10 presentes de Natal de última hora

ter

Deixou para a última hora? Não teve tempo de correr ao shopping ou esqueceu do mimo de alguém? Essa listinha é pra você: 10 sugestões de presentes de Natal interessantes e rápidos de serem adquiridos, tudo para não deixar passar esta data em branco!

.

O que é? livro “Bilionários por Acaso”, de Ben Mezrich. Conta a história do nascimento do “Facebook” e inspirou o premiado filme “A Rede Social”
Onde? Submarino, Americanas, FNAC ou outra livraria online ou offline mais próxima de você
Presente perfeito para: aficcionados por internet que vão querer saber mais sobre o nascimento do “Facebook” e sobre business online. Vale para o seu amigo íntimo ou para o amigo secreto da firma que você só sabe que é viciado em internet.
Quanto? Ente R$15,50 e 29,90, segundo o Buscapé.

O que é? dock da Hello Kitty para iPod e iPhone
Onde? no site ou na loja física da Imaginarium
Presente perfeito para: amigas ou namoradas de até 30 anos que gostem de ouvir música e que tenham um dos gadgets citados (claro!)
Quanto? R$479,00

O que é? estojo de maquiagem Natura Una, com um quarteto de sombras, um blush e dois batons
Onde? com uma consultora Natura ou na loja online da marca
Presente perfeito para: mulheres que gostem de maquiagem e para uma amiga secreta que você não conheça tão bem. Poucas mulheres não iriam gostar de receber este estojo (tenho e recomendo!)
Quanto? R$105,00

O que é? kit contendo um perfume eau de toilette Calvin Klein CKIN2U e um desodorante stick da mesma fragrância
Onde? na Sacks
Presente perfeito para: pais moderninhos e namorados
Quanto? R$199,90

O que é? batedeiras de silicone divertidas
Onde? loja online Segredo do Vitório
Presente perfeito para: aspirantes a chef: amigos, tios, primos, mães ou pais que gostem de cozinhar. Certifique-se disso antes de dar o presente: nada mais deselegante do que dar algo “para a casa” quando a pessoa não se liga nisso
Quanto?
R$79,90

O que é? bolsa de tecido e couro
Onde?
no site ou na loja física Shoestock
Presente perfeito para:
mães – especialmente para as que carregam muita coisa!
Quanto?
R$299,90

O que é? camisetas divertidas para meninos e meninas
Onde? na loja física ou no site da Banca de Camisetas
Presente perfeito para:
crianças que adoram ganhar brinquedo – mas vão achar usa ruma camiseta divertida (e mais barata para o seu bolso) como esta
Quanto?
R$35,00

O que é? box com a trilogia “Toy Story” em DVD
Onde?
no Submarino ou qualquer outra loja de CDs e DVDs de dua preferência
Presente perfeito para: fãs de animação e “crianças-grandes” que cresceram ao longo dos três filmes (leia-se turminha dos 20 e poucos anos)
Quanto? R$54,90

O que é? coleção com as 10 temporadas de “Friends” em um só box
Onde?
no Submarino ou em qualquer loja de CDs e DVDs de sua preferência
Presente perfeito para:
fãs maníacos do seriado (e não são poucos!)
Quanto?
R$249,90

O que é? um dos jogos que mais tem causado bafafá para o Kinect no XBox 260, o game “Dance Central”
Onde?
em qualquer loja de games e eletrônicos
Presente perfeito para:
gamers que já possuam o sensor Kinect. Não corra o risco de dar presente pela metade, hein?
Quanto?
entre R$134,10 e R$165,96, segundo o Buscapé

.

E lembre-se: se for comprar em alguma loja online, certifique-se que o produto chegará na sua casa até sexta-feira antes de efetuar a compra! ;)

Festinha made in Brazil

qui

E a Skol ataca novamente: desta vez levando o drink número um dos churrascos brasileiros para o outro lado do mundo!

tudo por uma loirinha brasileira

No novo filme da campanha,  “Cabo de Guerra”, um grupo de amigos vê sua festinha na praia indo por água abaixo porque seu cooler está sendo surrupiada por um buraco na areia. O túnel, no fim das contas, vai até a China e damos de cara com um monte de lutadores muito fortes doidinho por uma breja! 8)

Quem assiste o “Pânico na TV” com certeza ficou sabendo da viagem do Daniel e seus amigos, que mochilaram pelo Brasil para relaxar. Agora que os meninos estão de volta, no site rola a promoção “Um por todos e todos por uma”, em que os visitantes podem tentar descobrir onde é que essa turma perdeu o cooler durante a jornada.

Entre os prêmios, pebolim da skol, geladeira recheada de cerveja, churrasqueira personalizada e, para fechar com chave de ouro, um iPhone 4. Ou seja, é participar e sair equipadíssimo para fazer uma pool party, hein? 8)

Este post é um publieditorial.

.

O fenômeno do ex desaparecido

sex

mensagem simples.

