O Estranho que nós amamos: crítica sem spoilers do novo filme da Sofia Coppola!

qua

Após quatro anos desde o lançamento de “Bling Ring”, a diretora Sofia Coppola está de volta à tela grande. “O Estranho que Nós Amamos” é uma nova adaptação do livro de Thomas Cullinam, que já tinha ganhado uma versão para o cinema em 1971, com Clint Eastwood num dos papeis principais. O filme se passa durante a Guerra Civil americana e mostra o que acontece quando um grupo de mulheres que vive num internato isolado resolve oferecer abrigo para um soldado inimigo machucado.

A diretora Sofia Coppola e parte do elenco no tapete vermelho em Cannes

Nesta nova roupagem proposta por Sofia, somos conduzidos aos fatos pelo ponto de vista das mulheres e terminamos o filme com reflexões importantes sobre sexo e estupro. O filme também rendeu à Coppola o prêmio de melhor direção no Festival de Cannes, algo “quase” inédito no festival, que só pela segunda vez premiou uma diretora em 70 anos de existência. No elenco, a excelente Nicole Kidman e a parceira de longa data Kristen Dunst, além de Colin Farrell e Elle Fanning.

Dá o play para ver a crítica completa! Aproveita e se inscreve no canal  para receber os vídeos primeiro!

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

 

 

Comentários via Facebook

Deixe seu comentário