#Bonitanoverão: diário da primeira quinzena*

sex

Quando fui convidada pela Onodera para o #BonitaNoVerão, eu não imaginava que em 15 dias estaria encarando o espelho cruel do provador de uma forma muito mais tranquila que o costume. Desde o início do programa, já conheci um pouco mais de vários tratamentos estéticos, modifiquei minha dieta radicalmente e continuo, como sempre, firme na atividade física.

Apesar da série de posts aqui e nas redes sociais levar “verão” no nome,  este projeto de saúde e bem estar já entrou para a minha vida há dois anos. Treino porque gosto dos resultados, porque me sinto bem e porque, acima de tudo, faz bem para a minha cabeça. Afinal, tenho certeza que de nada adianta tudo isso sem auto-confiança! A nova dieta e os tratamentos, portanto, vêm para ser a cerejinha do bolo desta primavera! <3

Se tudo der certo, e há de dar, terei os resultados esperados em breve e nas próximas fotos já vou poder revelar o que tanto se esconde atrás do meu braço – será o bicho papão? kkk  Neste diário de hoje, vou contar um pouco da minha rotina de descobertas com alguns detalhes, tudo depois do pulo! Quer trocar experiências? Tem alguma dúvida? Com o suporte do projeto, podemos responder, além do instagram de Onodera estar sempre à disposição.

no provador: renovando o estoque de praia para o verão!
Amo bottoms mais largos para praticar esporte, como stand up paddle e afins!

OS TRATAMENTOS

Quinze dias depois de dar início ao processo, começo a ver os primeiros resultados aparecendo magicamente pelo corpo! Pulo da cama e já vou muito louca e ansiosa para o espelho dar aquela olhadinha antes de começar o dia. kkk Já pude experimentar todos os tratamentos que vão me acompanhar nestes próximos meses: a massagem modeladora, o manthus, a drenagem linfática e a fantástica criolipólise.

Cada um trabalha de uma forma no corpo e age em uma zona específica para o meu caso. Enquanto a massagem modeladora, que reduz medidas, e a drenagem linfática, que ajuda a diminuir o inchaço,  são feitas no corpo todo, o manthus e a criolipólise vão direto em pontos escolhidos para receber atenção especial. Nas sessões de manthus, usamos o aparelho de ultrassom na parte posterior das coxas, flancos e culotes para reduzir a gordura localizada. Já a criolipólise é um tratamento de sessão única e, pasmem!, só estou vendo os primeiros resultados agora, quinze dias depois.

Na criolipólise, a profissional utiliza um aparelho que suga a zona desejada e utiliza baixas temperaturas para matar as células de gordura. É um pouco incômodo no início, mas depois a região começa a gelar, gelar, gelar… E pronto: não se sente mais nada até o final da sessão. Segundo a Onodera, o resultado é bastante duradouro e pode levar até três meses para aparecer por completo, pois o corpo elimina as células mortas aos poucos, de acordo com o metabolismo. Como era de se imaginar, fiz o procedimento no abdome e, pela minha análise corporal, é esperado que a querida ~crio~ consiga me dar quase sozinha o resultado esperado. É por isso que não estou fazendo manthus no abdome, por exemplo, e aí decidimos aprimorar outras áreas.

Todos os tratamentos podem ser feitos de acordo com a necessidade e vontade da cliente, mas é na avaliação gratuita que a profissional poderá dizer o que é adequado para o seu caso e se você tem realmente material suficiente, por exemplo, para fazer uma criolipólise no bumbum. Por enquanto, sem dúvida alguma a drenagem é o tratamento mais gostoso, mas a modeladora é a minha favorita: vejo o resultado na hora, chega a ser impressionante! rs

A DIETA

Café da manhã antes: tapioca com geleia de morango e frutas.
Depois: mandioca cozida, peito de peru e pré-treino

Assim que marquei os primeiros tratamentos estéticos, a consulta com a nutricionista da Onodera entrou também na agenda. Eu sabia que muita coisa precisava mudar, mas não tinha noção do quanto a mudança precisaria ser drástica para dar certo. Bye bye, dia do lixo!

