Nintendo Switch: os prós e contras de comprar o novo videogame agora

qui

O Nintendo Switch é o novo videogame da gigante japonesa que está arrebatando os fãs com um Zelda novinho em folha e com a proposta sensacional de permitir ao jogador se divertir aonde quiser – e ainda acompanhado dos amigos. O videogame pode ser usado como portátil, também destaca pequenos controles avulsos, os ‘joycons’, e também funciona, é claro, como a boa e velha central de entretenimento ligada à TV.

giphy (4)

Tudo muito legal para quem está no exterior e pode pagar em torno de $300 dólares no aparelho, mas aqui no Brasil a situação é diferente. Como não há mais representação oficial da Nintendo no país, simplesmente não existe nenhum tipo de suporte ou garantia. Mesmo adquirindo o produto com nota fiscal, o cliente fica refém daquela garantia simples de loja, que só aceita trocas dentro de 30 dias. E se der problema depois, como faz? E, afinal, quanto está realmente custando o Nintendo Switch nesse comércio “paralelo”, que ninguém sabe muito bem como traz o produto para a venda e se ele pode ter sido danificado no caminho?

Meu vídeo mais recente do canal discute tudo isso e também trago a opinião dos amigos jornalistas do IGN Brasil, Pablo Miyazawa e Flavia Gasi (também Garotas Geeks), e também da youtuber Malena, que ainda não decidiu se compra ou não. Dá o play! ;) 

Aproveita e se inscreve no canal para receber os vídeos primeiro!

Para ver outros vídeos já publicados, clique aqui.

Comentários via Facebook

Deixe seu comentário