Como se vestir para um festival?

ter

Todo mundo sabe se vestir para a balada, faz um esforço, ou pelo menos tem alguma ideia. Na pior das hipóteses, pega alguma modinha para chamar de sua e repete à exaustão. O problema é que tal lógica de composição visual para um show não se aplica, que dirá para um festival, muito mais longo e que vai exigir muito mais pique para correr entre um palco e outro.

Pensando na quantidade de festivais que vem pela frente, como SWU, Natura Nós About Us e Planeta Terra, resolvi resumir de forma bem simples como decidir o que vestir numa noite que deve ser divertida e confortável, sem para isso precisar ser sem graça.

Cada um sabe qual é o seu estilo, mas não dá para não rir de quem surge de salto agulha ou bota pata de vaca  num show de rock. Então, sem mais delongas, este pequeno passo a passo serve para você que quer aparecer bonita na foto com os amigos, mas está indo para o show se jogar muito e quer uma roupa que te ajude nesta tarefa.  Vamos lá?


1. CHEQUE O TEMPO

Não é à toa que a maior parte dos festivais acontece no fim do ano. Além da agenda das bandas gringas estar mais sossegada, o verão está aí e isso significa tempo bom em terras de garoa e sol encoberto como São Paulo.

Em todo caso, não custa se prevenir: veja se vai chover ou não e se prepare para ela, a lama. Isso significa tênis fáceis de lavar, calças cuja barra não raspem no chão, capa de chuva pequena na mochila ou uma jaqueta impermeável com gorro. É importante também não ficar ensopado e correr o risco de detonar sua câmera fotográfica, portanto saiba se proteger da chuva.

Sugestões rápidas: galochas, tênis de couro (mais fáceis de lavar!), capa de chuva, agasalho com gorro se o tempo estiver mais frio, mochilinha pra esconder a câmera na hora do aperto.

.

2. DESÇA DO SALTO

Se você considerar o fator chuva, provavelmente o elemento salto alto perde alguns pontos na escala de relevância do “bem vestir” para um festival. Se considerarmos chuva e correr entre palcos para acompanhar toda a programação junto com seus amigos, o salto zera seus pontos!

Apesar de ser uma ótima alternativa pra levantar o look, não é confortável, pode render dores dos pés desnecessárias e causar escorregões. Esteja inteira até o fim do dia, quando subir ao palco aquela banda que você mais ama! Para isso, ao optar por uma bota ou sandália, tente ficar com com saltos de no máximo 5 cm para não cansar.

Camilla Belle, Kate Bosworth, Pixie Geldof, Kate Hudson e Alessandra Ambrósio

Sugestões rápidas: tênis de todos os tipos, sapatilhas, botinhas sem salto, montarias ou estilo cowboy. Priorize sapatos fechados para não ter surpresas com “pisões ” ou poças de água suja no chão. No caso de chuva, galochas!  E, por favor, a “bota pata de vaca” não é uma opção! Ela pode ter sido uma boa alternativa para raves há uns anos atrás, mas hoje não passa de cafonice disfarçada de comodidade.  Já temos opções melhores!

.

3. Menos é mais

Maquiagem linda e franja na posição irão embora ao longo do dia. Dependendo do festival, você passará o dia inteiro por lá, isso se não optar por ficar no camping, como parte do público do SWU. Portanto, keep it simple: maquiagem pesada não é uma opção e um penteado legal pode salvar seu cabelo de poucas e boas do suor. Quem tem franja, sabe do que estou falando.

Emma Watson no Glastonbury deste ano

Sugestões rápidas: quer algo para se destacar na multidão? Batom e bons óculos escuros.  Depois de preparar bem a pele com protetor solar e maquiagem à prova d’água, o batonzinho pode ficar no seu bolso junto com o chiclete e ser bastante útil para proteger os lábios de racharem. O óculos, além de esconder cara cansada, levanta o ânimo de quem está se achando básica demais.  No cabelo, rabos de cavalo e coques deixam os fios no lugar, enquanto as tranças dão aquele ar indie-hipster tão desejado por algumas nestes eventos.

.

4. O casaquinho

Sua mamãe está certa: vai esfriar à noite. Se você for num festival no interior, por exemplo, tenha a plena certeza que os dias serão estupidamente quentes e as noites bem frias, mesmo nesta época do ano. Portanto, a recomendação do casaquinho é bem válida. Você não quer queimar a largada da “friagem” no primeiro dia e não durar até o terceiro, né?  Mulher prevenida vale por duas!

elas ouviram o conselho da mamãe

Sugestões rápidas: um bom hoodie, casaco de couro, jaqueta de nylon ou qualquer outra opção resistente. Não ache que aquele cardigã “podrinho” vai dar conta do recado quando já forem duas da manhã no meio do acampamento em Itu.

.

5. Sem medo de ser feliz

Esta parece fácil e na verdade é, mas vou explicar: vá com uma roupa que te ajude a se jogar. Se você não está afim de que sua calcinha corra o risco de aparecer, não aposte numa saia ou vestidinho. Também dê preferência a tecidos resistentes: os mais fininhos podem rasgar ou desfiar no meio da multidão e certamente você não quer isso.

Outra questão: se você tem medo de perder aquela jaqueta de couro maravilhosa ou o óculos xis da marca y, simplesmente não os use. Não vale transformar a experiência do show da sua vida em “maldito dia que passei horas no achados e perdidos atrás da minha pulseirinha de ouro”.

frequentadores do Glastonbury de 2009 se preparam (felizes!) para a chuva

Sugestões rápidas: algodão, jeans e outros tecidos bons de guerra vencem aqui. Camisetas divertidas e regatonas, shorts ou jeggings, botas ou tênis seriam meus pitacos finais.


