Cabelos: por que tê-los, pra que mudá-los?

sáb

Clementine em “Brilho Eterno…” : pintando o cabelo e apagando a memória.

Mulheres têm essa coisa de querer mudar o visual de vez em quando. Um dia você acorda, dá a louca, se olha amassada no espelho e resolve que precisa ter outro cabelo. Provavelmente porque alguma mudança aconteceu em sua vida e você sente que precisa mostrar isso pro mundo e convencer você mesma. Ou não: às vezes você nem se deu conta disso, mas achou 500 referências boas daquela atriz absolutamente trendsetter e teve uma epifania de caráter capilar.

Às vezes você terminou um namoro. Trocou de emprego. Teve uma idéia grandiosa. Entrou na faculdade, mas não vai raspar zero. Ganhou algum tipo de promoção no salão mais foda da cidade e acha que a melhor forma de aproveitar o presente é se tornando uma nova pessoa. Entendam, homens: esta é mais uma do maravilhoso mundo das mulheres. Nós somos assim – e eu, pessoalmente, não entendo como vocês não se enjoam temporariamente de seus cabelos. E ai do namorado/amigo colorido/peguete/marido que não reparar que tiramos 2 cm das pontas!

Para expressar uma “nova fase” ou um novo “lifestyle”, é claro que você poderia emagrecer meia dúzia daqueles kilos que te incomodam, siliconar os air bags ou renovar o guarda-roupa, mas algumas dessas alternativas custam tempo$$ demais, e o cabelo, esta extensão mais morta de nós e ao mesmo tempo a mais visualmente valorizada, está aí pra isso. Tipo, você releva aqueles cravos que apareceram do nada, mas se o cabelo começou a ficar uma bosta com o shampoo importado, vai ser um drama total!

E eu só estou falando tudo isso porque chegou minha hora de expressar meu novo eu. Meu cabelo ondulado está gigante(!) e, bem, ele cresce na velocidade da luz para um cabelo ondulado. Obviamente que ondulados não crescem menos, mas eles aparentam sempre menores por conta das ondinhas. E eu tosei o bendito antes de viajar em janeiro (no dia do embarque), e agora ele já cresceu mais de um palmo. Believe it or not.

Nada de radical será feito aqui, uma vez que só tenho coragem de cortar franjinha uma vez por ano – e já que eu tenho aquela vontade doida de deixar o cabelo reto pelo menos uma vez na vida (nunca consegui). Então, a hora é agora: tirar só as pontas ou arriscar?

Considerando que subi um nível no jogo da vida e estou na fase “I love myself”, não no sentido narcisista da coisa, mas sim no sentido “tenho tudo o que preciso”, acho que vou arriscar nas pontas. Mas, calma! Não tanto. Eu evoluí, não perdi o juízo (nem nasci de cabelo escorrido-posso-tudo). E lá vou eu buscar 500 referências…

A minha voz continua a mesma, mas os meus cabelos…”

.

Comentários via Facebook

23 comentários

  1. Tati

    Há uns anos atrás eu tinha um cabelão que ía até a cintura! Aí fui cortando, cortando… Hoje bate no ombro e não consigo mais deixar mais longo que isso! Tenho mais paciência não! :)

    Responder
  2. Leandro Pincini

    Muda a parte da frente de ladinho (like emo porém menor) , vai ficar legal e vc vai mudar sem ter aquele ‘choque’ e papapa,

    só pelo amor de deus, não pinta de vermelho beterraba e nem faz chanél… (ou seja lá como s eescreve isso)..

    bj

    Responder
  3. juliana

    tive um desastre no cabeleireiro esses dias, to de mal do meu cabelo e isso é péssimo :(

    Responder
  4. Vy

    Nossa, pode crer, sempre que quero mudar algo na vida começo a pensar em mudar o cabelo, haha! Mas só fiz coisas mais radicais duas vezes: cortar franja e fazer luzes. Cortar bastante o comprimento eu não considero mudança radical, porque cabelo cresce (a não ser, claro, quando a pessoa raspa o cabelo todo – ou a metade, vai saber)! Já cansei de ver sites de cortes, até nos japas, os mais completos, mas nesses é onde eu MENOS acho referência boa porque todas as japas ondulam o cabelo!!!