Poucos fenômenos são tão peculiares na vida de uma mulher quanto este. Você pode passar até um quarto de século achando que não vai acontecer com você, mas daí, PAM, o acontecimento bizarro simplesmente acontece, porque é isso que acontecimentos fazem.

Não se trata daquele querido falecido resolver sair da tumba e, zumbi, te chamar para sair. Não, isso não. Isso não é nada além do esperado. Eu diria que, se fôssemos ratinhos de laboratório se apaixonando e desapaixonando, este seria um fator absolutamente comum às condições normais de temperatura e pressão.

O que relato aqui, minhas caras (e meus caros), é o fabuloso caso do ex que não é teu, nunca foi e provavelmente não será, que simplesmente surge. É aquele ex-caso da sua amiga que acredita poder arrastar uma asa depois de anos do relacionamento com sua colega. Mesmo que ela nem seja mais sua colega.

É o típico figurante de MSN que você inclusive já excluiu – só não bloqueou porque, afinal, ele sempre foi o inofensivo peguete da sua amiguinha. Eis que então, no final de uma tarde chuvosa e estressante, ele pisca na sua área de trabalho dizendo “quanto tempo!”, sem ao menors ter uma foto para mostrar a fuça – o que seria bom, já que você nem lembra mais do fulano ou de seu e-mail pré-adolescente enigmático.

Quer dizer, não é simplesmente um fenômeno? Um acontecimento da natureza? Uma característica intrínseca a 60% dos machos solteiros segundo o DataEu? Para mim, sim.

Saiba, gata, que ainda vai acontecer com você. Seja forte, pegue esta bola levantada e mande um belo block, pois este defunto não te pertence.

Dia da criança (interior)

qui

Daqui 5 dias é dia de atualizar a barra aqui ao lado. Por que? Porque é meu aniversário.
.

Talvez ninguém nunca tenha notado ou lido ali, mas é, tenho 21, farei 22. Não sei porque raios, mas os números causam espanto, sempre me acham mais velha do que sou, o que me tem feito pensar quantos anos vão achar que tenho quando eu efetivamente fizer um quarto de século. Vão me achar na casa dos trinta e aí provavelmente não vou achar muito interessante.

Também acho que essa confusão e achismo de idade acontece porque, por onde eu ando ou em quase todo lugar que frequento, eu sou a fedelha. Tenho amigos mais velhos, três, quatro anos a mais – ou mais -, e isso já dá uma boa diferença nessas datas comemorativas.

Sempre acham que estou completando a mesma idade que eles e aí rola um choque. Alguém pergunta “cara, mas você lembra de tal desenho?” e eu digo que não, óbvio, afinal só lembro mesmo das coisas a partir dos 5 anos de idade, ou até mais, e antes são só flashes. Portanto, é óbvio que vez ou outra um aninho já faça diferença.

Se você está achando que eu sou a mala que faz todo mundo se sentir meio passado, pense que não é bem assim. Obviamente que meus amigos já deram alguns passos a mais que eu na vida, ou pelo menos enganam bem. Apesar de ser madura para papear com eles sobre escolhas, destino, amor e random shit, é natural que experiências profissionais, por exemplo, sejam diferentes.

Quantas vezes já não saí com um pessoal e pensei “caramba, fulano fez isso, isso, isso e eu aqui”. Às vezes falta um estalo interior que me diga “calma, você só tem 21”. Ou melhor, né? Ironicamente, no dia das crianças terei 22.

Não sei quanta diferença isso faz, fora um número, mas estou aqui matutando coisas absurdas inéditas para fazer nas próximas 120 horas, antes que os sinos das 19h batam e eu não seja mais forever 21. Sugestões?

.

ps: antes que alguém pergunte, sim, minha mãe me deu dois presentes (aniversário + dia das crianças) até eu completar 15 anos. Legal ela, né?

Alô, Sorocaba!

qua

azarão.

Não se fala de outra coisa na rede mundial de computadores – pelo menos no que diz respeito à fatia paulista. Fora um ou outro que ainda lembram da Copa ou dos preocupados com a resolução do absurdo “caso Bruno”, o que tem chamado a atenção são duas ex-famílias sorocabanas que acabaram de ruir após um fatídico vídeo postado no orkut de um dos envolvidos.

Não quero ser repetitiva, porque, bem, porque todo mundo já viu, mas se você não viu ainda, veja agora pra não ter spoiler depois. São dez minutos de muita discussão acalorada e áudio ruim, mas o que interessa você vai ouvir – e ver:
.


(não está vendo o vídeo? clica aqui)

Ficou até o final, né? Então, Juliana e Vivian se conheciam há cinco anos aproximadamente, Juliana era madrinha de um dos filhos de Vivian e eis que a dona Ju estava mantendo atividades fornicatórias com requintes de sexshopismo com Cícero, esposo da dona Vivian, a traída e também conhecida como Felipe Melo de saia depois deste episódio.