Durante a consulta com a dra. Natália Lima, recebi uma notícia chocante: minha alimentação não era tão errada assim. O que significa, em outras palavras, que para ter mudanças consistentes, precisaríamos dizer adeus a muitos erros que pareciam inofensivos do meu cardápio. Desde o primeiro dia, encarei a rigidez de frente e assumi a missão: passei a prestar atenção no índice glicêmico dos alimentos, levei a sério o “comer de três em três horas” e retirei muitos carboidratos simples do prato. Quando eu quiser comer uma massa branca, por exemplo, já conta como “refeição-lixo” – e tenho direito a apenas 3 na semana, logo é melhor usar com sabedoria para jantares e ocasiões sociais.

Além disso, minha suplementação para o treino ganhou ajuda extra. O whey protein já fazia parte do meu dia-a-dia há tempos e agora acrescentei o BCAA na refeição prévia. Enquanto o whey ajuda na reposição muscular posterior, os aminoácidos das cápsulas de BCAA ajudam a prevenir que o corpo gaste massa muscular para se manter em atividade e ajudam a dar aquele fôlego extra. As corridas melhoraram e vão bem, obrigada! hehe

OS EXERCÍCIOS

constância e disciplina: duas palavras de efeito para legendar essa foto legal encontrada no Tumblr! hue

Para mim, sem dúvida, a parte mais fácil de toda essa equação-verão. Os treinos já fazem parte da minha vida e já quase não preciso me programar para encaixá-los na minha rotina. Continuo com a musculação quatro vezes por semana, com treinos de hipertrofia (ganho de massa) divididos em anteriores e posteriores e pelo menos mais dois ou três dias de aeróbicos.

Como tenho uma prova em breve, no dia 19, estou empenhada para melhorar meus tempos e também minha resistência. Treino na esteira, na rua e em pistas de parques, além de ter apostado em aulas de bike e em sessões no elíptico, que me deram muita força para encarar o asfalto.

Meu objetivo com a corrida, no momento, é me aprimorar e quebrar as barreiras mentais: os primeiros 20 minutos, a primeira meia hora, os primeiros 5k… Quando a gente percebe que nossa cabeça cansa muito antes que nosso corpo, é só uma questão de persistência para mudar isso aos poucos. E aí, então, vieram os meus primeiros 7k! E que venham os 10…<3

*a série de posts #BonitaNoVerão é uma parceria com a rede Onodera. Todos os tratamentos são realizados na unidade Pinheiros em São Paulo, SP.

Comentários via Facebook

5 comentários

  1. lari

    Que bom fe! Acho que a gnt precisa mesmo desses “choques” de vez em quando, quando se está num caminho que é longo. São ajustes aqui e ali que vão tornando o percurso mais interessante e motivador.
    Tá linda nas fotos do provador!
    Bjos

    Responder
  2. Bru Rieper

    Que legal ler esse relato Fê! Sempre te acompanho pelo FB e sabia que estava firme nos treinos da academia mas nem tinha me ligado que estava correndo!
    Bem que você podia escrever um relato sobre como começou a correr pra gente publicar lá no Corre Mulherada, né?! :) Beijinhos e parabéns!

    Responder
    1. Fernanda Pineda

      Sim! Eu comecei a tentar correr bem antes da musculação entrar na história. hahaha Agora já faz dois anos e entre idas e vindas, acho que com certeza é o meu melhor momento de corredora. rsrs Eu topo fazer um relato, hein? Se quiser mesmo me chama no FB!

      Responder
    2. Fernanda Pineda

      (até porque eu adoro o Corre Mulherada! hahaha)

      Responder
  3. Debbie

    Que legal esse post!
    Fiquei super curiosa com a criolipólise. Fica roxo depois do processo? Qual é a média de preço por sessão? Não rola um descontinho para as leitoras do Fake Doll? Hahhaha
    Adorei que eles tem até nutricionistas!

    Responder

Deixe seu comentário