E um bônus: lembrete para os meninos

Enquanto mulheres não saem sem bolsa, talvez você homem perceba que precisa de uma bolsa ou mochila para carregar suas coisas para um festival, que exige mais “bagagem” e preparação que um show comum. No caso, uma mochila pequena ou uma mala carteiro na lateral do corpo podem ser bastante úteis e não atrapalham tanto, principalmente se o evento dispor de armários para locação. É o melhor jeito de se divertir sem se preocupar!

Kellan Lutz e sua bagagem nas costas

Se você prefere carregar tudo com você, precisará escolher um modelo de “bolsa”.  Analise o clima do dia e veja o que será necessário: precisa de óculos escuros? Vai levar uma capa de chuva mais resistente? A bateria extra da sua câmera pode correr o risco de molhar no bolso da calça ou bermuda? O  ideal é não encher os bolsos de coisas e depois passar a noite apalpando-os para checar se algo “pulou” para fora. Neste caso, a mochila trancada com cadeadinho ou pendurada de um jeito que você possa ver, resolve tudo.

.

ps: post dedicado a todos que já ficaram em dúvida na hora de se vestir para um show e não encontraram ideia alguma. Como cansei de procurar algo para me inspirar, resolvi fazer o post que eu gostaria de ler. Espero que tenham curtido!

.

Em busca dos domingos chuvosos

sex

Scarlett Johansson, “Lost In Translation”

Domingos, sábados ou feriados, mas para ficar perfeito, eles tem de ser chuvosos. Eu não gosto de chuva, pra falar bem a verdade, odeio. Uma chuva é capaz de destruir meu dia, mesmo que eu não me ensope nela. Só que é fato que se eu ganhar um beijo embaixo dela até molhar as meias, vou ganhar o dia. Vai entender.

Dias chuvosos são aqueles dias de filme, em que você se imagina com um short de algodão, uma blusa de malha folgada, bonita e confortável. Trança no cabelo e um chá quentinho na caneca. Um bom livro, uma rede, uma poltrona, um sofá e pensar na vida. Ou então uma folha de canson A3, um ipod recheado e muitos lápis para desenhar, porque em domingos chuvosos todo mundo desenha bem.

Também é dia de comer bolinhos de chuva, de comer pipoca em baixo do edredom, de ficar acordada, acompanhada, sem sair da cama e estar muito feliz por isso. É dia de dar uma olhada em fotos antigas, naquela caixa do guarda-roupa e quem sabe aproveitar pra fazer uma faxina rápida nas gavetas.

Dá pra pegar uma reprise do programa favorito, ver uma pancada de DVDs, assar um bolo que demore horas para ficar pronto, fazer uma sopa deliciosa e nada light ou pedir sushi pelo telefone, porque está chovendo, é claro. É um bom dia pra cuidar da sua hortinha caseira, ou de começar uma. Ou de plantar um pézinho de feijão com o seu melhor amigo menor de dez anos.

Os dias sagrados e chuvosos são quase como feriados, mas que infelizmente terminam em segunda-feira, porque tudo que é bom dura pouco, e o que é muito bom, menos ainda.

Domingos chuvosos, na verdade, podem cair até em dias úteis. Só sei que preciso encontrar os domingos chuvosos nos dias ensolarados mais vezes. Quero essa calmaria de ficar quieta fazendo tudo ou nada, esse primetime. Essa paz.  Tô querendo.

(E se aqui fosse frio o suficiente e só chovesse congelado, eu também faria anjinhos na neve.)

Cabelo novo, roupa nova e chuva sem fim – Imagens da Semana

qua

CABELO NOVO

arrumadinho, na volta do salão, e bagunçadinho-pós-pilates.

Dito e feito: me joguei no Studio W do Anália Franco hoje. O resultado? Muitos dedos de cabelo a menos e um visual com um quê cinqüentinha-independente, segundo os amigos, principalmente quando bagunçado, que vai ser provavelmente como ficará no dia-a-dia. :D

Eu gostei – e, se eu desgostar amanhã, cabelo cresce, graças a Deus!

.

ROUPA NOVA

Oi, se você não comprou um casaco neste inverno e está afim, recomendo passar na Renner  o mais rápido possível! Todos os casacos e casaquetos da última coleção estão saindo por menos de cem e eu tive a sorte de pagar metade do preço neste blazer com carinha de Gossip Girl – blazer que, na verdade, estou namorando desde que ele chegou à loja e achava caro.  Ou seja? Felicidade total!

Vale lembrar: fiquem atentos a defeitos nas peças. Vários blazers iguais a este estavam com botões faltando, então sempre chequem os produtos antes de sair da loja.

.

CHUVA SEM FIM

Depois de alguns dias de chuva seguidos em São Paulo, pude experimentar os melhores e os piores momentos provocados pela umidade. Adivinha? Fiquei no trânsito e experimentei um zero por hora na Av. Rebouças dentro de um taxi com o cabelo pingando de chuva e a roupa molhada provocando calafrios…

… Mas, em compensação, fiquei em casa no sábado, feliz e contente, vendo o dvd de Crepúsculo sem aquele peso na consciência besta de não aproveitar a noite. Assisti os extras e ouvi os comentários de Robert Pattinson, Kristen Stewart e da diretora sobre o filme. Beeem divertido!

E espero que a chuva tenha acabado, porque eu simplesmente odeio e não tenho o menor ânimo pra sair de casa. Eca.