5 Atitudes verdes simples e fáceis

seg

5 dicas para você ajudar seu planeta sem se tornar um eco-chato:

1. Leve uma caneca e uma garrafa para o trabalho e pare de gastar tantos copos plásticos para café e água. Somente uma pequena parcela deles é reciclada, enquanto a água que você gastará lavando a caneca irá para o esgoto e será tratada;

2. Procuse usar o transporte público e evite congestionamentos e poluição exagerada nos horários de pico. Se você mora em uma cidade ou região em que o transporte público é precário ou insuficiente, provavelmente não conseguirá deixar o carro na garagem. Então, na próxima compra, considere um automóvel flex, que aceite etanol como combustível. Além de mais barato, polui menos. E outra: se você andar bastante mesmo com o carro, o gás natural é outra alternativa  ainda mais ecológica e a economia de gasolina paga o investimento com o tempo;

3. Em edifícios no geral, use as escadas para subir um andar ou descer dois. Você faz um pequeno exercício e economiza energia. Aliás, você sabia que a “conta de luz” do elevador é o que mais encarece o condomínio de um prédio?;

4. Mesmo que seu prédio ou sua região não receba coleta seletiva, separe seu lixo. Já é de uma grande ajuda! E, aliás, falando em lixo, nada de jogar pilhas ou baterias junto com outras coisas. Crie uma estação de recebimento de pilhas e encaminhe até uma central de coleta mais próxima de você. No meu prédio, os porteiros estão recebendo as pilhas e baterias e de tempos em tempos elas são encaminhadas para locais de descarte adequados;

5. Use ecobags para transportar pequenas compras quando for à padaria, feira ou supermercado e poupe as sacolinhas. Se a compra for grande, tente trazer os produtos para casa em caixas ou em várias ecobags. (Eu usei uma e contei como foi aqui, vale a leitura como complemento!)

.

ps: este é um primeiro passo e nada é tão pouco que não faça diferença. E com certeza este post terá parte dois.

Da pornografia ao Google: os 10 melhores infográficos de fatos na web

ter

Depois da moda dos gráficos e da moda dos fatos em texto, alguém teve a grande ideia de unir temas caros à Internet a um design bem feitinho com os tais dados e porcentagens que todo mundo adora e trazendo, finalmente, fatos reais – ou pelo menos bastante críveis.

A fonte dos tais dados? Alguns vem de estudos, outros de reportagens, mas a verdade mesmo é que quase nunca ninguém sabe. Mas é aquela história: você confia em quem escreve a wikipedia? Pois é.

Fiz uma lista com os dez infográficos mais legais que já vi por aí e, como quase tudo na web, metade deles é sobre sexo, metade é sobre nerdices. Clique nas imagens para vê-los em seus sites de origem e divirta-se! 8)
.

Fatos sobre DSTs.Fatos sobre pornografia.Fatos sobre o sêmen

.Fatos sobre peitos.Fatos sobre o orgasmo feminino

Fatos sobre o google.Fatos sobre o World of Warcraft.Fatos sobre o Oscar
Fatos sobre o Twitter.

.

Continue lendo →

Os dez melhores posts de 2009

qua

É claro que eu não ia resistir fazer essa lista, né? Confiram os 10 melhores posts de 2009!

foi difícil decidir, viu?

Para fazer a lista, considerei o quanto gostei de fazer o post, o grau de utilidade pública ou divertimento proporcionado, variação de temas e, claro!, o que vocês comentaram, de forma que priorizei o que vocês mais curtiram, já que nem tudo que é meu favorito é o favorito de vocês, né?

