Em um relacionamento sério com: uma pizza

qui

O boy deu match no Tinder e sumiu? Tá apaixonada por um carinha escroto? Está de saco cheio da timeline casando e jogando o buquê para outra pessoa que não você? Quer mandar a m&$d@ aquela parente que vive perguntando quando você vai arranjar alguém? Seus problemas acabaram! Um álbum no facebook pode resolver todos os seus problemas e ainda te arranjar comida grátis. Sim, eu disse comida grátis!

comidagif

Uma canadense absurdamente bem-humorada resolveu declarar seu amor por pizza publicando um álbum de fotos totalmente inspirado naqueles ensaios cafonas de noivos prestes a se casar. A diferença? O ‘noivo’ é ninguém menos que uma Pizza©. Será que é de pepperoni? rs

Nicole Larson tem 19 anos, vive em Alberta, no Canadá, e resolveu publicar as fotos (muito bem tiradas, por sinal) porque, em sua opinião, “pizza nunca decepciona”. Foi um jeito de, segundo ela, dar o recado para as pessoas fazerem aquilo que der na telha, seja arranjar um namorado seja comer uma boa e velha pizza!

A moça tá tão certinha no que disse que seu álbum já teve mais de quarenta mil compartilhamentos (!) e um pedido de casamento, digo, de parceria, da Pizza Hut, que agora quer mandar amostras pra ela.

pizzagirl2

pizzagirl5

pizzagirl6

pizzagirl3

pizzagirl4

E viveram felizes para sempre! <3

Kobe burger e gatêau de doce de leite: delícias da nova Hamburgueria Nacional

qui

Para ver tudo o que já contei nesta tag, clique aqui.

Muito antes das hamburguerias começarem a pipocar loucamente por São Paulo, uma ‘lanchonete chique’ chamava a atenção no Itaim: tinha um milk shake de Nutella que valia a ida e hambúrguer absolutamente saboroso – isso numa época em que sanduba era feito com carne fininha e sem grandes firulas. Essa era a Hamburgueria Nacional há 10 anos atrás, restaurante do chef Jun Sakamoto que só agora inaugura sua segunda unidade, em Moema.

Com um salão claro, abertão e uma cozinha bem à vista para encher os olhos de qualquer amante de um bom hambúrguer, a casa está com cardápio renovado e opções bem alinhadas com o que o paulistano, agora acostumado com bons burgers, procura por aí. Como a concorrência hoje em dia é grande, te dou um bom motivo para ir até lá: a casa serve Kobe burger, feito com uma das carnes mais caras e saborosas do mundo, a dos bois Wagyu, de origem japonesa.

burgernacional1

Menu: sanduíches e porções da Hamburgueria Nacional

Por R$70 dá para experimentar a iguaria, que vem servida com queijo catupiry, ou então customizar os acompanhamentos à vontade. Foi o que fizemos no dia da visita ao restaurante, para experimentar a belezinha em grande estilo. A carne é extremamente suculenta e saborosa e, apesar de alta, não pesa em momento algum: parece desmanchar na boca.

burgernacional3

Kobe burger com bacon e gorgonzola

Se você é do time dos bem passados, melhor passar longe dessa escolha: o lance aqui é pedir ao ponto para poder sentir toda a suculência do kobe burger. E não hesite em verificar se o ponto está de acordo com o pedido, afinal, se isso já é fundamental em praticamente qualquer hambúrguer, nesse aqui é simplesmente o principal da experiência.

Antes que você aí pense, já me adianto: realmente, não é uma escolha para ser feita sempre. Muitas vezes decidimos comer um hambúrguer não só porque amamos, mas também para economizar e ser mais práticos, o que nesse caso simplesmente não rola. O kobe burger não é um lanchinho: está mais para uma experiência para quem ama hambúrguer e tem curiosidade de provar essa carne.

burgernacional4

Para completar o sanduíche, o bacon torradinho e o queijo gorgonzola da casa fazem uma dupla perfeita de acompanhamento. A maionese clássica é correta: não rouba a cena com tempero em excesso, o que seria um pecado diante de tantas delícias encaixadas entre duas fatias de pão.

Por outro lado, a maionese verde chama bastante a atenção: experimentamos com a gostosa batata spice, apimentadinha e crocante. A porção é ótima para aquietar dois famintos enquanto o hambúrguer não chega.

burgernacional2

Batatas spice: pra quem ama pimenta

Se ainda sobrar espaço para dar uma olhadinha no cardápio de sobremesas, não se espante se os milk shakes chamarem mais a atenção: são varias opções e, claro, o de Nutella continua no menu. Mas, no bloco de sobremesas mesmo, quem brilha é o petit gatêau de doce de leite, que leva canela e vem acompanhado de sorvete de baunilha.