    Mas o mais traumatico mesmo não é cortar, e sim mudar a cor. Eu começo a pensar no futuro, o trabalho pra retocar… Haha, fatiguenta total! Mas essa coisa de mecha californiana anda me chamando atenção, só não sei se fica bom em cabelo castanho/avermelhado…

    Bjos

    Responder
  5. Jeniffer

    engraçado,estava agorinha no msn tc c um amigo q é cabeleireiro discutindo justamente: a mudança do meu cabelo.
    hahaha! o meu é ondulado/cacheado um castanho escuro,e uso franjão.
    teve uma vez q dei a louca, cortei no pescoço quase,ficou legal,ngm acreditou q enfim eu tinha cortado o cabelo hahaha! mas sempre kis outras mudanças, minha mãe q nunca deixava eu pintar, tingir mesmo.
    daí q surgiu um tal casting tonalizante, dei a louca, primeiro ia colocar uma cor escura, só p dá um brilho, mas desisti qdo xeguei na loja, e vi um tal caramelo. hj mesmo apliquei, mas detalhe,não ficou do jeito q keria, até pq meu cabelo é virgem, mas deu uma mudada sim,só q não me dei por satisfeita.
    tô pensando seriamente em colocar mechas peroladas, ainda esta semana.
    meu amigo cabeleireiro teve q sair, mas qdo ele voltar vamos dá um ponto final nessa história.
    tô kerendo mudanças na minha vida, e sempre sobra p o cabelo mesmo, não tem jeito.
    e ele cresceee de novo…se não gostar, pinta por cima…e por ae vai! um dia vai ficar branco e cair mesmo, melhor aproveitar agora p fazer td q for possivel
    hahaha!

    mas cm disse a amiga ae em cima,tô pensando se vou ter q coragem de retocar sempre, mas tenho certeza de q se eu gostar, vou ter coragem sim ;D

    bjos!

    Responder
  6. natilopes

    hahaha
    eu tive um momento de loucura dessas o ano passado, alias um nao, dois… o primeira cortei meus cabelos na altura dos ombros, todo repicado, adorei!! Mas ja cresceuuu…
    e o segundo foi qnd resolvi fazer aquelas luzes californianas (q soh ficou bom depois q eu fui pra praia q deu uma clariada)… nunca pintei meu cabelo por completo, foi primeira vez q ele viu uma quimicazinha! hehe

    Responder
  7. nanda

    meu cabelo tbm,cresce rápido d+
    ele nao e liso escorrido,mas nem cacheado e um liso meio sem definiçao rrsrr
    gosto de franja daquele da altura do nariz de ladinho sabe?
    agora a minha franja ja ta grandona e precisando de uma tesouradinha!!
    vou ver o que vou fazer nele ainda!!
    bjus

    Responder
  8. Taís

    Hummm, tb tô com uma vontade danada de mudar o cabelo. Aliás, sempre tenho vontade de mudar alguma coisa, mas o máximo que faço é arriscar uma cor diferente de esmalte.
    hauhaauahauahauahau
    Assim que eu tiver coragem, faço algo diferente no cabelo. Quer dizer, coragem e $$.

    Bjos

    Responder
  9. Nativa

    Na verdade eu raspei quando passei na faculdade, não é verdade, foi na 6, mas raspei rs
    E concordo com oq ja disseram ai, depois que vc corta curto fica móito dificil deixar crescer de novo.

    bjos

    Responder
  10. Dêssa Hanna

    nossa eu tinha o cabelo comprido e meio ‘revoltado’ dai resolvi que eu ia cortar beem curto, de começo tem alguns que acham estranho, e perguntam pq corto tão curto, outros que dizem fico melhor assim hduiashdsaudahs mas agora eu não consigo deixar crescer mais tanto não, ta um pouco antes do ombro ele agora :D o maior que ja teve nesses 3 anos

    beijoos

    Responder
  11. Bárbara

    Nossa, meu cabelo já passou por tanta coisa. Só esse ano eu tive cabelo castanho, ruivo e agora preto repicadão… Já deixei as pontas coloridas, quando era mais nova, já fui metade loira. Vish, mudei demais. Só queria que crescesse na mesma velocidade do seu :(

    Responder
  12. Fabiana

    Eu também resolvi radicalizar nesse fim de semana!
    Fiz umas luzes (nunca pintei o cabelo! Nadinha!!) e uma mecha roxa na nuca! :)

    Boa sorte na escolha! Eu acho q vc deve cortar, porque o cabelo cresce!!!

    Responder
  13. Laís

    nossa me identifiquei totalmente com o texto e acho que todas as mulheres também! estava pensando nisso outro dia, as mulheres (eu) acreditam – às veses inconscientemente – que se mudar de corte de cabelo irão mudar de vida! sei lá acho que o fato de ficar diferente (e o cabelo ajuda muito nisso, né?) é como uma possibilidade de entrar num personagem, no qual vc acaba tendo liberdade pra se permitir fazer coisas que não faria naturalmente…
    semana passada eu cortei o meu! estava de férias, entediada aqui na minha cidade do interior e incomodada com o fim de um pseudo-relacionamento, aí resolvi mudar! eu, que SEMPRE tive meus cabelos ondulados compridão (tipo quase na cintura), cortei no ombro! e olha que como ele ficou mais cacheado o cabelo ‘sobe’ um pouco e parece mais curtinho ainda! minha mãe, da opinião “mulheres devem ter cabelos cumpridos, ainda mais ‘novinhas'” odiou! teve gente que elogiou, gostou da mudança e quem disse que estraguei meu cabelo! mas normal, mudanças nem sempre agradam todos. eu ainda estou me acostumando com o novo haircut, mas estou me divertindo com as vantagens do curtinho e adorando (finalmente) ter as costas nuas!

