Qual é o seu preço? Eles querem tirar a sua roupa

ter

E para tirar a camisetinha, quanto morre?

Todo mundo já ouviu falar em crowdfunding, certo? É uma espécie de vaquinha moderna que ajuda a fazer as coisas acontecerem contando com a grana dos interessados no assunto, sem precisar de grandes investidores pagando a conta. Agora há um projeto brasileiro prestes a ser lançado no dia 9 de janeiro para arrecadar dinheiro e tirar a roupa de anônimos e quase famosos, o “Nake It”, que já vai começar com fotos de uma webceleb ao estilo “Playboy”.

Para quem não sabe/não entendeu como funciona, um parênteses: o crowdfunding se popularizou com fãs se unindo e resolvendo pagar um pouquinho cada um para poder realizar shows das bandas que amavam, mas que nunca marcavam shows na cidade, por exemplo. Aqui no Brasil, a coisa ficou famosa recentemente quando fãs de Foo Fighters tentaram trazer a banda fazendo uma movimentação no facebook. Cada um paga um pouquinho, se der certo, mais ingressos são colocados à venda para fechar a conta. Se não der certo, todo mundo recebe seu dinheiro de volta.

Dito isto, o “Nake It” promete unir pessoas com um desejo em comum de ver a vizinha do prédio ou o colega do curso de inglês sem roupa, basta apenas que um certo número de pessoas pague por isso. A ideia pode soar um pouco ousada, mas obviamente há público para isso e modelos dispostos também.

Para provar que todo mundo tem seu preço, os três mentores do projeto foram às ruas de Porto Alegre e perguntaram para a mulherada quanto elas precisariam ganhar para tirar a roupa. Enquanto algumas pediram quase um milhão de reais, tem gatinha que já toparia por pouco mais de 50 mil. Olha isso:


.

Como fiquei super curiosa depois de ver o vídeo, entrei em contato com Daniel Mattos, um dos fundadores do “Nake It”, que me contou mais detalhes bem quentes (ui!) desse projeto que ainda vai dar muito o que falar:

FD: De onde surgiu a ideia de fazer o “Nake It”? Foi a internet que inspirou vocês com cases como o “Lingerie Day” ou foi a repetição de modelos iguais em todas as revistas?

DM: A ideia nasceu de uma conversa despretensiosa na mesa de bar entre eu e meus dois sócios. Estávamos nos questionando “quem é a pessoa que você mais gostaria de ver pelada no mundo?” e chegamos em uma conclusão muito legal. Ninguém tinha citado uma ex-BBB, atriz global ou Panicat… todas as respostas eram pessoas mais próximas da nossa realidade: vizinha, professora, colega de trabalho, colega de faculdade, etc.

O problema é que as revistas/sites que tratam sobre nudez nunca realizarão o ensaio pelado da minha vizinha! Então começamos a pensar em formas de viabilizar esse tipo de ensaio e chegamos no modelo do crowdfunding.

FD: Como vai funcionar o “Nake it”? As pessoas vão poder indicar os “modelos”? Haverá a possibilidade dos modelos se indicarem?

DM: Os dois. Qualquer pessoa que quiser fazer o seu ensaio poderá postar sua oferta no “Nake It”, assim como os usuários poderão indicar as pessoas que gostaríam de ver peladas. Faremos apenas uma moderação prévia para descartar os fakes.

FD: Qual será o tom dos ensaios? Algo mais “Trip”, “VIP”, “Playboy” ou “Sexy”? 

DM: Achamos que os ensaios da revista “Sexy” seguem um padrão muito vulgar e a “Trip” e “VIP” exageram no gostinho “quero ver mais”… vamos seguir um tom parecido com a “Playboy”.

FD: O serviço vai servir para despir homens e mulheres, certo? No entanto, pelo vídeo de divulgação, a pegada me parece mais forte para tirar a roupa da mulherada. Vocês já pensaram que o projeto poderia ser forte entre o público gay também? Qual público de pagantes vocês desejam atingir?

DM: O nosso vídeo de divulgação tem mais exemplos femininos porque os homens ficavam mais envergonhados na hora de responder! Acredito que a sociedade está mais acostumada com a nudez feminina e isso acabou se refletindo no vídeo.