Os fãs de doce de leite vão até esquecer que um dia provaram gatêau de chocolate! :P hehe

burgernacional5

Com preços de sanduíches a partir de 30, a Hamburgueria Nacional é uma ótima pedida para ir com amigos e família: mesas grandes não faltam no salão e ninguém se chateia com o cardápio super democrático e com opções vegetarianas. Só ficou devendo pão integral e batata doce rústica! :P

burgernacional6

VAI LÁ: Avenida Ibirapuera, 2835, São Paulo, SP. Horários, cardápio e informações extras aqui.

Teste transforma seu instagram em sorvete – de verdade!

qua

icecream_girlsfoto via Shutterstock

Como amante incondicional de sorvete (quem assistiu meu “50 fatos” sabe!), fiquei encantada com a ferramenta lançada pelos sorvetes americanos Talenti Gelato. Na campanha chamada “Flavorize Me”, o sistema analisa suas redes sociais para determinar que sabor de sorvete você seria – e alguns sorvetes vão ser feitos de verdade!

gelatodesign

O sistema olha seus posts e procura notas doces, apimentadas, amargas, salgadas e azedas para determinar seu sabor de sorvete. O mais legal disso tudo é que os sabores mais gostosos vão ser produzidos de fato pela sorveteria e serão colocados a venda. Não é o máximo? Só é uma pena se a campanha ganhar o mundo e os sorvetes eleitos não estarem no país pra presenciar. rs

Analisando meu Facebook e Instagram, peguei uns sabores bem estranhos e o sistema até pediu desculpa pelos “ingredientes” esquisitos, mas aposto que as meninas que adoram publicar #love nas fotos vão conseguir uns chocolates maneiríssimos. rs Vale o teste!

gelato_self

5 restaurantes românticos favoritos em São Paulo

qua

jantar_romantico

Onde o casal vai jantar hoje? 

Pode ser para o Dia dos Namorados que está chegando, ou para qualquer outra data especial: às vezes um casal simplesmente precisa de uma noite incrível para celebrar e um bom restaurante tem um papel essencial nesse tipo de ocasião. A cidade de São Paulo está cheia de boas opções, mas eis aqui os meus favoritos para quando uma luz de velas e um bom vinho certamente precisam estar na mesa. <3

Aviso aos navegantes: os preços pesquisados servem como guia e podem variar. De forma geral, indicam a média por pessoa por jantar, mas vale dar uma olhada nos sites e redes sociais de cada casa para informações atualizadas, afinal, tudo depende do seu pedido. Bom apetite!

5 restaurantes para levar seu amor em São Paulo:

donostia

Donostia

Dividir pequenos pratos com alguém já é romântico e divertido por concepção, logo, nada melhor que um bom restaurante espanhol. Casais novatos, acredito eu, vão curtir 100% a experiência. Os não-novatos e fãs de cozinha espanhola também, é claro. rs O Donostia cresceu e mudou de endereço, mas as tapas que o tornaram famoso continuam lá. O clima é intimista, de luz baixa e quente. Refresque-se com a sangria da casa, que é fan-tás-ti-ca.

Preço: a partir de R$70

forquilha

Forquilha

Um favorito que, de tão especial, faz qualquer jantar se tornar algo só pelo ambiente. Gosto de locais que me transportam para outro espaço-tempo e o Forquilha certamente é um deles, especialmente no inverno. O restaurante tem uma série de pratos preparados no forno à lenha, mas meu favorito inseparável é o gnocchi com gorgonzola e presunto cru. Cito categoricamente o prato porque irei até lá indefinidamente só para comer isso.

De resto, não abra mão da tigelada de goiaba na sobremesa e divirta-se com o sistema de vinhos do local, que permite provar uma série de taças diferentes sem se comprometer com uma garrafa completa. Resenha completa aqui.

Preço: a partir de R$70.

Continue lendo →

Holy Burger: hambúrguer para comer rezando no centro de SP

sex

Para ver tudo o que já contei nesta tag, clique aqui.

Eu adoro hambúrguer. Eu como hambúrguer frequentemente. Eu também confesso que embarquei no hype do sanduíche em São Paulo e por isso também já gastei dinheiro à toa, comendo porcaria que não valia um tostão furado ou era absolutamente supervalorizada. Dito isso, vem o alívio: nem tudo está perdido. O Holy Burger é dessas novidades que valem a pena. E, já aviso, tem preço justíssimo.

holy6

holy2

A casa pequena fica no centro de São Paulo e está despretensiosamente localizada perto de vários botecos simples ali na região do Mackenzie. Algumas mesas ficam na calçada, algumas cadeiras em volta do balcão e outras pequenas mesas no salão, que nada mais é que uma cozinha para olhos atentos ficarem observando.

Uma placa já avisa que eles não gostam de servir hambúrguer bem passado. E eu penso: graças a Deus! Quantas lanchonetes pseudo de qualidade começaram a servir carne torrada mesmo quando você pede ao ponto? Veja, sempre se pode reclamar, mas uma hora fica chato ficar pedindo para seu lanche voltar quando se está morto de fome.

