coachella-baby de bota étnica e camisetona larga, no maior clima “tô linda, f*da-se”. Um belo PÁ na face das brasileiras cheias de curvas (incluindo eu mesma!) que ficam babando nas menininhas mignon super alternativas achando que não podem usar isso ou aquilo. Tem que usar o que tiver vontade, com a cor do batom que tiver vontade e o cabelão solto no vento. Anotou?

Azealia Banks lança mais um clipe: “1991”!

seg

mais uma da Azealia!

A cada clipe que Azealia Banks lança, mais eu tenho certeza que esse promete ser um dos melhores shows do ano (a moça vem para o Planeta Terra e eu já tô com o ingresso no bolso!).

A gente mal se recuperou da avalanche noventista de “Van Vogue, e ela vem com mais um vídeo, o da música que dá título ao seu EP, “1991”. Como era de se esperar, mais pitadas de anos 90 estão no ar e vemos muito de Madonna e Crystal Waters no clipe, só que numa homenagem bem, bem feita:

E falando nisso…

Quem acompanhou o blog esses dias, viu que a Azealia também vai lançar um batom exclusivo em parceria com a M.A.C. para o Fashion’s Night Out. E, ó, aposto que ela já está usando o danado no próprio clipe! A cor parece muito com a amostra divulgada, não?

muah!

“Zombie Girl”: maquiagem de caveira transforma modelo para ensaio

qua

Clémentine Levy, “zombie girl” por um dia

Enquanto Rick Genest fez fama e grana com sua aparência tatuada que lhe rendeu o apelido de zombie boy, o visual excêntrico do cara acabou inspirando muitos maquiadores a recriarem o estilo “do avesso” com pincéis.

Na revista online francesa “Ever”,  a modelo Clémentine Levy serviu de tela para o trabalho da maquiadora Mademoiselle Mu, que a deixou artisticamente exposta para o editorial que ganhou o nome de “She has waited too long” (basicamente algo como “ela já esperou demais”).

As imagens são belíssimas e rendem muitas reflexões não só sobre o corpo, quanto sobre a moda e os modelos; estes geralmente acostumados a ficarem numa mesma posição  até que o fotógrafo consiga o registro perfeito.

Em tempo: as fotos são de Pauline Darley.

.

Viagem-tendência: as “road trips” estão na moda

sex

ficou com vontade de pegar o carro e ir por aí?

Se antes a “it-viagem” entre os descolados era botar a mochila nas costas e se aventurar, a moda agora é pegar o carro e get on the road Jack, ou em bom português, a moda agora é cair na estrada mesmo e sair fazendo várias viagens em uma.

Não sei se é tudo uma grande coincidência com o lançamento da versão cinematográfica do clássico da literatura “On The Road”, de Jack Kerouac, e de um aproveitamento da indústria para lucrar com o tema, mas a questão está tão forte que de cara dá pra lembrar pelo menos de três campanhas bem legais feitas baseando-se nisso.

DR. MARTENS + AGYNESS DEYN

A top Agyness Deyn comprou seu primeiro coturno Dr. Martens aos 13 anos e agora lança uma coleção em parceria com a marca totalmente baseada no grunge, estilo que dominava naquela época e tomou conta dos anos 90, especialmente da primeira metade.

As peças pensadas pela modelo trazem releituras dos clássicos coturnos e creepers, além de peças de roupa diferentonas. Tudo foi mostrado numa bela viagem de carro, com desertos, paradas em mercadinhos sem uma alma viva e mergulhos em piscinas abandonadas. Basicamente uma “road trip” com a cara que o espírito noventista da coleção pede – pura melancolia:

NASTY GAL

O lookbook de agosto da loja virtual Nasty Gal levou o estilo rebelde de butique para o meio do deserto, para dentro de um carrão antigo, para lanchonete de beira de estrada e até mesmo para aqueles motéis toscos também às margens das rodovias – bem tipo de locação que a gente vê em filme.

.

BILLABONG

Em maio quem também entregou sua versão de road trip foi a Billabong, que levou modelos jovens, lindas e talentosas para dar um rolê pela Europa e fez fotos incríveis das garotas passeando de verdade, tanto de carro quanto de moto e trem. De todas as campanhas, essa é a mais “quente” e alegre: as fotos tem um clima super voyeur e o vídeo ficou com cara de “amador bem  feito”, e digo isso no bom sentido. Parece até que foi feito pelos próprios modelos, de tão espontâneo.

.

Se falta algo a dizer para endossar a vontade de pegar o carro por aqui, por aí ou em outro país, as blogueiras “trendsetters” Tavi Gevinson e nossa amada Betty também estão inteiradas do assunto.

Enquanto Tavi tem feito vários posts falando sobre filmes com road trips e recentemente elegeu os itens indispensáveis da mochila de quem está viajando, a francesinha de Paris pegou o avião e foi para os EUA fazer sua viagem acontecer. O resultado? Fotos absurdas, é claro:

foto do post “White Sands”

ETA vontade de viajar! <3

Grimes: som bom e o clipe maluco de “Genesis”

qui

a cantora e compositora Grimes

A canadense Grimes já tinha dois discos lançados até estourar com o seu “Visions”, álbum que chegou às lojas em janeiro deste ano. Com composições malucas, visual interessante e som eletrônico pra te botar pra pensar (e dançar), a moça já saiu em turnê com Diplo e Skrillex e ganhou de vez o coração dos hipsters – a tag da gatinha bomba no Hipster Runoff!

Esta semana, Claire Boucher, seu nome de batismo, lançou o clipe para uma das tracks mais comentadas do álbum, “Genesis”. Para o vídeo, ela mesma assinou a direção, mas fez questão de dar uma confundida na galera usando o nome real nos créditos.

São pouco mais de cinco minutos e meio de maluquices. O vídeo começa com Grimes pegando carona com três coleguinhas “exóticas” no meio de uma estrada. A partir daí, o visual vai mudando completamente e é tanta informação visual que não tem como não ficar vidrado.

Podem chamar a construção visual de poser, mas essa mistura maluca de espada no mar, espada pegando fogo, Yemanjá clubber, Sailor Moon punk, cobra amarela passeando no carro e ritual de gangue acaba ficando interessante. Não precisa tentar entender, até porque a música já tem uma pegada “diferente”, para dizer o mínimo.

E, bom, claro: quem achar o clipe bizarro demais, pode por os fones e se concentrar na música, que é realmente uma das  melhores do ano.mais primorosas do álbum e certamente uma das mais interessantes do ano. Dá o play!

.

Grimes é artista para ficar de olho, nem que seja para prever tendências e separar o joio do trigo, a bizarrice da modernidade. Para entender bem o que digo, ela até já se aventurou criando acessórios: um anel em formato de vulva. Sim, vulva.

Doida/poser/à frente do seu tempo ou viajandona, taí uma pessoa no mínimo corajosa e com bom humor. Que turminha do barulho, hein? rs