Sexta-feira, dia de abandonar o casual friday

sex

Sexta: dia de brincar com as formalidades

Você conseguiu realizar o sonho de toda a geração dos seus pais: encontrou um emprego que paga as contas sem exigir saltos perigosos ou gravatas apertando até o pescoço. Para você, provavelmente o movimento do “casual friday” não faz muito sentido, já que todo dia é praticamente um bom dia para ser casual. Mas aí alguém começa uma zoeirinha de ir fantasiado de “Mad Men” às sextas-feiras. E a mania pega. E ultrapassa fronteiras de países.

Estou generalizando, mas é mais ou menos isso que conta a matéria da revista Época sobre o movimento chamado “Formal Friday”. É isso mesmo que parece: sexta-feira vira o dia de tirar o pó do terno ou  de colocar um bom escarpim com tailleur e prender um coque. Todo mundo fica elegante, formal e se diverte, quase como se fosse uma festa à fantasia no horário do expediente.

Parece maluca essa inversão de valores, mas a brincadeira se espalhou: começou em empresas americanas em 2004 e foi aos poucos chegando no Brasil. Há especialista que diz, inclusive, que a formalidade nas vestimentas acaba fazendo com que os funcionários se sintam mais responsáveis e importantes, o que aumenta a produtividade. E mais produtividade torna a zoeira na empresa um tanto quanto justificável, certo? ;) rs

.

a galera em entrevista para a Época

Será que em tempos de calorão alguém vai dispensar o conforto em prol de uma brinks saudável? Você toparia brincar disso? Eu não sei nem se tenho roupas para tal, mas para as curiosas deixo a dica do post do começo da semana!

Bom happy hour a todos os envolvidos!

Comentários via Facebook

1 comentário

  1. Lunara

    Eita sociedade contraditória, muitos lugares ainda tem funcionários que luta para usar roupas despojadas e em outros estão trazendo o modelo formal de volta as sextas feiras. Quem te entende sociedade?!?! Tudo vale, tudo vale…

    Responder

Deixe seu comentário