Pedimos, então, nossos sanduíches. Optei pelo Original Burger, uma mistura dos ingredientes mais maravilhosos que um hambúrguer pode ter, em minha humilde opinião: pão preto, carne ao ponto rosadinha, bacon, cheddar e maionese – que preferi pedir à parte.

holy4

Original Burger: fome só de olhar para a foto

O sanduba chega “agregado” por um espeto de churrasco e é com certeza um dos melhores que já comi. Em São Paulo, entrou para o top 3 fácil, até porque meu favoritão anda deixando bastante a desejar. Sempre volto nessa lanchonete esperando aquele hambúrguer pelo qual me apaixonei, mas nos últimos tempos parece que eles não são mais tão cuidadosos assim. Uma tragédia que só posso esquecer comentando sobre a batatinha frita do Holy:

holy

As deliciosas fritas e nossas SixPoint

Para acompanhar, pedimos a porção (gigante!) de batatas fritas fininhas e crocantes por somente doze realidades. Eu que sou completamente ta-ra-da por batatas fininhas voltaria lá para sempre por isso. Para sempre. Sério. SERIÃO. Inclusive me surpreendi com o preço – muitas cervejas da longa carta deles custam bem mais caro que isso. Que mantenham assim! E, claro, também existem bons drinks, milk shakes e, para quem curte, strawberry lemonade, algo que vou provar na próxima ida.

holy1

holy5

A decoração rústica, apesar de bem cenográfica, combina com a região da cidade e deixa o espaço pequeno mais aconchegante. No verão, pode ser um pouco quente, mas me parece um lugar delícia para escapar do friozinho na mudança de estação que vem aí.

Para fechar, as sobremesas são uma coisa. Também sou fã incondicional de pudim e, qual foi minha surpresa, quando o mesmo chegou dentro de uma latinha de leite condensado na mesa? Gostoso e uma gracinha:

holypudim

 VAI LÁ: Rua Doutor Cesário Mota Junior, 527, São Paulo, SP. Horários, cardápio e informações extras aqui.

Os 15 restaurantes mais instagramados de São Paulo

qui

Um cardápio ilustrado com fotos só não é mais cafona do que pagar caro em comida mal feita versão ~gourmet~. Mas que atire a primeira pedra quem nunca salivou ao ver uma foto na timeline do Instagram e colocou o restaurante na listinha de “to go” só por conta da imagem! Se você é dos meus, aliás, é provável que não só tenha ficado com fominha quanto tenha checado cardápio, opiniões & fotos antes mesmo de sair de casa.

Como o aniversário da cidade já está aí, vamos juntar a fome com a vontade de comer para aproveitar uma das coisas que São Paulo tem de melhor: a gastronomia! Usando a ferramenta Sightsmap, que mostra fotos postadas com geolocalização, encontramos os 15 restaurantes mais “instagramados” de Sampa.

Raio gourmetizador à parte, uma coisa deu para notar: quanto mais farta a porção e mais “confortável” o cardápio, mais sucesso faz. Bom apetite e senta que lá vem #foodporn!

1. Outback Steakhouse

Se a unidade do Shopping Center Norte é a que mais fatura no mundo, imagine qual restaurante tem mais fotos publicadas no Instagram? Isso mesmo. Se contássemos as unidades do restaurante de forma individual, a lista ia estar cheia de “Outback’s”. Não tem jeito: o brasileiro é fã da cebola, da costelinha, do pãozinho preto com mel e do chocolate thunder de sobremesa. E nem precisa dizer que quase todas as unidades vão de vento em popa, com direito à fila nos horários nobres, né?

2. Bella Paulista

Na briga das padarias multifuncionais que pipocam pela cidade, a Bella Paulista levou a melhor. O estabelecimento serve lanches, pratos e salgados 24 horas por dia. Apesar dos preços relativamente justos para a região da Paulista, a padoca só sofre do mal do menu gigante: tudo sai dentro do aceitável, mas sem grandes brilhantismos. O legal é que eles tem delivery – também 24h.

3. Galeria dos Pães

Numa área ainda mais nobre dos Jardins, a Galeria dos Pães vem em segundo lugar e oferece café da manhã, pratos, sandubas e quitutes, mas é famosa mesmo pelo sistema de buffet que fica aberto até tarde. No inverno, especialmente, o salão bomba e as sopas são bem gostosas. Através do site é possível fazer encomenda de pães também.

4_applebees

4. Applebee’s

Ops, parece que somos mesmo fãs de franquias americanas e suas porções bem servidas! Ou pelo menos curtimos fotografá-las. O Applebee’s também aparece com suas unidades bem colocadas na capital paulista. As batatinhas, drinks e costelinhas são campeãs de cliques. O meu favorito por lá, infelizmente, quase não aparece: são as “pipoquinhas” de camarão.

5. Athenas Café e Restaurante

Restaurante em plena Rua Augusta que vai do café da manhã até o início da madrugada tinha tudo para bombar, né? E bomba. Nas redes sociais, o comentário é de que o Athenas tem preço justo e porções honestas. E, vamos lá, às vezes é só disso que a gente precisa, né? Ah sim. Bons drinks também ajudam muito!

Continue lendo →