Todo mundo pode ser um escritor?

ter

arte pela arte

É esta uma das questões que põe na mesa o projeto “National Novel Writting Month” (algo como “mês nacional para escrever um romance”).

Qualquer ser humano que saiba ler e escrever de qualquer lugar do mundo pode se inscrever no site e compartilhar suas experiências de escrita com outros usuários do projeto. A ideia é que os participantes consigam assinar um romance com mais ou menos 175 páginas (mais de 50 mil caracteres) até o final de novembro.

A iniciativa tem o objetivo claro de conseguir quantidade e não qualidade, fato que eles inclusive expõem na explicação do “NaNoWriMo”, apelido carinhoso da iniciativa. Quem conseguir atingir o tal número de caracteres entre 1º e 30 de novembro recebe um prêmio simbólico, entra para o setor de vencedores deles e ganha badges virtuais para espalhar por aí.

No ano passado, mais de 165 mil se aventuraram a escrever e, apesar de parecer o tipo de coisa que você larga no segundo dia, mais de 30 mil pessoas conseguiram escrever centenas de páginas.

Quer dizer, não é a sua chance de publicar um best-seller, até porque o site não oferece prestígio nenhum fora uma experiência diferente, mas certamente é uma oportunidade e tanto para se forçar a criar sem amarras e conversar com outros na mesma situação.

Como o próprio site diz, o fato de você estar escrevendo muito e, provavelmente um monte de lixo, te força a abaixar suas expectativas com relação ao resultado final. Preocupação esta que muitas vezes é o que impede (ou atrasa) a conclusão de obras literárias.

E aí, quem topa o desafio? Eu fiquei bem curiosa com esse processo criativo e já me cadastrei, vamos ver no que dá!

Comentários via Facebook

3 comentários

  1. Ana Luiza

    Que ótimo isso…
    Gostei na iniciativa!
    E com certeza teremos mais mil versões de “Maria do Bairro” !!!!
    Vou me inscrever também!!!!
    Vamos ver o que vai sair né!!!!!rsrs

    Responder
  2. Tati

    Menina, que projeto mais doido! Só digo isso! aheuaheuaheuahea… :)

    Responder
  3. Aléxsia

    Confesso que fiquei com vontade de participar, rs.

    Responder

Deixe seu comentário