Mãe de dois filhos de primeira viagem

seg


Baconzito já curtindo um sofá no segundo dia de estadia!

Meus últimos dois dias tem sido meio loucos. Depois de pensar muito sobre adotar mais um gato, cheguei à conclusão que Hannah ia adorar ter uma companhia, além de aliviar os períodos em que ela fica sozinha em casa. Veterinários confirmam que gatos vivem melhor quando tem outra companhia felina e finalmente chegou a hora de eu proporcionar este conforto à minha pretona!

A gatinha da minha amiga Lari deu cria e fiquei namorando um filhote por um tempo, até que sábado fui buscá-lo. O filhotinho de dois meses é do tipo bem folgado, que quer comer antes de todo mundo, mas é super esperto e absolutamente fofo e carinhoso!

Hannah ainda não acostumou e dá altas bufadas na cara dele, mas, enfim, até agora não rolou nenhuma agressão e acho que os dois devem ficar amigos logo, logo… hehe

Enquanto isso, o Bacon (aka Baconzito, nome do novo filhote!), já foi parar nas foto mais populares do Instagram, aquele app/rede social que todo mundo viciou, e já andou aprontando.

Tipo assim… Foi só eu e o Rafa nos distrairmos que ele tomou a água que estava dando sopa:

Então é isso, sou mãe de dois filhos agora: Hannah e Bacon. Nunca tive dois bichinhos de estimação ao mesmo tempo e estou vendo que acostumá-los juntos dá um puta trabalho, mesmo quando não rolam brigas ou quando um deles já está bem tranquilo com a situação, caso do Baconzito.

Estou descobrindo e testando várias fórmulas para o convívio entre os dois tornar-se amigável mais rápido e, caso você tenha alguma dica de como incluir mais um gato na família, me ajuda comentando aqui? ;) Por enquanto, estou seguindo o que o veterinário já havia me dito há algum tempo e usando as técnicas desse texto: “Chegou um Gato Novo”!

Espero que no “Imagens…” da semana que vem eu já possa mostrar os dois gatos dormindo juntinhos! <3

Sapatos, eu-DJ e praia – Imagens da Semana

qui

Depois de longuíssimas férias (e atendendo a pedidos), está de volta a tag “Imagens da semana”! Para ver todas as outras coisas que já contei nesta tag, acesse aqui.

SAPATOS

belezinhas no armário: a sapatilha de fitas e a sandália abotinada

Digamos que após a farra consumista que rolou no fim do ano com meu primeiro décimo terceiro, comecei 2011 mais sossegada. Minha fúria shopaholic ficou para trás antes mesmo do Natal, mas não resisti quando vi a promoção de verão da Shoestock. Já estava querendo uma sandália abotinada bonita há tempos e me apaixonei por essa colorida!

Quanto à sapatilha, também comprei online achando que ia amar e, na verdade, me apaixonei mais ainda quando a vi na minha mão. As fitinhas tem um super relevo, o couro do sapato é macio e meu arsenal de sapatilhas tá pedindo renovação.  Agora que acertei meu número na Shoestock (é menor do que o tradicional), ninguém me segura!

.

ATACANDO DE DJ

Friks @Alberta #3

Conforme anunciei aqui, terça-feira da semana passada estreei como DJ! A festa foi a Friks, do blog do querido Bruno Frika, no Alberta #3, que fica no centro de São Paulo. Apesar do dia não ser nem de longe o ideal para se jogar a noite inteira (e por isso eu perdoei quem não foi), a festa foi bem divertida e deu pra colocar a galera para dançar!

estreando. Mãos trêmulas? Imagina…

Todos os DJs tocaram rock, indie e eletro excelentes para dançar e eu, apesar de ter ficado um pouquinho nervosa no começo, simplesmente me apaixonei pelas pick-ups! Meu Rafa já vinha me dando algumas aulas de mixagem porque sempre quis aprender mais e, bem,  ali ao vivo acabei descobrindo mais uma coisa que amo fazer.

criatura e criador <3

Bom, não quero me alongar muito – até porque quero ver vocês na próxima festa -, então vamos lá: Bruno já está agendando mais uma edição da Friks,  eu  tocarei,   e o dia será ideal para ferver até de manhã. Eu já estou aguardando ansiosa e espero ver mais rostinhos familiares na próxima noitada! 8)

. e

PRAIA

sol arde o olho, tinha me esquecido

Imaginem uma pessoa há quase dois anos sem visitar sua própria casa na praia e há um ano e três meses sem entrar no mar… Então, esta sou eu. Ou melhor, era eu até mais ou menos 4 dias atrás. Quebrei o jejum indo para Ubatuba com o Rafa e aproveitando três dias de sol antes do aniversário de São Paulo.

