“Jem e as Hologramas” inspira maquiagem e tintas de cabelo

sex

Um dos desenhos de maior sucesso entre as garotas dos anos 80, “Jem e as Hologramas”, está prestes a virar filme. A animação que contava as aventuras de uma empresária com alter ego de roqueira vai ganhar uma versão em live action em breve e as marcas de beleza estão mais do que prontas para pegar uma carona nesse visual colorido de décadas atrás. Antes de se sentir velha, saiba que pelo menos agora você pode contar vantagem sobre curtir isso antes de todo mundo. Continuemos.

jem

Jem e as Hologramas: eu era bebê, mas acho sensacional

O filme de “Jem” estreia em outubro nos Estados Unidos e já estão previstas uma linha de maquiagem com a Sephora (espelho, paleta de sombras, batons e gloss) e também uma coleção de tintas para cabelo com a queridinha das donas de #unicornhair, Manic Panic! O que dizer desse turquesa, que só vi na embalagem e já adoraria testar nas pontinhas desse meu cabelo clássico que nunca viu um descolorante frente a frente? E esses tons de pink e laranja, que juram brilhar na luz negra?

manicpanic

Quem ‘queremos’ cabelo turquesa? Ou cabelo pink que brilha na luz negra?

Sobre as maquiagens, apesar da Sephora não ter liberado fotos oficiais na Internet, já é possível encontrar prints de revistas no Instagram. Neste, podemos ter uma ideia do espelhinho fofo, que leva o logo de “Jem” e deve custar US$18, e também a paleta de sombras, com 24 cores, custando US$39.

 

Sem dúvida alguma, o filme tem um ótimo material nas mãos para trabalhar, especialmente no que diz respeito à parte visual. O problema vem logo depois: parece que a adaptação deixou de lado boa parte da história e os comentários dos vídeos online viraram muros de lamentação. A trama ganhou ares adolescentes e os hologramas? Bem, o ‘computador’ virou só um álbum de fotos tecnológico.

O filme ainda não tem data de estreia definida no Brasil mas, enquanto isso, dá para ver no trailer a comédia romântica que nos espera:

Melhor curtir tinta no cabelo vendo “Pitch Perfect”, não? 

Comentários via Facebook

Deixe seu comentário