5 coisas do Orkut que vão deixar saudade

ter

Sabe aquela história de que “só damos valor quando perdemos”? Pois acordei me sentindo meio assim com o velório do Orkut, que está encerrando finalmente suas atividades neste dia 30. Mas, tá, nem tanto: nos últimos q-u-a-t-r-o anos a rede já andava esquecida, lotada de spam e totalmente esvaziada pelo Facebook, esse tirano colossal.

Antes que seja tarde demais, gostaria de relembrar cinco coisas que faziam nossos dias mais felizes quando não existiam linhas do tempo, o google wave não era nem projeto e o número de fotos ainda era limitado. Você lembra?

5 COISAS DO ORKUT QUE VÃO DEIXAR SAUDADE

 


.

1. Stalkeamento monitorado

Quer espiar? Entre e fique à vontade – mas você será devidamente espionado também. O Orkut mostrava quantas pessoas haviam visto sua página e quem tinham sido os últimos curiosos a futricarem seus scraps em busca de algo constrangedor da noite passada. Bons tempos!

2. Configurações fáceis

Quer mexer na foto? Clique na foto. Quer mexer no nome? Clique ao lado do nome. Quer mudar seu ~status do dia~? Bata clicar no edit e ser feliz. O Orkut tinha trilhões de vezes menos possibilidades que o Facebook, mas não dá para não sentir saudades de configurar tudo rapidinho e sem encheção de saco. Hoje, cada visita na área de privacidade criada por Zuckerberg é um drama! Haja paciência para tanta leitura, afinal, do contrário estão vendendo seus dados até para o demo. rsrs Pode sentir saudade de não ter opção de personalizar nada? Sim, pode sim, está liberado.

3. As comunidades que mostravam seu mais profundo eu

Eram tardes inteiras em busca de comunidades cujos títulos mostrassem um pouco mais da sua persona aos seus amigos. Era preciso ser engraçado, instigante, misterioso. Era preciso conquistar aquele cara ou aquela menina usando apenas uma boa seleção de páginas que fariam de você alguém único e interesante. Ah: ser 100% sexy na barrinha dos corações também não era suficiente se você não estivesse numa comunidade de “vips”, apenas com convidados, tá? (Detalhe: eram 348029358 comunidades do tipo, com “convidados”. Tudo vipinho!)

4. O Buddy Poke

COISA MAIS FOFURINHA DESSA INTERNETINHA. Se quiser fazer um revival no Facebook, me liga, vamos conversar! É o tipo da bobagem que vai me marcar pra sempre nessa vida online, tipo os fazedores de dolls ou os cursores animados perseguindo o mouse. A diferença é que o Buddy tinha animações realmente engraçadas e malucas, tudo com olhinhos gigantes de mangá, algo essencial para o sucesso do aplicativo como um todo, é claro.  *____*

5. Sorte do dia

Li essa frase ao entrar lá para um último adeus: “O tempo é o bem mais precioso que um homem pode desperdiçar”. Descanse em paz, querida rede social. :’)
.

ainda deu tempo de passar lá e pegar esses gifs!

 

Comentários via Facebook

6 comentários

  1. Helo Inoue

    Stalkear no orkut era mto mais fácil. Muito mais. Era muito difícil não encontrar a pessoa.
    Fora que as informações eram mto mais precisas ahahahahahhahahahahhah
    Eu sinto falta das comunidades até hj. Principalmente as de música, galera compartilhando shows, b-sides….
    O que me leva a outra coisa bem legal…. Dava pra fazer amiguinhos #saudades

    Responder
  2. Ivan de Oliveira

    Bons tempos de orkut, a gente era feliz e não sabia, o que me enche o saco no facebook são estas políticas chatas, principalmente na questão do alcance das páginas. Aff ¬¬

    Responder
  3. lari

    Hahahaha os buddy pokes dançando

    Responder
    1. Fernanda Pineda

      Somos nós!!! <3

      Responder
      1. Lari

        SIIIIIIIIIIIM <3 <3 <3

  4. Marcia

    ADOREI! As comunidades eu amavaaa passava o dia pesquisando coisas que poderiam dizer algo mais sobre mim. Kkk Causavaaaa naquele orkut e foi lá onde conheci meu marido , eu era de Sp e ele do Rj namoramos a distância por dois anos graças ao orkut mas hj estamos casados e temos um filho. O face era até legal mas hj em dia ta um lixo. Bjs

    Responder

Deixe seu comentário