A vida inteira as revistas impuseram quem eu iria ver pelada e quando criamos o “Nake It” a nossa ideia foi dar liberdade para as pessoas escolherem o que realmente querem ver. O nosso site será aberto para despir mulheres e homens, o público mandará, pois é ele que escolherá/pagará pelos modelos.

Não temos nenhuma preocupação se a maioria dos pagantes do site será hétero, gay, bi… Acreditamos que independente da nossa opção sexual, todos gostamos de ver pessoas peladas.

FD: O projeto vai focar em belezas diferentes (gordinhas, magrinhas, etc.) ou devemos ver uma repetição do que já rola na mídia especializada?

DM: O conceito do “Nake It” não está no foco e sim na diversidade, quanto mais estilos diferentes de pessoas tivermos, mais bacana será o site. Tenho certeza que todo tipo de beleza tem o seu espaço e preço, e felizmente a internet nos dá a capacidade de juntar os fãs dos diversos padrões estéticos existentes.

Podemos agradar os fãs de nichos muito específicos. Digamos que existam 1.000 pessoas no Brasil que pagariam para ver o ensaio sensual de um homem ruivo com cabelo estilo moicano de um 1 metro e 50 de altura. Se cada uma dessas pessoas pagar 10 reais, o modelo já tem dinheiro para fazer sua tão sonhada viagem para a europa, por exemplo.

FD: Quando o projeto será lançado?

DM: O “Nake It” sairá do forno dia 9 de janeiro. Já temos a primeira pessoa que irá posar no site e vai ser uma celebridade da internet brasileira que vai dar muita notícia! Por questões contratuais não podemos divulgar o nome ainda, mas fiquem ligados nas nossas redes sociais.

Apesar de poder bancar fotos de meninos e meninas, meu palpite é que o “Nake It” vai bombar mesmo para o lado da mulherada. Um projeto como esse pode lançar novas modelos, pode mostrar que existem outros padrões de beleza não siliconados e pode até fazer com que famosas de primeiro escalão resolvam pensar a respeito. Afinal, chutando alto, se milhões de pessoas pagarem um real para ver um par de peitos, o lucro líquido de uma estrela de novela das oito vai ser muito maior do que aceitando a proposta de alguma revista masculina, não é mesmo?

Certamente isso ainda vai dar muito o que falar e aposto que a qualidade dos modelos, homens e mulheres, vai surpreender. Concordo com os fundadores do projeto, acho que todo mundo tem seu preço, por mais absurdo que ele seja e por mais que ele dependa de uma situação financeira extrema – sem falar no benefício dos quinze minutos de fama que já rola na internet atualmente.

Só nos resta aguardar a estreia no dia 9 de janeiro para ver como será a mecânica do site e segurar a curiosidade para saber quem será a primeira webcelebridade a mostrar as curvas sem roupa. Para os curiosos, vale a pena ficar de olho no Twitter e no Facebook do “Nake It”.

Algum palpite de quem estará no ensaio de lançamento do projeto? E melhor ainda: você pagaria para ver alguém? Quem? 

.

Comentários via Facebook

17 comentários

  1. Caio Costa

    Pra mim, foi uma sacada de mestre os caras intrigarem o povo prometendo uma webcelebridade no lançamento (espero que não seja a Miriam Bottan, já que ela mostrou sua beleza na Trip, hehehe). Concordo com vc, o projeto tem tudo pra dar certo.

    E, com todo respeito, acho que você seria uma boa opção para o projeto, Fernanda. Já penseou a respeito? :D

    Responder
  2. Tati Lopatiuk

    Estou bege. Prevejo a briga de egos DO SÉCULO entre as webcelebs ano que vem. Hahahahaha… #Medo.

    Responder
  3. Fernanda

    Caio Costa on 13/12/2011 at 9:13 am said:

    Pra mim, foi uma sacada de mestre os caras intrigarem o povo prometendo uma webcelebridade no lançamento (espero que não seja a Miriam Bottan, já que ela mostrou sua beleza na Trip, hehehe). Concordo com vc, o projeto tem tudo pra dar certo.