    Responder
  14. Ju Mary

    eu entendo totalmente seu cabelo ondulado que cresce como IGUAL! rsss e o pior é que corto um palmo do cabelo e absolutamente ninguém percebe!!! rsss

    eu estou louca de vontade de mudar o cabelo, pensei em mudar a cor, mas a manutenção me dá preguiça… então acho que vou cortar mesmo. só não sei como ainda! :P

    Responder
  15. Ju Mary

    …que crece como louco porque o meu é igual… comi a frase!!

    Responder
  16. Andréia

    Adoro mudar de visual. Antes era mais “agarrada” aos looks, tinha muito medo de errar. Já fui loira laranja, quase-platinada [e quase careca], acinzentada, tive cabelo roxo, atualmente estou ruiva.

    E aos 11 anos, fui “cortar umas pontas” toda inocente, e o cabelo que batia no meio das costas virou chanel. Foi a c*gada master da minha vida! Atualmente “corto” meu cabelo sozinha sem nenhum problema. Aparo as pontas, faço franja e repico =D

    Mudança de visual é um lance muito pessoal. Não dá para apenas seguir tendências. Cabelo não é como roupa. Tem de se pensar com carinho, porque depois não há decapagem ou megahair que resolvam. Mas quando feita com vontade, faz bem pra caramba.

    Responder
  17. Aline

    Eu tenho muita dó de fazer qualquer mudança radical nas minhas madeixas. A única coisa que me permito de vez em quando é pintar de preto, mas com tonalizante, pq daí sai rápido, rs.

    Responder
  18. Fernanda

    Ju Mary on 26/07/2009 at 8:42 pm said:

    eu entendo totalmente seu cabelo ondulado que cresce como IGUAL! rsss e o pior é que corto um palmo do cabelo e absolutamente ninguém percebe!!! rsss

    eu estou louca de vontade de mudar o cabelo, pensei em mudar a cor, mas a manutenção me dá preguiça… então acho que vou cortar mesmo. só não sei como ainda! :P

    HAHAHA EXATAMENTE!

    Responder
  19. Fernanda

    Aline on 27/07/2009 at 9:23 am said:

    Eu tenho muita dó de fazer qualquer mudança radical nas minhas madeixas. A única coisa que me permito de vez em quando é pintar de preto, mas com tonalizante, pq daí sai rápido, rs.

    ai, mas o tonalizante preto não mancha? LOL :D
    Eu pintava de preto com tintura há muito tempo atrás. Aí às vezes dá uma coceirinha de querer pintar, mas se o tonalizante rolasse bem, eu usaria. rs

    Responder
  20. Fernanda

    Andréia on 26/07/2009 at 10:53 pm said:

    Adoro mudar de visual. Antes era mais “agarrada” aos looks, tinha muito medo de errar. Já fui loira laranja, quase-platinada [e quase careca], acinzentada, tive cabelo roxo, atualmente estou ruiva.

    E aos 11 anos, fui “cortar umas pontas” toda inocente, e o cabelo que batia no meio das costas virou chanel. Foi a c*gada master da minha vida! Atualmente “corto” meu cabelo sozinha sem nenhum problema. Aparo as pontas, faço franja e repico =D

    Mudança de visual é um lance muito pessoal. Não dá para apenas seguir tendências. Cabelo não é como roupa. Tem de se pensar com carinho, porque depois não há decapagem ou megahair que resolvam. Mas quando feita com vontade, faz bem pra caramba.

    nossa, quer saber? meu sonho cortar sozinha. Mas eu só consigo aparar a franja se ela estiver comprida. E, bem, em todo caso, acho que preciso de uma tesoura nova… hahaha

    Responder
  21. Fernanda

    Nativa on 26/07/2009 at 3:20 pm said:

    Na verdade eu raspei quando passei na faculdade, não é verdade, foi na 6, mas raspei rs
    E concordo com oq ja disseram ai, depois que vc corta curto fica móito dificil deixar crescer de novo.

    bjos

    caramba! você raspou? por que? Alguma loucurinha ou algum motivo sério? Eu sempre tive curiosidade de saber como cabelos de mulheres ficam depois de raspados, porque tem toda aquela história de que o cabelo muda e etc..

    Responder
  22. ana paula

    Esse post veio muito na hora certa! To pensando em mudar o cabelo tbem mas sempre fico com um pé atras, medo de fazer besteira, e acabo sempre cortando as pontinhas hehe. Acho que vou procurar um profissional do Visagismo, só deve ser bem mais caro que um cabelereiro comum…
    E concordo com o leandro ali em cima, nada de vermelho beterraba e nem chanel hehe
    Bjoo

    Responder
  23. Gabriella

    Eu tinha o meu cabelo na cintura, era castanho e virgem, mas ai eu quis radicalizar um poko ele, cortei na orelha e pintei de roxo, ficou o máximo, todo mundo gostou!!

    Responder

Deixe seu comentário