A inspiração e a decepção

qui

Não sou eu aí.  Por aqui é semana mais que 36 – e contando…

Ela acorda pela manhã, corre pela areia fofa, levanta pesos, faz pratos mirabolantes com menos de 100 calorias, tira fotos do corpinho suado e do rostinho lindo intacto. #Done

Ele levanta cedo, toma seu pré-treino, filma todos os esforços sorrindo, entra no terno e sai belíssimo. #Done

Aposto que, com a onda fitness, você também deve ter começado a seguir algum perfil assim, perfeito. Pratos das mais lindas comidas light ilustram a timeline, muito fôlego e pouca preguiça também. “É pura inspiração!”, conta você animado quando mostra o perfil novo que descobriu para os amigos.

Mas e quando a inspiração vira do avesso? E quando nem seu melhor esforço é suficiente para fazer você se sentir tão bem quanto a moça que emagreceu 30kg em seis meses e já está com o abdome trincado? Coisa, aliás, que você até agora nada? – Sim, baseado em fatos reais. É quando a inspiração vira decepção.

É difícil respeitar seu corpo e entender seus limites quando nos colocamos em comparação com a inspiração. Afinal, tudo parece tão simples nas versões editadas que cada pessoa posta de suas vidas nas redes sociais. E agora falo por mim: mesmo quando me perguntam o que faço ou pedem dicas, evito ao máximo falar. Mal sou responsável por mim, que dirá serei apta a responder dúvidas dos outros ou inspirar alguém.

Quando solto alguma imagem do tipo no Instagram, é porque eu é que preciso me inspirar e me convencer de que estou fazendo o máximo que posso, com a vida que levo. Diante da “cruzada” anti-publicidade nos perfis de fitness, me sinto à vontade para falar que, apesar de concordar com toda a argumentação, às vezes o maior mal não é esse. Acontece que a inspiração tem grandes chances de gerar decepção e não há avaliação física que meça sua porcentagem de auto-estima.

Comentários via Facebook

16 comentários

  1. Nadja Pereira

    Eu quero MUITO evitar essa coisa de que “pra elas é mais fácil” ou virar uma “‘ ‘desculpadora’ compulsiva”, mas infelizmente é real. Curiosamente, no ano passado, eu emagreci 13kg e estes perfis estavam bombando. Eles não me estimulavam em nada por serem muito distantes da minha realidade.

    Hoje eu estou buscando forças não sei de onde pra ir à academia. Me enchi da rotina. Adoro me movimentar, mas o ambiente não me motiva mais. Além disso, moro sozinha e sinto uma enorme preguiça de cozinhar; boa parte delas tem alguém que ajuda nesta parte. Eu duvido muito que alguém trabalhando 9h por dia (fora as 2h de ônibus na ida e volta) ainda chega em casa pra fazer marmita … É muito fácil ter fitness crazy quando você tem dinheiro e tempo.

    Responder
    1. Fernanda Pineda

      Nadja Pereira on 06/02/2014 at 6:53 am said:

      Eu quero MUITO evitar essa coisa de que “pra elas é mais fácil” ou virar uma “‘ ‘desculpadora’ compulsiva”, mas infelizmente é real. Curiosamente, no ano passado, eu emagreci 13kg e estes perfis estavam bombando. Eles não me estimulavam em nada por serem muito distantes da minha realidade.

      Hoje eu estou buscando forças não sei de onde pra ir à academia. Me enchi da rotina. Adoro me movimentar, mas o ambiente não me motiva mais. Além disso, moro sozinha e sinto uma enorme preguiça de cozinhar; boa parte delas tem alguém que ajuda nesta parte. Eu duvido muito que alguém trabalhando 9h por dia (fora as 2h de ônibus na ida e volta) ainda chega em casa pra fazer marmita … É muito fácil ter fitness crazy quando você tem dinheiro e tempo.

      “É muito fácil ter fitness crazy quando você tem dinheiro e tempo” – Fato. A única pessoa que eu conheço que leva uma vida “normal” e consegue levar marmita é porque tem ajuda de outra pessoa em casa. Só assim, mesmo.

      Responder
  2. Mari Hauer

    Olha, eu concorco muito com a Nadja aí em cima. Eu trabalho 11 horas por dia, todo dia, todos os dias da semana. Eu não consigo dormir nem 6 horas por dia direito. E eu faço exercicio 4, 5 vezes por semana, tento comer direitinho… mas não rola! Se eu almoçasse em casa, cozinhasse os legumes, preparasse minha refeição com pouco sódio, bla bla bla, dormisse bem, me exercitasse mais, dormisse mais… Bom, resumindo SE EU TIVESSE OUTRA VIDA, seria mais fácil, talvez. Mas a vida seria outra. Eu tbm acho que seria bem mais fácil se eu não fizesse nada da vida a não ser musa fitness. Fora que tem gente assim que é tão infeliz, tão neurótico, que vai saber o preço que estão pagando sem fotografar, né? Conheço uma pessoa que emagreceu, ficou linda, etc. Mas qdo foram ver, a menina tomava laxante forte todo dia que ela comia 1 bombom e acabou operando o intestino. A gente se frustra pq só vê as fotos, só pensa no que elas mostram. Ninguém fotografa neurose tbm! :) E vc é linda, joga esses perfis fitness fora e seja feliz! :) Um beijão!