    E, com todo respeito, acho que você seria uma boa opção para o projeto, Fernanda. Já penseou a respeito? :D

    eu também espero que não seja a Mirian pra variar um pouco, mas acredito que deva ser uma menina do lingerie day mesmo, não acho que vai ser alguém totalmente nova! Rs

    Quanto a mim, deixa o projeto começar, já tem gente duvidando que vão passar do primeiro ensaio porque brasileiro não gosta de pagar… hahaha

    Responder
  4. Fernanda

    Tati Lopatiuk on 13/12/2011 at 9:15 am said:

    Estou bege. Prevejo a briga de egos DO SÉCULO entre as webcelebs ano que vem. Hahahahaha… #Medo.

    Eu prevejo apenas recalque, algo que já rola sempre com quem tira a roupa de graça. rs

    Responder
  5. andreia inoue

    foram inteligentes e ousados. Afinal o que nao vai faltar é gente querendo tirar a roupa.

    :D

    beijao.

    Responder
  6. Daniel Mattos

    Em relação a webcelebridade, posso garantir que será uma pessoa surpreendente… entendam como quiserem :)

    Estamos sempre atualizando as informações sobre o nakeit nas nossas redes sociais:
    facebook.com/nakeit.page
    @nakeit

    Beijos!

    Responder
  7. Gabi

    Não consigo pensar em qual webceleb seria, mas adorei a ideia, e nem estou dando uma de tarada ao dizer isso hahahah achei bem inovadora e a cara da nossa geração, onde o pessoal comum vem se tornando cada vez mais as novas celebridades (tanto que tem o termo webcelebridade né). Espero que os homens deixem a vergonha de lado e participem! hahahah (acho que muitos homens sentem vergonha por geralmente só pensarem no público de homens gays o vendo, e no que isso afetaria a “reputação” deles, mas eles esquecem de nós, mulheres hts né? hauhauhaua)

    Responder
  8. Fernanda

    andreia inoue on 13/12/2011 at 10:24 am said:

    foram inteligentes e ousados. Afinal o que nao vai faltar é gente querendo tirar a roupa.

    :D

    beijao.

    pois é! Agora é ver quem vai pagar o pato – e quanto vai pagar!

    Responder
  9. Nina Dantas

    Olha, mais fácil eu posar nua de graça do que recebendo, sabia? Fico sem saber o que pensar de uma proposta como essa… Beijo!

    Responder
  10. Deiah Oliveira

    Eu adorei a proposta. É como uma daquelas coisas que a gente vê e comenta “putz, por quê não pensei nisso antes?!”.
    Já tem rolado um movimento em alguns blogs e sites com pessoas reclamando de tanto photoshop nas revistas, principalmente, masculinas. Muitas vezes pensei se era realmente disso que os homens gostavam, esse ideal plástico.
    Espero que o projeto vingue, de verdade.
    E se eu fosse indicada, pensaria a respeito pra poder fazer minha viagem a Paris. XD

    Responder
  11. Fernanda

    Deiah Oliveira on 14/12/2011 at 2:16 pm said:

    Eu adorei a proposta. É como uma daquelas coisas que a gente vê e comenta “putz, por quê não pensei nisso antes?!”.
    Já tem rolado um movimento em alguns blogs e sites com pessoas reclamando de tanto photoshop nas revistas, principalmente, masculinas. Muitas vezes pensei se era realmente disso que os homens gostavam, esse ideal plástico.
    Espero que o projeto vingue, de verdade.
    E se eu fosse indicada, pensaria a respeito pra poder fazer minha viagem a Paris. XD

    olha sóóó! hahaha
    Já se inspirou na ideia do “ruivão”! Acho legal isso, devia ter um jeito de você apoiar a causa da pessoa também… rs

    Responder
  12. julio marques

    sugestões: Monique Evans, Vanusa, Wanderléia, Martinha = velha guarda
    ex BBBs – nossa… dá pra montar um timãoooo

    Responder
  13. Hawk

    Gostei da ideia, vou sugerir algumas amigas lindas que eu adoraria ver peladas. rsrs
    Espero que não usem tanto photoshop quanto nas revistas.

    Responder

Deixe seu comentário