1. Dez Dicas Básicas para viajar pela Europa

2. Sozinha no Cinema: “Jean Charles” às 15h

3. 10 Comerciais que deveriam ser curta-metragens

4. Speed Dating Trident Fresh – Imagens da Semana

5. Fantasiar não faz mal

6. Moonwalk: o guia definitivo

7. Ao Natural: elas não usavam Photoshop

8. Mashups de pôsteres de cinema

9. Eu odeio morar aqui (esse post fez um sucesso que eu jamais imaginava! Olha que eu nem ia publicar esse texto, hein?)

10. Dez flmes que a gente vai querer ver (post pra guardar, já que alguns ainda não estrearam!)

Bônus: os 100 fatos sobre a Europa, divididos em cinco partes. O primeiro post foi esse aqui.

.

Lembra de algum post que você adorou e não está na lista? Conta nos comentários! 8)

.

5 Coisas que Você Não Deve Fazer no Compartilhamento do Google Reader

sex

O Google Reader está mais sociável. Agora você pode escolher seguir os feeds compartilhados de uma pessoa, des-seguir outras e ocultar mais algumas – assim, só para não ficar feio de fulano perceber que você parou de bizoiar as coisas que ela põe na roda.

Como em todo bom ambiente internético de socialização, tem gente que torra seu saco de vez em quanto, mas também coloca coisas interessantes de vez em quando, o que te faz continuar seguindo-a. Portanto, como todo mundo quer ver é coisa boa e não notícia do mês passado, resolvi compartilhar também essa listinha de etiqueta feita unicamente por mim, viciada em reader – mas não em perda de tempo com “1000+ não lidos”.

5 Coisas que você NÃO deve fazer no compartilhamento de feeds do Google Reader:


1. Compartilhar tudo

Nem todo mundo tem tanto tempo para ler tudo isso – a não ser que você tenha um olhar brilhante para descobrir coisas sensacionais diariamente e saiba muito bem disso.  Do contrário, não compartilhe.

2. Compartilhar itens do seu próprio blog

De novo: você só posta coisas geniais? A última novidade do último segundo? Textos incrivelmente dignos de orgulho próprio? Pense: estou compartilhando para mostrar o que é meu ou passaria isso pra frente se viesse de outro blog? Daí sim. Caso contrário, deixe que as pessoas digam que o seu conteúdo é bom. ;)

3.  Compartilhar feed da semana passada no domingo da semana seguinte

Ficou confuso? Eu também. Compartilhar a notícia que todo mundo já leu ou sabe é uma desinformação: quem te segue acha que vai ler algo novo porque o reader se baseia em coisas fresquinhas e não é bem isso que você vai proporcionar. A gente entende que você não tem tempo. Eu não tenho, ninguém tem. Então se atualize no seu tempo, mas nada de passar o “jornal do peixe” como se fosse jornal novo.

4.  Compartilhar coisas que só fazem sentido para você e 2 pessoas

Auto-explicativo e dou sugestões: use o twitter, o msn, o facebook, o orkut, e olha! Tem uma coisa chamada e-mail que costuma ser bem útil para isso também.

5. Deixar o Youtube compartilhar por você

Não só o Youtube, mas qualquer outro site que permita compartilhamento automático. É bastante chato ficar lendo “Fulana assinou o canal de Ciclana” ou “Beltrano agora favoritou o vídeo ‘Pedro, devolve meu chip'”.

Lembre-se que metade desses viraizinhos que você guarda aí no Youtube são lixo, que  nem todo mundo gosta dos mesmos clipes e que provavelmente pelo menos 30% da população mundial não vê utilidade alguma em tutorial de maquiagem.

.

… E, enfim, considerando que eu mesma sou capaz de infringir minhas regras, deixo aqui o link para os meus itens compartilhados – sigam por sua própria conta e risco. 8)

Já viu esse filme? Duvido!

sex

Se você é cinéfilo ou um mero aspira, com certeza sabe que existem filmes importantes. Filmes que você tem que ver para se considerar um entendedor da 7ª arte. Meia dúzia de filmes essenciais  para participar ativamente de uma conversa de bar pós filme chinês.