    Responder
    1. Fernanda Pineda

      Mari Hauer on 06/02/2014 at 7:47 am said:

      Olha, eu concorco muito com a Nadja aí em cima. Eu trabalho 11 horas por dia, todo dia, todos os dias da semana. Eu não consigo dormir nem 6 horas por dia direito. E eu faço exercicio 4, 5 vezes por semana, tento comer direitinho… mas não rola! Se eu almoçasse em casa, cozinhasse os legumes, preparasse minha refeição com pouco sódio, bla bla bla, dormisse bem, me exercitasse mais, dormisse mais… Bom, resumindo SE EU TIVESSE OUTRA VIDA, seria mais fácil, talvez. Mas a vida seria outra. Eu tbm acho que seria bem mais fácil se eu não fizesse nada da vida a não ser musa fitness. Fora que tem gente assim que é tão infeliz, tão neurótico, que vai saber o preço que estão pagando sem fotografar, né? Conheço uma pessoa que emagreceu, ficou linda, etc. Mas qdo foram ver, a menina tomava laxante forte todo dia que ela comia 1 bombom e acabou operando o intestino. A gente se frustra pq só vê as fotos, só pensa no que elas mostram. Ninguém fotografa neurose tbm! :) E vc é linda, joga esses perfis fitness fora e seja feliz! :) Um beijão!

      É exatamente isso: se conscientizar que SIM, você está fazendo o melhor que pode dentro do que lhe é possível. Fico até bem irritada quando os posts não são sobre exercícios, mas sim sobre pura pressão psicológica (tipo, bom dia pra você que encheu a lata e acordou com a bunda caída).

      Eu estou me desfazendo de quase todos os perfis. haha Confesso que gosto de alguns, mas mesmo que minha cabeça louca me diga que gosto de sofrer, não posso deixar que aconteça.

      Boa sorte pra vc também no #projetovida, Mari! hahaha :)

      Responder
  3. Chell

    A foto é sua??
    A única coisa que uso de inspiração é o Corre Mulherada. Cada uma no seu rítmo, parecem mais gente como a gente. Pego receitinhas também nos blogs. Do mais, cada um é cada um e tento comparar comigo mesma apenas.

    Responder
    1. Fernanda Pineda

      Chell on 06/02/2014 at 8:20 am said:

      A foto é sua??
      A única coisa que uso de inspiração é o Corre Mulherada. Cada uma no seu rítmo, parecem mais gente como a gente. Pego receitinhas também nos blogs. Do mais, cada um é cada um e tento comparar comigo mesma apenas.

      Não sou eu, não! Vou por uma observação aí… hahaha Essa é uma das fotos que acabei colocando no meu board de “inspiração” do pinterest. Eu adoro o Corre mulherada também, são as melhores!

      Responder
  4. Brunna

    eu acho que alguns comentários aqui estão indo pra outro extremo. eu tenho uma vida normal e cheia. moro com o namorado, trabalho, estudo, faço aula de dança, tenho 2 gatos. consigo levar marmita pro trabalho (até porque não tenho dinheiro pra comer fora todos os dias) e ainda preparo a marmita do namorado tbm. faço exercício pelo menos 3x por semana. exagero nos finais de semana, tomo cerveja e como pizza.

    e nessa emagreci 20kg.

    não precisa ser musa todo dia pra conseguir saúde e um corpo legal, como consequência. acho que o mais importante é refletir sobre a sua vida e o que vc pode fazer pra melhorar dentro das tuas possibilidades. eu nunca diria que trabalhar 11 horas por dia, todos os dias da semana como Mari Hauer, é saudável. diria até que é mais prejudicial que fazer uma dieta errada (pro comer bem até demais ou comer fast-food todos os dias).

    pra mim, equilíbrio é a palavra! e não só falando de comida/exercícios.

    Responder
  5. Kadu Araujo

    Se vocês querem passar mal mesmo, experimentem a rede social Fitocracy. Eu uso mais para manter uma agenda dos meus treinos e de tempos em tempos checar o avanço, mas é impossível não olhar de vez em quando esses perfis de Adonis. Acho difícil você encarar academia sem uma inspiração (assim como tocar um instrumento, praticar artes marciais, etc), o problema é quando a necessidade de se “tornar” aquilo vira doença. Nunca passei pelo que você citou no texto, Fernanda, mas pode ser porque eu nunca encarei estes objetivos (TIPO VIRAR O HUGH JACKMAN) como absolutos. Existem N questões a serem levadas em conta (algumas levantadas aqui nos comentários, já), como não ter a mesma disponibilidade de tempo que a pessoa, ou dinheiro para suplementar da mesma maneira, ou ainda – a principal, ao meu ver – porte físico para atingir o mesmo visual. O negócio é treinar o suficiente para se sentir bem consigo mesmo.

