Testei: máscara facial descartável

sex

Não sou adepta de modinhas de tratamento de pele. Quer dizer, eu nem poderia, porque tenho uma pele tão difícil e chata que prefiro pecar pela repetição do mesmo produto do que pela tentativa de algo novo. No entanto, as máscaras faciais descartáveis chamaram minha tenção, por dois motivos principais: 1 – são baratas e 2 – são de uso único, ou seja, se der errado, não investi os tubos (literalmente) à toa.

mascara1

Fui primeiramente seduzida pela quantidade de famosas usando o artefato e postando fotos ao melhor estilo “A Pele que Habito” no Instagram. Aí foi só um pulo até eu encontrar a bendita em Nova York e querer testar. Cheguei até a contar da máscara no meu vídeo de compras, mas só agora tomei coragem para experimentar a brincadeira.

Comprei essa na Urban Outfitters ou na Ricky’s (não lembro agora, mas as duas lojas vendem) e, apesar dos escritos em alguma língua oriental, me guiei pelo desenho de algas marinhas e pelo título em inglês, algo purificante e natureba, portanto.

Retirar a máscara da embalagem é um trampo sem fim: ela vem bem úmida e dobradinha, então pode ser um pouco complicado não encaixar seu nariz no lugar do olho, mas uma hora você se acerta. Dito isso, embarquei em maravilhosos 30 minutos de espera e ansiedade, como é possível ver na foto a seguir:

mascara2

– Olar!

Depois de meia hora, puxei a máscara delicadamente, enxaguei o rosto e senti a pele macia e bem limpinha. Não removeu nenhum cravo, até porque esse não era o objetivo, mas senti uma textura gostosa e um cheirinho agradável. O problema é que: fui dormir e no dia seguinte acordei com a pele do mesmo jeito de sempre. Que ótimo!

Não sei se o problema é que o produto é apenas cosmético ou paleativo, mas a verdade é que a máscara (ou pelo menos não essa) não funcionou como um tratamento poderoso para mim. Talvez o problema seja eu, já que tenho uma pele difícil. Sensível, oleosa, avermelhada, fina e com acne de adulta – ou seja, talvez nem um milagre descartável me faria ver alguma diferença no dia seguinte.

Pensando nisso, acredito que a melhor forma de usar seja como preparação para a pele antes de um grande evento. Antes de aplicar a maquiagem e afins, a máscara pode ser uma boa para deixar a pele mais bela. Vou tentar assim da próxima vez, já que ainda tenho um envelope de “Detox Diva” guardado no armário e muita esperança também.

Comentários via Facebook

1 comentário

  1. Bruno Portella

    Aquilo que foi visto, não pode ser desvisto. =/

    Responder

Deixe seu comentário