Jejum de smartphone

ter

e beijo offline, não tem?

Com a overdose smartphônica que vivemos hoje, falar de gente viciada em ficar de olho na telinha é chover no molhado, assim como falar de promover a conexão offline e não online.

Depois do sucesso do comercial “Disconnect to Connect”, que chamou bastante a atenção há cerca de um ano atrás, um projeto de um rabino norte-americano chama a atenção novamente para a causa. O líder religioso resolveu retomar o tema e criar alguns vídeos para propor o “Day to Disconnect”.

A campanha judia conta com vídeos para conquistar mais adeptos e ilustrar o quanto se perde ao se isolar no mundinho da palma da mão. A produção não é super original e usa algumas ideias da publicidade veiculada no ano passado, como a de que é você quem fica sozinho ao escolher se fechar ao mundo “real”. No entanto, a parte legal é que essa “Disconnect Revolution” leva a questão para um outro lado, o do jejum “voluntário” de um costume que talvez não traga benefícios reais o tempo todo.


.

O papo é meio religioso mesmo, mas a campanha não é: conforme o que diz o próprio site, a ideia é que no dia 2 de outubro (um domingo) as pessoas tirem uma horinha para ficar com os amigos e a família e, enfim, para ficarem com Deus se assim quiserem.

Achei interessante e bacana a religião propor algo moderno assim. Quem quiser entrar para o movimento não precisa ser judeu, basta colocar o nome no site e se comprometer a participar – aliás, é uma boa aproveitar e mandar a dica para aquele amigo que era mais legal antes de ter um iPhone. :/

.

Comentários via Facebook

3 comentários

  1. Camila C

    Nossa, gostei muito!! Acho que vale muito a pena tentar, mas não só uma vez :)

    Responder
  2. Dix Mcbridge

    Nossa, gostei muito!! Acho que vale muito a pena tentar, mas não só uma vez :)
    +1

    Responder
  3. Fernanda Iara

    Acho a idéia muito legal. Em maio eu resolvi por conta própria me propor um mês inteiro sem internet e acredite, foi revolucionário mesmo! Nos primeiros dias é torturante, parece que vc esta meio fora do mundo e tal, parece crise de abstinencia, mas devido ao tempo que estava gastando antes com a internet, resolvi ser forte e ir ate o fim… com o passar dos dias foi ficando mais fácil e quando terminaram os 30 dias sem internet eu passei a usar melhor o meu tempo conectada na rede pra não prejudicar mais meus estudos e minha vida. Eu recomendo!!
    Beijos

    Responder

Deixe seu comentário