Ficamos por lá de sábado até segunda-feira e deu para pegar uma cor, tirar aquele bronzeado cor-de-frango das luzes do escritório e matar a vontade de colocar o pé na areia quente e na água geladinha.

Nunca fui super fã de praia, mas depois de começar a pegar no batente pra valer e ter cada vez menos feriados – e férias, que é isso? – passei a valorizar os momentos fora da cidade. Antes eu ia para praia quase sem vontade, mas agora acho que vou me obrigar a fugir mais deste mundinho até aos finais de semana.

as legítimas companheiras

Quer dizer, amo São Paulo (inclusive e principalmente aos finais de semana, preciso nem dizer!), mas às vezes escapar do mundo real é a melhor coisa que se pode fazer. Antes eu não entendia o significado disso, mas agora entendo totalmente. Oi, estou velha? hehe :P

E, bom, agora sim: quinta que vem tem mais “Imagens…”!

.

Jingle Bell Rock

sex

será?

Vamos aos fatos: eu sou a versão feminina, brasileira e com menos pelos do Grinch e, consequentemente, não gosto de Natal. Não banco a chata, mas também não saio entrando em 50 amigos secretos só pela magia. Magia, que magia?!

Em todo caso, o ano foi bom, os planos para o próximo são bons também e hoje vai ter peru na mesa. Reclamar do que, não é? Portanto, como nunca é tarde para relembrar, deixo vocês com “Jingle Bell Rock” do filme “Meninas Malvadas”, um clássico subestimado de Lindsay Lohan:

.

E, para terminar, aquela parte com os sinceros votos: FELIZ NATAL em caps lock para quem curte, e que passe bem rápido para quem não tá no clima. 8)
.

ps: quem me segue no twitter, viu que eu tive um probleminha com o único amigo secreto que entrei – o twittoculto, só entre twiteiros -, mas deu tudo certo e meu presente chegou. Assim que o youtube deixar, posto meu vídeo reclamando e comemorando! hehe

Resoluções de ano novo: quem faz?

sex

pare com essa lista!

Eis aí mais um Revéillon. E com ele tantas listas, tantas metas, tantas (muitas vezes) baboseiras que a gente se impõe e nem sempre cumpre, não é mesmo? Sou fanática por enumeração de coisas, especialmente das que ainda tenho para fazer, já que sou uma excelente procrastinadora, mas exatamente por isso descobri que não vale a pena me empurrar um contrato de academia mais uma vez se o meu negócio for mexer o corpo quando der na telha, sabe?

Eu já fiz muito, diminuí e hoje prefiro pensar em projetos, não em resoluções. Mas expliquei tudo isso lá no blog Viva Clean, da Clean & Clear. Quem acessar pode comentar no post e concorrer a um super kit da marca, vale a pena! ;)

.

Buenos Aires: voltei!

seg

Buenas tardes!

“my english is better than my spanish”
(eu explicando para um senhor americano que não sabia dizer “garfo” em espanhol)
.

De volta ao mundo real, temos que Buenos Aires é mesmo uma cidade muy guapa. De todas as impressões (e diquinhas que virão), posso adiantar que, aos olhos brasileiros, é uma cidade que funciona e cujos habitantes homens querem, definitivamente, nos derrotar no futebol e levar nossas mulheres.  Guardando as situações engraçadas com portenhos atirados para depois (mals, Rafa!),  vamos focar na cidade.

Se você vive em São Paulo como eu, tente imaginar como seria se a cidade fosse a capital do Brasil, estivesse cheinha de pontos turísticos e de trocentos turistas por metro quadrado? Obviamente que não daria certo. Tenho a mania (ruim, talvez) de comparar todo lugar que vou com o Brasil e certamente este foi um caso típico.

O trânsito simplesmente funciona, o metrô é velho, sujo e tem batedores de carteira, mas também funciona. Segundo os argentinos, a criminalidade é preocupante, mas até aí, onde não é, não é mesmo? Comento disso, pois, infelizmente foi em ares portenhos que passei pelo primeiro incidente de furto de todas as viagens que já fiz.

Não sou marinheira de primeira viagem, estava sim tomando cuidado, mas aconteceu e c’est la vie. Uma hora o nervoso passou e, ainda bem, o dinheiro não fez falta. Agora tenho aí uma semana de dor de cabeça com documentos e essas coisas burocráticas irritantes por definição. Ao ladrão, desejei uma morte lenta por engasgamento com Havana! hehe

Quanto aos famosos outlets, muita calma. Nem tudo é um excelente negócio, os outlets não valem tanto a pena e o negócio é apenas pagar mais barato em produtos caros no Brasil. Portanto a galera precisa esquecer aquela história de ir para lá passar um final de semana e voltar com uma calça da Diesel paga com dinheiro de pinga. Juro que tem gente que vai lá unica e exclusivamente para isso e, vou dizer, volta frustrado.