    Responder
  6. Mariana Moura

    Eu sigo poucos perfis “fitness” justamente porque não quero ficar paranoica, isso ajuda sim a me inspirar. Mas o que me deixa mais motivada mesmo é quando vejo gente que eu considero ter uma vida mais “normal”, que não vive na academia e nem morrendo de fome, conseguir resultados reais mesmo que nem tão rápidos.

    As Coisas que eu quero lhe Falar

    Responder
  7. Helo Inoue

    Há muito tempo atrás, conversei com vc sobre os exageros da galera, gente que é super fitness mas tem gripe todo mês, pedra no rim e afins….

    Gostei muito do que a Brunna falou ! :)

    Existem coisas mto simples que já ajudam e acho péssimo quem diz que não tem tempo e não só pra exercícios… fora que, se vc já tentou de tudo e não emagreceu/engordou/ganhou massa, será que vc tentou um médico ? Ainda mais se for mulher, esse laboratório desgovernado de hormônios… ahahahhaha

    E Fê, vamos continuar fazendo exercícios pra poder comer essas delícias do outro post sem ter que trocar o guarda roupa com roupas maiores !!!
    bjo

    Responder
  8. Amanda

    O único lugar que sigo perfis motivacionais (não exatamente fitness, mas sobre uma vida saudável em geral) é no Pinterest. Lá, eu li uma coisa que mudou um pouco minha maneira de pensar… “Não se compare a outras pessoas, compara-se ao que você era antes” e “Não se concentre em ter o corpo dos sonhos de outra pessoa, mas em ser uma versão muito melhor de você mesma”. Acho que deve ser bem por aí mesmo.

    Responder
  9. Andressa

    Quando comecei a fazer dieta, passei a seguir vários perfis no instagram. Dei unfollow semanas depois. Há um tempo, fiz uma lista lá no mude.me com os perfis que mais me inspiravam. Gente “de verdade”, sabe? Sem aqueles pratos maravilhosos, com uma mega equipe pra ir malhar, exercícios a qualquer hora do dia, essas coisas que não têm nada a ver com a minha rotina.
    Mesmo assim, eu super entendo esse negócio da decepção. Porque to há um tempão nessa vida de comer direitinho e malhar/correr, e o resultado vem aparecendo lentamente. Às vezes dá um desânimo e é difícil pegar o ritmo de novo.
    Eu falo muito sobre vida saudável e gosto de compartilhar meus exercícios e minha alimentação. Percebi que isso faz com que eu tenha vontade de continuar apostando nessa rotina que escolhi há quase um ano. Foi por isso que criei o blog e se ele tá há muito tempo sem atualização, ou se eu passo muito tempo sem nem abrir o Analytics, é certo que to numa fase de desânimo. Mas ok, sempre que volto a fazer tudo certinho, me sinto bem melhor do que quando estou pensando em desistir :D

    Responder
  10. Carla

    Há mto tempo acompanho seu blog, mas nunca disse nd, rs, e eu só queria agradecer pela “responsabilidade” que vc mostrou neste post. Parece que bom senso tá faltando no mundo e até virou exceção. Obrigada!

    Responder
    1. Fernanda Pineda

      Carla on 04/03/2014 at 11:28 am said:

      Há mto tempo acompanho seu blog, mas nunca disse nd, rs, e eu só queria agradecer pela “responsabilidade” que vc mostrou neste post. Parece que bom senso tá faltando no mundo e até virou exceção. Obrigada!

      Que é isso, Carla! É só minha opinião. Obrigada pela leitura =)

      Responder
  11. Cadu Passarini

    Bom, tava no google e, sabe-se lá como, vim parar aqui. Então aproveito pra dar uma opinião masculina sobre o tema:
    Numa boa mulherada, o perfil dessas pseudo-celebridades fitness do instagram é um SACO, assim como devem ser estas pessoas no convívio da vida real.
    Só tem foto em espelho de elevador e na academia, ficam andando com pote de comida pra cima e pra baixo, não há outra coisa que pareça fazer sentido na vida destas pessoas que não seja o própio corpo. E, pra mim, o pior são as frases de efeito e superação que ilustram as incansáveis e repetidas fotos, como se elas fossem melhor do que você… “mas peraí, filha…. Você só faz ir em academia, não tem nada demais nisso!”, é o que tenho vontade de responder.
    Acho que vocês, mulheres, assim como nós, homens, devem se cuidar sim, mas sem deixarem de se manter pessoas interessantes. Sim, beleza é fundamental, mas está longe de ser tudo. Eu, particularmente, noto que durante minha vida, admirei muito mais mulheres que me relacionei por outras qualidades que não a beleza física. Acho que a admiração da beleza física passa após algum tempo e tendemos a buscar um algo mais, que essas pessoas não tem, são vazias. Então, na boa, se cuidem, mas sem neurose! Não deixem de viver, viajar, tomar um vinho, experimentar uma comida diferente, etc.

    Responder
    1. Fernanda Pineda

      Oi Cadu! Tá certíssimo. Se a pessoa não “vive” disso, realmente não tem o menor sentido.

      Responder

Deixe seu comentário