O fenômeno do ex desaparecido

sex

mensagem simples.

Poucos fenômenos são tão peculiares na vida de uma mulher quanto este. Você pode passar até um quarto de século achando que não vai acontecer com você, mas daí, PAM, o acontecimento bizarro simplesmente acontece, porque é isso que acontecimentos fazem.

Não se trata daquele querido falecido resolver sair da tumba e, zumbi, te chamar para sair. Não, isso não. Isso não é nada além do esperado. Eu diria que, se fôssemos ratinhos de laboratório se apaixonando e desapaixonando, este seria um fator absolutamente comum às condições normais de temperatura e pressão.

O que relato aqui, minhas caras (e meus caros), é o fabuloso caso do ex que não é teu, nunca foi e provavelmente não será, que simplesmente surge. É aquele ex-caso da sua amiga que acredita poder arrastar uma asa depois de anos do relacionamento com sua colega. Mesmo que ela nem seja mais sua colega.

É o típico figurante de MSN que você inclusive já excluiu – só não bloqueou porque, afinal, ele sempre foi o inofensivo peguete da sua amiguinha. Eis que então, no final de uma tarde chuvosa e estressante, ele pisca na sua área de trabalho dizendo “quanto tempo!”, sem ao menors ter uma foto para mostrar a fuça – o que seria bom, já que você nem lembra mais do fulano ou de seu e-mail pré-adolescente enigmático.

Quer dizer, não é simplesmente um fenômeno? Um acontecimento da natureza? Uma característica intrínseca a 60% dos machos solteiros segundo o DataEu? Para mim, sim.

Saiba, gata, que ainda vai acontecer com você. Seja forte, pegue esta bola levantada e mande um belo block, pois este defunto não te pertence.

Comentários via Facebook

7 comentários

  1. Tati Lopatiuk

    Vibe dia da bruxas presente no Fake Doll! Ai, que medo! :o

    Responder
  2. Fernanda

    Esse ex da sua amiga tem suas variáveis, tipo o seu coleguinha da sétima série que reaparece do nada, o cara chato que sempre manda propaganda de balada no orkut (e um dia resolve mandar uma cantada infame acoplada), aquele mala que deu em cima de você há muito tempo, que você excluiu da lista do msn, mas não achou necessário bloquear..enfim, esse tipo se reproduz repentina e inesperadamente. Geralmente eu costumo levar na esportiva e fazer graça desses “defuntos” que ressurgem do além. Mas né. Às vezes o “quanto tempo” que sempre inicia o papo desses caras tem uma razão de ser. :S

    Responder
  3. Luiza

    comigo ainda não aconteceu, mas… melhor não cantar vitória antes do tempo, né

    Responder
  4. Adorei o post.
    Pura verdade.
    Sai dessa.

    Bjs

    Tem sorteio lá no blog, passa lá pra se inscrever. Havaianas Issa, nova coleção, só pra vocês.

    Responder
  5. @raaeell

    E quando isso acontece sempre é ruim? E quando não se tratar de um chato? Aquele cara, ex da sua colega que vc tinha uma queda e mantinha em segredo..haha
    Mexia cntg quando chegava perto, mas você disfarçava, afinal ele era o gatinho da sua “amiga-colega-conhecida-vizinha-queraivadessamina”
    Tem algumas variáveis aí nesse contexto, porque se tratando daquele mala-chato-ridiculo é claro que você vai dar um block vai te catar.
    =)

    Responder
  6. Jana

    Pior do que o ex peguete da sua amiga brotar do nada dando em cima de você, é o ex-namorado do seu amigO vir dar em cima de você no msn. Isso é tenso! Aí, é block na certa!

    Responder
  7. Bruno Portella

    Custo a acreditar neste final.

    Em muitos casos (gosto de acreditar que na maioria deles), as meninas adoram este fantasma surgindo.

    Assim, baseado na vida mesmo.

    Responder

Deixe seu comentário