Filme do Instagram: mil jeitos de ver as mesmas coisas

seg

15 jeitos para você fotografar a mesma árvore

 Quando o Instagram surgiu, todo mundo de repente virou fotógrafo. Víamos todos se esforçando para encontrar ângulos diferentes para retratar nosso dia-a-dia, conseguir muitos likes, seguidores, aí vieram as hashtags, a primeira foto no popular… Mas algo se perdeu no meio do caminho. Será que basta apenas ter um ponto de vista lindo?

.

.

Este curta aqui foi feito pelo videomaker Thomas Jullien e mostra que estamos tão preocupados em exibir nossa visão “genial” que esquecemos de olhar para o lado e fotografar coisas diferentes. O vídeo mostra que as fotos da rede social são apenas um grande repeteco eterno das mesmíssimas coisas: seu jantar, o guidão da bike, a asa do avião, o ponto turístico, alguns fogos de artifício. Pode até ser que as fotos fiquem bonitas, mas é bem provável que ninguém tenha pensado se o mundo precisa mesmo ver aquela imagem de novo antes de apertar o botão.

Se todo mundo pensar assim, a maior parte das redes sociais vai ficar vazia e até o próprio selfie seria exterminado, coitado. Mas daí tenho um ponto a favor do selfie: pelo menos cada um de nós é único e diferente, a contrário da Torre Eiffel sempre igual.

Comentários via Facebook

Deixe seu comentário