E aí você, encolhido no cantinho da mesa, fica sem alternativas quando te perguntam: “e agora José, que você acha do filme XXX que Fulaninho Importante dirigiu em 1900 e bolinhas?”. O que você faz, José? Logo você, leitor atento de contracapa de DVD? Você MENTE!

Quem diria que “Dirty Dancing” seria o segundo filme mais “mentido”? Johnny Castle tem o poder!

Pois foi isso que motivou a Orange, produtora do Reino Unido, a fazer uma lista com os dez filmes que as pessoas mais mentem que assistiram. Como amante do cinema e produtora, achei genial – e sei que realmente as pessoas mentem horrores quando o assunto é cinema, pelo menos na minha área. E confesso: eu não vi “O Poderoso Chefão”. Prontofalei!

Os 10 filmes que você deve duvidar quando alguém disser: “eu assisti”

1.O Poderoso Chefão, de Francis Ford Coppola
2. Dirty Dancing, de Emile Ardolino
3. Um Sonho de Liberdade, de Frank Darabont
4. Rocky, de John G. Avildsen
5. E o Vento Levou, de Victor Fleming
6. Cidadão Kane, Orson Welles
7. Taxi Driver, de Martin Scorsese
8. A Felicidade Não se Compra, de Frank Capra
9. Os Bons Companheiros, de Martin Scorsese
10. Fugindo do Inferno, de John Sturges

Certo. Agora se fizessem uma lista entre alunos de comunicação, tenho certeza de que os dois do topo seriam “Laranja Mecânica” e “Pulp Fiction”. Duvida? Eu assisti e eu aposto. 8)

Fonte: Portal Virgula

ps: em todo caso, é um dos primeiros DVDs da minha lista “filmes de todos os tempos que eu tenho que ver”. E provavelmente eu vou ver sozinha, já que os meus amigos realmente assistiram esse.

ps 2: tá, mas dá um desconto. Eu vi metade da lista! E eu vi filmes de D.W.Griffith.  E eu adoro a estética do expressionismo alemão e, e…  Ok, nada justifica. Eu sei. Saco!

10 Comerciais que deveriam ser curta-metragens

sex

.
Comerciais foram feitos para vender produtos, para ressaltar suas qualidades e fazer também saltar a carteira do consumidor. Mas, não há nada melhor (e mais vendável!) quando conseguem fazer mesmo saltar nossos olhos – e, porque não, o coração ou o riso.  Dá até pra dividir os comerciais audiovisuais em três categorias: a) ruins; b) engraçados/originais/aquele que tem aquela musiquinha pentelha, 32244000, mais uma vez!; c) estes que eu quero comentar: comerciais que deveriam ser curtas.

Falo de segundinhos que contam histórias tão bonitas, tão singelas, tão surreais ou tão engraçadas que merecem uma continuação. Um complemento. Que nos deixam com uma pulguinha atrás da orelha querendo um desfecho para além do clímax que tanto vende. E, claro, merecem um ponto de virada também, por que não?
.

1- Chanel nº 5 – com Rodrigo Santoro e Nicole Kidman

.

2- Chanel nº 5 – com Audrey Tatou

Estes dois já são super ultra mega produzidos e ainda assim uns dez minutos a mais (pelo menos!) nos deixariam de olhos cheios e felizes.

.
3- Mercado Livre – “Vendo Beijo”

Fofurinha da titia! Adoro esse comercial. É tão, tão singelo. :)

4- DVB – Grife de Victoria Beckham

Quem disse que dona Posh não pode ser fofinha? Sim, ela pode isso também.


5- Comercial alemão – Sexo virtual dando errado

No dia seguinte, como olhar pra sua maninha, hein?


6- Levi’s – stopmotion ao som de “Mr. Bombastic”

Esse já vem com começo, meio e fim bem definidos e provavelmente não aguentaríamos ouvir essa trilha sonora no repeat por muito tempo, mas quem se importa? Pra mim, esse comercial marcou época. É o que eu mais lembro de toda minha “infância”.

Continue lendo →