Inconformada com a situação, parece que a Vivi quis contar mesmo pra todo mundo e colocou um trecho editado do vídeo em seu orkut, já que a versão completa tem basicamente mais de uma hora. Por pressão dos filhos, tirou do ar, mas já era tarde demais, como se pode ver.  Os desdobramentos da história não interessam muito para as linhas que escreverei a seguir, portanto o google está a disposição para eventuais curiosidades. Aos interessados, a situação toda atende pela alcunha de “barraco sorocaba” ou #sorocabarraco para os tuiteiros.

Quando a coisa começou a viralizar, me perguntei se era pela “cat fight” ou pela vingança da mulher traída. É claro que os machos encaminhram pelos puxões de cabelo entre mulheres (que alguns consideram até sexy por aí), mas bem acho que a coisa espalhou pela mão das moçoilas que já sentiram na cabeça o peso de um chifre ou o punhal por trás de uma “amiga”.

Entendo totalmente o sentimento que um vídeo assim move em alguém que já passou por isso e  compreendo a vontade que dá de passar para “todas as mulheres”, mas gostaria de saber quando é que a ala feminina vai deixar de ser tão competitiva e pouco fraterna e finalmente perceber que, num caso como esse, quem jurou ser fiel foi o marido?

Discussão velha, eu sei, mas  não foi sua amigona que te deu a mão no altar. A frase “brothers before whores” só funciona para homens, porque obviamente foi por eles criada e é assim que funciona na tal sociedade secreta  e invisível masculina: lá a maior parte das mulheres de amigos são homens.

Logo, só queria dizer uma simples e única coisa: a traição sempre vai ser uma constante na vida do ser humano,  especialmente quando falamos de moças que acham o marido alheio mais interessante.  Então, pelas barbas do profeta, nada melhor que ser justo(a) e cobrar de quem de fato lhe prometeu amor eterno ou alguma coisa do gênero. Por mais que isso signifique comunhão de bens ou “perder a casa na praia”, é uma atitude um tanto mais digna que colocar para dentro da sua casa  alguém em condição ainda mais frágil unicamente para tomar tapa.

Por fim, deixo aqui a frase sábia me dita ontem pela Juliana enquanto falávamos sobre esta treta da high society de Sorocaba:  “colocar na internet é igual fazer xixi na piscina – você pode até limpar, mas pra tirar tudo, só esvaziando a piscina inteira”.

.

Por que nós somos “amigos”?

sex

imagem de divulgação de “The Network”, também conhecido como o ‘filme do facebook’
.

Mais uma vez abri meu facebook e me deparei com diversos rostinhos. Mais de mil nomes e rostos conhecidos e desconhecidos, pessoas que vejo menos, outras que nunca mais vi, mas todas lá. É o mal da rede social iniciante (pelo menos no Brasil): você adiciona todo mundo que não vê há eras com a proposta de retomar o contato e “marcar de sair”.

O Orkut foi assim também, mas talvez eu esteja sentindo tudo isso de novo com o facebook porque 1 – o Orkut não me serve mais de muita coisa, 2 – optei por usar o facebook pra divulgar as outras redes sociais pelas quais passeio e isso significa aceitar pedidos vindos de todos os lados, principalmente do pessoal que acompanha o blog por lá também. Resumindo? Foi uma escolha transformá-lo num arquivo e sei disso.

No Orkut não fui assim, só adicionava conhecidos, sempre tive a proposta de manter a coisa o mais pessoal possível, enchia de fotos das festas e ficava esperando avidamente os comentários dos “amigos”, até que isso enjoou. Agora, nem sei mais onde encontrar meus conhecidos, não estão mais nem em um lugar nem no outro, e é uma balela das grandes colocar “o que eu estou pensando agora” no caralivro esperando interação, esperando que alguém comente, curta ou mesmo odeie qualquer coisa.

Observo usuários com, digamos, metade dos amigos que tenho e que são infinitamente mais comentadas ou curtidas. O perfil lá pode ser sim uma boa vitrine e um bom lugar para guardar links favoritos também, mas quem sabe as pessoas gostem tanto, tanto, da exposição alheia que prefiram mais quem realmente posta alguma coisa esperando outra? Estilo “as fotos da festa ficaram ótimas, comenta aí, amigue”.

Assim sendo, o orkutcídio está se tornando uma possibilidade real (wow, que drama) e espero ainda o momento do facebook se tornar útil em seu sentido original, de ser uma ferramenta para conectar pessoas, caso contrário, por que raios nós seríamos “amigos”?

Podemos criar níveis de interação ou de afeto? Enumerar por listas de proximidade? Chamar uns de  “contatos”,  conhecidos, outros de bff? Não. E chamar toda essa massa de amigo é criar uma ilusão absurda de popularidade, e uma noção real de isolamento moderno.

Não dá para curtir isso, Facebook.