A comida é simplesmente, OMG, ótima – e por preços módicos. Se compararmos que qualquer jantar com um bom vinho em São Paulo dificilmente sai por menos de R$100 por pessoa, Buenos Aires já traz excelentes opções por em torno de $80 pesos por cabeça. E, vamos lá meus amigos, isso dá R$40,00 e, para mim, gastronomia é investimento!

Os taxis baratinhos também nos levam de um lugar para o outro com rapidez e vale a pena utilizá-los se você não for atravessar a cidade. Para outros casos, recomendo o combo metrô + taxi, mas por favor, prestem bastante atenção nos “pick pockets”. Eles estão lá aos montes e são rapidinhos para abrir o zíper da sua bolsa e roubar o que virem pela frente sem fazer o menor barulho ou causar danos ao tecido.

Só para terminar, definitivamente Buenos Aires é o destino principal para uma mulher solteira que queira fazer comprinhas ao lado das amigas e ainda receber uma bela injeção de auto-estima. Antes de torrar seu salário no shopping, pense em poupar mais uns meses e passar um feriado prolongado lá. Os galanteios em espanhol valerão à pena – e algumas pechinchas também! 8)

Por enquanto, é isso. O que vocês querem saber da cidade? Deixem seus comentários e me ajudem a preparar a série de posts que vem pela frente, sobre pontos turísticos,  compras, dinheiro, roaming de celular e por aí vai!

Passei seis dias lá e até que deu para aprontar várias confusões do barulho. Deixem suas dúvidas que a série de textinhos sobre a viagem começa já já!

.

Compras e comidinhas: Imagens da Semana

sex

Para ver todas as outras coisas que contei nesta tag, acesse aqui.

MORANGÃO

Finalmente fiz minha primeira compra no site mais querido das consumidoras ávidas de maquiagem, cosméticos e perfumes: o Strawberry Net, apelidado carinhosamente de “Morangão”! As compras? O spray Beach Waves do Frederic Fekkai e um gel fixador para “pentear” as sobrancelhas da Tweezerman. No meio, um batonzinho pink lindo que veio de brinde.

Depois de ler diversas resenhas sobre o Beach Waves, resolvi me jogar de uma vez. Tenho cabelo ondulado e super rebelde, então mantê-lo na forma natural e ao mesmo tempo controlado é um super desafio. Tanto é que apelo muitas vezes para a escova e nunca me dei bem com ativador de cachos e esses cremes para cabelos mais cacheados que o meu, que até forma cachos nas pontas, mas tem a raíz só ondulada.

Então… Me apaixonei:

não é magia, é tecnologia

Pelo spray! Estou usando já há três dias seguidos e o cabelo está ondulado e fofinho, sem endurecer, sem ter que fazer coque, sem babyliss e, o melhor, sem usar fixador. O cheirinho do produto é de coco e é a cara do clima que, parece!, finalmente vai esquentar.

Quanto ao fixador de sobrancelhas, ainda não tenho opinião formada. Também usei nos últimos três dias para deixar as minhas penteadinhas o dia todo, mas no primeiro dia achei excelente e hoje, por exemplo, acho que não apliquei direito… hehe Depois comento no twitter (@loverox) meu veredito final.

.

PARIS 6

Alô, Paris 6, vamos fazer uma carteirinha para sócios? Eu entraria nesse clube com certeza! Fui até o restaurante para mais um almocinho gostoso e provei um prato novo. Para variar, tudo estava incrível e finalmente experimentei também o suco de tomate da casa, que é uma boa pedida para quem gosta de tomar coisas diferentes – e com sabor forte, claro – mas não quer uma bebida alcoólica.

.

ZEBRA FROZEN

Frozen yogurt entrou para minha vida de um jeito que, sinceramente, se a modinha acabar amanhã, não sei o que vou fazer. Ultimamente esta sobremesinha com cara de saudável passa na frente até de Häagen Dazs, então adoro quando descubro uma rede nova e não penso duas vezes antes de experimentar.

Desta vez, fui na Zebra Zero que fica na esquina da Haddock Lobo com a Lorena e pedi um “zebrinha” (tamanho pequeno) de sabor tradicional e cobertura de amoras, minha combinação favorita. O preço de lá é melhor do que o da rede Yogoberry e o sabor é incrível também. Eles têm iogurte feito a partir de outras frutas, mas o tradicional ainda é meu favorito, então ainda não provei.

Minha dica é ir conhecer no final de semana, para tomar uma bela sobremesa e ficar observando o movimento da região num dos fofíssimos sofás de zebra da loja!

.